Quem denunciar corrupção passará a ter apoio jurídico

PhotoXpress

foto: Photoxpress

foto: Photoxpress

A Transparência e Integridade, Associação Cívica (TIAC), representante portuguesa da rede global anti-corrupção Transparency International, anunciou hoje que vai criar um centro de apoio e aconselhamento jurídico para ajudar quem denuncie casos de corrupção em Portugal.

O anúncio coincide com o Dia Internacional de Combate à Corrupção e o centro, que deverá estar operacional no primeiro semestre de 2014, está integrado num projecto internacional gerido pelo secretariado da Transparency International, em Berlim, que tem aberto estruturas semelhantes em vários países europeus.

Segundo João Paulo Batalha, membro da TIAC e coordenador do projeto, o centro pretende apoiar os cidadãos na denúncia de casos de corrupção, numa altura em que a organização recebe muitos pedidos vindos de cidadãos que não sabem como formular a sua queixa às autoridades competentes ou não confiam nas instituições da Justiça e pedem o apoio de organizações cívicas como a TIAC.

O objectivo do centro, de acordo com o mesmo responsável, é dar mais capacidade ao serviço de provedoria que a TIAC tem prestado, de forma voluntária, aos cidadãos que se dirigem à associação e que vão passar, assim, a contar com um apoio mais próximo.

Além de ajudar os cidadãos a formular as suas queixas de forma mais eficaz e a dirigi-las às autoridades competentes, o centro, que funcionará de forma totalmente gratuita, pretende também sensibilizar os portugueses para a importância da denúncia, acompanhando os casos que se revelem mais sensíveis ou relevantes.

Segundo a TIAC, a sistematização de denúncias e o seu acompanhamento na Justiça permitirão também identificar as áreas da corrupção com um impacto mais directo na vida dos portugueses e fazer recomendações de melhoria às autoridades políticas e judiciais.

Em comunicado, João Paulo Batalha salienta que a Provedoria TIAC será um reforço fundamental do trabalho desta associação, num país em que os cidadãos, “de uma forma geral, têm medo de denunciar crimes de corrupção”.

“Não temos em Portugal uma lei eficaz de protecção dos denunciantes, que ficam por isso sujeitos a todo o tipo de pressões e abusos — e as alterações legislativas que estão na calha não vão resolver o problema, se se limitarem a equiparar os denunciantes a testemunhas. É preciso ir mais além na protecção efectiva de quem colabora com a Justiça, como a TIAC tem recomendado insistentemente. O medo de represálias e a noção de que a queixa será inconsequente são as razões mais apontadas para que os cidadãos fiquem em silêncio perante casos de corrupção. É este estado de coisas que é urgente mudar”, diz João Paulo Batalha, na mesma nota.

O atendimento jurídico será assegurado por juristas ou estudantes de Direito em regime de voluntariado, sob supervisão de um jurista ligado ao projeto, através de protocolos de cooperação com Universidades e institutos de Direito que começarão a ser celebrados no início de 2014.

O projecto, com uma duração de 30 meses, tem financiamento da Comissão Europeia.

A TIAC, o ponto de contacto nacional da Transparency International, é uma associação sem fins lucrativos que tem como finalidade geral promover a legalidade democrática e a boa governação, combatendo a corrupção e fomentando os valores da transparência, integridade e responsabilidade na opinião pública, nos cidadãos e nas instituições e empresas públicas e privadas.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Depois da banca rota vem a abunancia.
    De resto Portugal não tem corrupção ??????????!!!!!!!!!! que bacurada eu escrevi agora. Ando a pagar pelos meus pecados e a alimentar os gordos.

RESPONDER

Descobertas filmagens inéditas de um centro de espionagem da II Guerra Mundial

Foi descoberta uma rara filmagem da instalação militar secreta Bletchley Park, no Reino Unido. Este centro de espionagem atuou durante a II Guerra Mundial e foi responsável por decifrar códigos alemães durante o período nazi. O …

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos com teoria da conspiração que liga covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações. Agora, o YouTube está …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …