Rangel atira a Marques: “Não é altura de brincar às eleições”

PSD / Flickr

Paulo Rangel

Paulo Rangel acusou o PS e o cabeça-de-lista Pedro Marques de “não levarem a sério” as eleições, criticando a “ambiguidade” do seu adversário.

O cabeça-de-lista do PSD, Paulo Rangel, voltou a lançar as garras a Pedro Marques, desta vez na Cerâmica Arganilense. Rangel, que não estava para brincadeiras, decidiu denunciar a “ambiguidade do cabeça-de-lista do PS que é incapaz de dizer se quer ou não quer assumir o seu mandato como parlamentar europeu ou se quer eventualmente ser comissário europeu“.

Para Rangel, Marques foi ambíguo na sua resposta, “esquivou-se”, sugerindo que a candidatura do socialista era de “aluguer” para seguir para comissário europeu.

Isto não é altura de brincar às eleições“, avisou. Para o social-democrata, ou Pedro Marques “quer mesmo ir para o Parlamento Europeu” ou “se não quer, tem de dizer que não quer, não pode viver na ambiguidade, não pode andar a enganar, não pode prometer que vai ser deputado para depois deixar de ser. Isso não pode ser”.

Esta ambiguidade, “revela que o PS e o seu cabeça-de-lista não levam a sério estas eleições”, atirou. Ainda assim, esta dualidade não o surpreende, uma vez que, “já em janeiro”, Portugal tinha tido “um ministro das Infraestruturas e do Planeamento que andou a prometer tudo a todos, a falar de milhares de milhões de euros para os próximos 10 anos, para chegar ao dia 18 de fevereiro e sair de ministro“.

No seu discurso, durante um jantar com militantes e simpatizantes da candidatura, em Arganil, Paulo Rangel manifestou indignação pela “visão burocrática e centralista” do Governo PS e avisou que o Portugal pode “perder o dinheiro” do fundo de solidariedade atribuído pela Comissão Europeia.

“O que existe é burocracia e mais burocracia e corremos o risco de chegar ao fim e perder o dinheiro e ter de o mandar para Bruxelas outra vez. É esta a consideração que o Governo de António Costa tem”, disse.

Rangel frisou que, dos 50 milhões de euros do fundo de solidariedade da Comissão Europeia, “metade foi para a administração central e outra metade está paralisada em burocracias”.

“Nem um cêntimo até agora a população destes territórios viu. Esta gente não merece o nosso voto, nem merece o nosso apoio”, apelou, considerando que no dia 26 de maio o PSD “tem todas as condições para uma enorme vitória”.

Na mesma linha dos comícios anteriores, adianta o Observador, Rangel insistiu nas falhas do Governo na saúde e na Proteção Civil. O candidato do PSD vê “indícios terríveis” em áreas como a mortalidade infantil. Para o social-democrata tudo isto está relacionado com “os cortes e as cativações” e acusa a ministra da Saúde, Marta Temido, de estar “constantemente a fazer bullying sobre o SNS”.

Além disso, acusou o Governo de Costa de ser o “governo mais eleitoralista de sempre”, que promove apenas “medidas ilusórias, que façam vista para ver se alguém vai votar.”

ZAP // Lusa

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. EPÁ ENXERGUEM-SE!!!!!!
    As pessoas querem ouvir propostas de valor sobre o que pretendem fazer no panorama europeu, não querem ouvir estes ataques constantes de extremo a extremo!
    Fogo, já mete nojo!
    Parecem putos…. Raio da canalha!
    – “Não fui eu foste tu… o meu pai é melhor que o teu, toma toma”

    • Um governo que não governa. Portugal está uma miséria. Quando nos vemos livres deste governo SÓ FAMÍLIA ?

