Queixa-crime contra José António Saraiva por “incitar à violência contra transexuais”

(td)(dr) Gradiva / record.pt

O jornalista José António Saraiva, ex-director dos semanários Expresso e Sol

O jornalista e cronista é alvo de uma queixa-crime apresentada pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género por causa de um artigo que assinou no jornal Sol, no qual diz que as mudanças de sexo são “uma das coisas mais aberrantes” da medicina.

Intitulado “E se um homem nascer galinha”, o artigo de opinião de José António Saraiva é “atentatório da dignidade das pessoas transexuais” e “susceptível de favorecer a prática de actos de violência homofóbica e transfóbica“, acusa a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG).

A CIG apresentou queixa contra o jornalista no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) e vai reportar “os factos à Entidade Reguladora para a Comunicação Social, à Comissão da Carteira Profissional de Jornalistas e ao Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas, para que actuem em conformidade”, refere em comunicado.

A Comissão nota que o artigo de José António Saraiva pode “configurar a prática de crimes de discriminação sexual e de instigação à prática de crimes, designadamente contra a liberdade e a autodeterminação sexual”.

No texto em causa, o cronista do Sol refere que “as trocas de sexo por via cirúrgica são de uma inaudita brutalidade” e “uma das coisas mais aberrantes que a evolução da medicina trouxe”.

Considerando que se trata no fundo de usar “pessoas como cobaias”, Saraiva acrescenta que estas “transformações” são “burlas” e “embustes” porque “é impossível por via cirúrgica transformar um homem em mulher (ou o contrário), pela simples razão de que homens e mulheres não são apenas diferentes pelo facto de terem pénis ou vaginas: são diferentes em tudo”.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • E vise versa…….
      A diferença de opinião não pode ser potencializar a discriminação e a violência.
      Também posso ter a opinião que vc é feio (a) e não deve andar na via pública. … é uma opinião !

  1. Completamente de acordo.
    Os médicos estão sempre tão atentos a situações de ética ou coisa parecida e então com esta situação (que eu nem encontro adjectivo apropriado para a classificar), prestam-se a estes trabalhos?!
    E depois queixam-se de aparecer este e aquele com ideias fora do polìticamente correcto !
    Isto é daquelas “coisas” equiparadas à barbárie.

  2. Acho espectacular uma queixa sobre um artigo de opinião… Sermos processados por termos uma opinião. Depois falam da liberdade de expressão

Crise no setor de petróleo pode ser a pior dos últimos 100 anos

A crise no setor de petróleo pode ser a pior dos últimos 100 anos, antevê o presidente da Petrobras. O brasileiro calcula que o preço do barril de petróleo caia dos 40 para os 25 …

Ministro alemão encontrado morto "estava muito preocupado" com apoio à população

O ministro das Finanças do Estado alemão de Hesse, Thomas Schäfer, foi encontrado morto no sábado. O corpo do político estava nos carris de uma linha de comboios de alta velocidade, na cidade de Hochheim, …

Oposição denuncia sequestro de dois membros da equipa de Guaidó

Este domingo, a oposição venezuelana denunciou que alegados funcionários das forças de segurança sequestraram dois membros da equipa do líder da oposição, Juan Guaidó. Rafael Rico, do partido Vontade Popular, indicou que o sequestro teve lugar …

Há 853 profissionais de saúde infetados. Cerco sanitário no Porto em discussão

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, revelou que existem 853 profissionais de saúde infetados com a covid-19 em Portugal. Em conferência de imprensa ao fim da manhã desta segunda-feira, depois de a …

Fazer despedimentos ou não renovar contratos são situações distintas, explica Siza Vieira

O ministro da Economia afirma que o acesso aos apoios financeiros do 'lay-off' simplificado está condicionado ao compromisso de não haver despedimentos, mas reconhece que despedimento e não renovação são situações distintas. O ministro da Economia …

Empresas denunciadas por abusos nos despedimentos e violações ao código de trabalho

A CGTP recebeu denúncias a 40 empresas em que são relatadas situações de abuso e aproveitamento laboral. Milhares de trabalhadores foram afetados em todo o país, garante a líder sindical. Isabel Camarinha, classificou como "muito negro" …

NOS Primavera Sound adiado para setembro

Devido ao estado de emergência em que o país se encontra, resultado do surto de COVID-19, a nona edição do NOS Primavera Sound foi adiada e vai acontecer de 3 a 5 setembro. “Perante este cenário …

Twitter apaga publicações de Bolsonaro que defendiam fim das medidas de contenção

O Twitter bloqueou dois vídeos publicados no perfil oficial de Jair Bolsonaro sobre a visita que fez no domingo a vários pontos de Brasília, contrariando as recomendações sanitárias da Organização Mundial de Saúde (OMS) para …

País vai entrar no "mês mais crítico" da pandemia (e medidas vão ser prolongadas)

O primeiro-ministro, António Costa, avisou esta segunda-feira que Portugal "vai entrar no mês mais crítico desta pandemia" da covid-19 e por isso é necessário que se prepare para esta fase. António Costa falava aos jornalistas na …

Bancos também dão moratória no crédito automóvel

Para além da moratória no crédito à habitação decretada pelo Governo, alguns bancos estão a alargar a moratória ao crédito de consumo, como por exemplo, à prestação do carro. Face à pandemia de covid-19, o Governo …