Rara prova de crucificação ajuda a perceber como Jesus Cristo morreu

Arqueólogos italianos encontraram um raro vestígio de uma crucificação de um homem que terá morrido numa cruz de madeira, de forma semelhante ao que aconteceu com Jesus Cristo, segundo os relatos da Bíblia. Trata-se de uma descoberta quase inédita.

Apesar de ter sido uma forma de punição habitual para os criminosos no antigo Império Romano, quase nenhuns vestígios arqueológicos de crucificações têm sido encontrados.

Os indícios detectados no corpo de um homem enterrado no Norte de Itália há 2 mil anos, são, na verdade, apenas “o segundo caso documentado no mundo”, como salienta a co-autora desta investigação, Ursula Thun Hohenstein, da Universidade de Ferrara, em declarações ao jornal Estense.

O outro vestígio foi detectado em 1968, em escavações em Jerusalém, com a descoberta de um prego de cerca de 8 centímetros ainda atravessado no calcanhar de um homem, cujos restos mortais foram encontrados em túmulos que datam da época do Império Romano, segundo conta o Live Science. O prego estava preso a um pequeno pedaço de madeira de oliveira, provavelmente oriundo da cruz onde terá sido crucificado.

Quanto aos segundos sinais desta forma de brutal punição, já foram encontrados em 2007, num homem enterrado há 2 mil anos na localidade de Gavello, a cerca de 40 quilómetros de Veneza, no Norte de Itália.

Estes vestígios foram agora analisados por um grupo de investigadores das Universidades de Ferrara e de Florença, em Itália, que concluíram que o homem tinha uma lesão e uma fractura não curada no calcanhar que sugere que os seus pés foram pregados na cruz.

A lesão atravessa “todo o osso”, como explica a investigadora Emanuela Gualdi, também da Universidade de Ferrara, em declarações ao Live Science.

Todavia, os resultados não são conclusivos, dado o mau estado de preservação dos ossos analisados e pelo facto de não ter sido encontrado o osso do outro calcanhar, apontam os investigadores no estudo publicado no Archaeological and Anthropological Sciences.

Os investigadores notam, ainda, que não há sinais de que o homem tenha sido crucificado nos pulsos, como terá acontecido com Jesus Cristo, segundo os relatos da Bíblia. Ele pode ter tido os braços atados à cruz com uma corda, como também era prática na época.

Os testes genéticos e biológicos realizados aos restos mortais indicam que se tratava de um homem de estatura magra, com altura abaixo da média, e idade entre os 30 e os 34 anos.

Os vestígios revelam também que o corpo foi directamente enterrado no chão, algo inusual nos enterros romanos, o que indicia que poderia ser um escravo ou um prisioneiro. “A marginalização do enterro indica que era, provavelmente, um indivíduo considerado perigoso ou difamado na sociedade Romana”, refere Emanuela Gualdi ao Live Science.

A crucificação era uma punição muito severa que infligia grande dor e que levava as vítimas a agonizarem até à morte durante vários dias. Os corpos eram depois deixados a apodrecer na cruz ou para serem comidos por animais, mas nalguns casos eram enterrados.

“Embora este tipo de execução brutal tenha sido aperfeiçoado e praticado durante muito tempo pelos Romanos, as dificuldades em preservar ossos danificados e em interpretar traumas, dificultam o reconhecimento de vítimas de crucificação, tornando este testemunho ainda mais precioso”, destaca Ursula Thun Hohenstein.

Além disso, os pregos usados nas crucificações eram, muitas vezes, recuperados dos corpos, para reaproveitamento, acrescenta Emanuela Gualdi no Live Science. Mais um dado que complica a detecção de sinais destas mortes brutais.

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Mas no tempo dos romanos não havia cruz mas sim uma estaca, onde eram pendurados até morrer. Essa da cruz foi uma invenção já com Constantino, no IV século depois de Cristo morrer, vale a pena pesquisar os costumes romanos da época

  2. Segundo os relatos da bíblia, os pregos foram cravados nas mãos de Jesus. A prova mais importante que atesta uma das maneiras de crucificar, é, sem dúvida, o famoso Sudário de Turim. Está provado, cientificamente, que este artefacto envolveu um homem crucificado com a particularidade dos pregos terem sido cravados nos pulsos e nos pés.

    • “relatos da bíblia”?
      Não era uma cruz… Eram dois pedaços de madeira cruzados (a letra “x”).
      Quem criou o mito da cruz foi a Santa Sé, no tempo em que contradize-la era excomunhao, descrédito e fogueira, não necessariamente nessa ordem.

RESPONDER

Barry Jenkins vai realizar sequela de "O Rei Leão"

O realizador e argumentista de Moonlight foi escolhido pela Walt Disney Studios para realizar a sequência do blockbuster de 2019, O Rei Leão. Ainda não há uma data de lançamento prevista para o segundo filme, mas …

"Não me sinto seguro sem uma". Venda de armas aumentou drasticamente nos EUA

Os EUA continuam a ser um dos países onde os cidadãos comuns têm mais facilidade em comprar armas de fogo. Esta é uma prática recorrente, e mais de um terço das famílias norte-americanas têm uma …

Pássaros de São Francisco aprenderam uma nova (e mais complexa) melodia durante a pandemia

Uma nova investigação científica relata que os pardais-de-coroa-branca de São Francisco, ave que vive nas zonas urbanas e rurais da cidade norte-americana, aprenderam uma nova e mais complexa melodia durante a pandemia. De acordo com …

Enorme espinha dorsal de tubarão-branco dá à costa em Massachusetts depois de uma tempestade

A espinha dorsal que se acredita pertencer a um espécime de tubarão-branco (Carcharodon carcharias) deu à costa numa praia em Massachusetts, nos Estados Unidos, depois de uma tempestade ter atingido a região. A espinha foi encontrada …

A China está a tornar-se o país com maior influência na ONU

Há dez anos, a China começou uma operação que lhe tem vindo a garantir mais influência nas Nações Unidas. Agora, o poder que possui na organização mundial protege o país asiático do escrutínio internacional. De acordo …

Uma droga pode tratar o nanismo (mas há quem defenda o "orgulho anão")

Um estudo vem agora revelar que uma droga pode tratar o nanismo. Porém, a possibilidade de haver um tratamento para esta condição clínica não é consensual. Um novo estudo, financiado pela BioMarin Pharmaceutical e publicado no …

Meghan Markle perde batalha judicial. Em causa está carta que enviou ao pai (divulgada por jornal britânico)

Depois de no passado mês de agosto, Meghan Marke vencer uma batalha judicial contra o Mail on Sunday, desta vez a Duquesa de Sussex não pode festejar mais uma vitória. A norte-americana perdeu a última …

Após acidente, robô-piloto voltou a levantar voo (e pilotou avião durante 2 horas)

O ROBOpilot, um piloto robótico não tripulado, levantou voo pela primeira vez no ano passado, mas sofreu danos durante um dos seus voos. Agora, está apto para voar novamente. No ano passado, um acidente forçou o Laboratório …

David Attenborough bateu um recorde mundial no Instagram (e destronou Jennifer Aniston)

O naturalista britânico David Attenborough destronou a atriz norte-americana Jennifer Aniston e tornou-se a pessoa a alcançar mais rapidamente um milhão de seguidores no Instagram, segundo os números do Guinness. David Attenborough, de 94 anos, …

Indonésia planeia atração turística com dragões de Komodo ao estilo de Jurassic Park

A Indonésia planeia construir uma atração ao estilo da saga Jurassic Park para que os turistas possam ver os famosos dragões de Komodo. De acordo com a revista Vice, em causa está uma proposta de …