    • O político é muito novo, não sabe nada do passado. Nem está interessado em saber. O que conta é, sobretudo, a voz que lhe dão e o pagamento que lhe fazem. Rui Rio perdeu a mão sobre esta gente miúda…

    • Foi para o Conselho Europeu, mas antes pediu opinião ao Presidente da República Sampaio que concordou, porque achava que o cargo prestigiava o país. Este primeiro ministro foi diferente daquele que não pediu opinião a ninguém para meter milhões ao bolso. A diferença entre os dois é abismal, sr. Luís.

  2. Mas alguém quer realmente saber disto para alguma coisa? Ainda no outro dia vi na televisão um senhor a dizer que estas eleições eram para eleger o governo. A grande maioria dos toinos que votam nem sabem para o que estão a votar.

  3. Este Gajo já tem idade para deixar de ser um anormal. É natural que não mostre qualquer intenção de fazer algo útil, apenas se preocupa estupidamente em atacar os adversários políticos que demonstram estar num patamar de educação muito superior à que demonstra ter. O partido que o elegeu para o Tacho da Europa é o mesmo que tomou as medidas que só agora estão a ser contestadas com este govern, mas como a maioria para quem fala é gente ignorante que segue um partido como se fosse um clube de futebol, é natural que apenas mostre que não passa de um oportunista e de um fraco político.

    • Ignorante és tu, caro Eugénio Santos. As medidas que foram tomadas, têm um responsável: Sócrates. Eu e todos os portugueses tivemos que suportar a hipoteca do país à troika, que o PS com ela celebrou para que nos emprestassem cerca de 90 mil milhões de euros. Já te esquecestes disso ? O partido a que te referes de forma possessa, a ele calhou-lhe a fava para dar cumprimento às etapas contratuais dessa hipoteca nacional. A esse partido e a todos nós que tivemos que suportar atrozmente os desvarios de um louco socialista. Ainda tens a lata de dizer que este governo (do mesmo partido da bancarrota) está a dar coisas ?! Quais coisas, quando foi o mesmo partido que nos roubou a todos nós ? Não tenhas amnésia, caro Eugénio. Como é que te prestas a bajular uma corja e um partido que tanto mal nos fez ?

      • Em Portugal é assim mesmo. O povo é burro e tem o que merece. Desejo que os nossos políticos continuem a roubar o povo, a gozar com este e no final ainda a cuspir-lhes para cima. É de resto o que se tem passado. E perante comentários como o do Eugenio, que de Génio nada tem, é o que o povo merece e vai continuar a ter.

  4. Eh, preciso de ajuda, estas eleições são para o parlamento Europeu? ou são para a assembleia da República?
    Parece que só discutem o que se passa ou passou aqui, não ouço nada sobre o que querem fazer ou fizeram lá fora, assim NÃO contem com o meu voto.
    Então eu vou votar num partido ou numa pessoa?
    É que se quiserem que vote no partido, tirem o cavalinho da chuva, Chulos… Chupistas, Tachistas

  5. Pois não sr. eurodeputado. é altura de ser sério e o senhor não o tem sido. A sua companha é uma campanha soez. Aproveita-se da dor e do sofrimento alheios para lançar lama em tudo que mexe e que não lhe agrada O senhor é um mau exemplo, alimenta-se de ódio, vingança e usa a baixa politica para tentar achincalhar os outros, o senhor não presta. O melhor que fazia era meter uma licença sabática.

    • Não te cheira a conversa, caro Barreira. A miséria dos incêndios ainda continua à espera de soluções, por isso é que te dói que qualquer pessoa passe por aqueles territórios para ver a tristeza que ainda se vê, pese embora tenham já decorridos 2 anos. Este governo ao menos deveria ter vergonha, para não ir ao ponto de dizer que o 1º ministro deveria ter sido preso, quando eclodiu essa tragédia. Até eu, hei-de passar por lá, para ver terra e casas queimadas e o sofrimento enorme de tantos portugueses.

      • Eu não costumo responder a anónimos, pois são covardes.
        Se você se quiser identificar , responder-lhe-ei com todo o gosto, ou tem medo de se identificar?

RESPONDER

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …