Rainha Isabel II promulga lei para saída do Reino Unido da União Europeia

O contestado e adiado projeto de lei que formaliza a saída do Reino Unido da União Europeia foi promulgado pela Rainha Isabel II, esta quinta-feira, viabilizando o Brexit dentro de uma semana, a 31 de janeiro.

O vice-presidente da Câmara dos Comuns, Nigel Evans, anunciou que o Projeto de Lei de Saída da União Europeia recebeu o selo real, o que faz do texto lei.

O consentimento da Rainha Isabel II veio horas depois de o projeto ter concluído a sua passagem pelo Parlamento britânico, obtendo a aprovação da Câmara dos Lordes.

Depois de ter inicialmente aprovado cinco propostas de alteração, que foram rejeitadas ontem pelos deputados da Câmara dos Comuns, esta câmara alta acabou por deixar passar o texto original.

Apresentadas por membros de partidos da oposição, como o Partido Trabalhista ou os Liberais Democratas, as cinco emendas pretendiam, por exemplo, permitir que as crianças refugiadas pudessem ser reunidas com os seus familiares próximos no Reino Unido, ou que o Governo introduzisse um documento físico para comprovar a autorização de residência aos cidadãos europeus depois do Brexit.

O Acordo de Saída precisa agora de ser votado e aprovado pelo Parlamento Europeu para o divórcio ser oficial, o que deverá acontecer já na próxima semana.

Três anos e meio depois de o Brexit ter sido decidido num referendo por 52% dos eleitores, em junho de 2016, o processo provocou uma crise política devido ao impasse no Parlamento, que rejeitou três vezes o acordo negociado pela antiga primeira-ministra e forçou o adiamento da saída.

Theresa May acabou por se demitir e foi substituída por Boris Johnson, que só conseguiu ultrapassar o impasse depois das eleições legislativas de 12 de dezembro de 2019, as quais venceu com maioria absoluta.

“Às vezes parecia que nunca iríamos passar a linha de chegada do Brexit’, mas conseguimos”, afirmou o atual chefe de Governo.

A saída do Reino Unido da União Europeia será oficialmente registada às 23h00 horas, no dia 31 de janeiro. O primeiro-ministro ainda sugeriu que se fizesse uma recolha de fundos para que o sino da torre do Big Ben tocasse a essa hora, mas o valor elevado do restauro — quase 600 mil euros — deixou cair a ideia.

Em vez disso, o chamado “Dia do Brexit” vai ser comemorado com a cunhagem de uma moeda especial, o içar de bandeiras nacionais em redor da Praça do Parlamento e um discurso especial de Boris. Na sua residência oficial, em Downing Street, também será projetado um relógio com a contagem decrescente até às 23h00.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

“É como ser queimado com ácido quente“. Planta venenosa australiana causa dores que podem durar anos

Os "cabelos" da planta gympie-gympie causam uma picada tão tóxica que a dor pode durar anos. Esta pode ser encontrada nas florestas australianas. A gympie-gympie, ou dendrocnide moroides, é um tipo de arbusto que recebe o …

Sporting 1-1 Famalicão | Leão volta a tremer e vê Porto a 6

Segundo empate consecutivo do Sporting na Liga NOS, e pelo mesmo resultado, 1-1. Na recepção ao Famalicão, o líder do campeonato começou bem, marcou, mas sofreu um golo de imediato e nunca mais se encontrou …

Arqueólogos descobrem túnel medieval na Polónia. Tinha restos mortais de 18 carmelitas

Uma equipa de arqueólogos descobriu um cemitério medieval onde estava sediado um mosteiro do século XIV. No local foi ainda encontrado um túnel com dezoito esqueletos de padres carmelitas. A descoberta ocorreu em Jaslo - uma …

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …

Variante sul-africana pode resistir à Pfizer. China pondera misturar vacinas

A variante do coronavírus descoberta na África do Sul pode "romper" a vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech até certo ponto, concluiu um estudo em Israel, embora a sua prevalência no país seja baixa e …

Rússia garante que não haverá guerra com Ucrânia. EUA desconfiam e prometem consequências

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, descartou este domingo a possibilidade de uma guerra com a Ucrânia, depois de Kiev ter manifestado preocupação com o reforço de tropas russas nas suas fronteiras. “Ninguém está a embarcar …

Inspetores do SEF rejeitam extinção sem aval do Parlamento (e dizem estar em causa o Espaço Schengen)

O sindicato dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) rejeitou este domingo a extinção daquele organismo sem a aprovação formal da Assembleia da República e considerou que está em causa a permanência de …

Testes rápidos registaram maior número de sempre. APED defende venda nos super e hipermercados

O recurso a testes rápidos de antigénio à covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34 mil realizados nesse dia, segundo dados do Instituto …