Queimar todos os combustíveis fósseis do Mundo derreteria a Antártida

A capa de gelo da Antártida derreteria se se queimassem todas as reservas disponíveis de combustíveis fósseis da Terra, o que se traduziria por uma subida do nível dos oceanos entre 50 a 60 metros.

A conclusão foi avançada por um estudo publicado na revista Science Advances.

O estudo, desenvolvido por uma equipa de investigadores do PIK – Instituto de Postdam para a Investigação do Impacto Climático, na Alemanha, e da Universidade de Stanford, nos EUA, assinala que a contribuição da Antártida para o aumento do nível do mar poderia limitar-se a alguns metros, que pode ser gerível, se o aquecimento global não superar os dois graus centígrados.

Superar esse limiar do aquecimento global até 2100 em relação ao período anterior à Revolução Industrial significaria a desestabilização do continente gelado, o que levaria as águas e mudaria o perfil das regiões costeiras de todo o mundo.

Este fenómeno “não aconteceria da noite para o dia, mas é alucinante que as nossas ações de hoje estejam a mudar o planeta Terra como o conhecemos e continuem a fazer-se sentir durante dezenas de milhares de anos”, advertiu a cientista Ricarda Winkelmann, investigadora do PIK.

“Se queremos evitar que a Antártida perca todo o gelo, é necessário que mantenhamos o carvão, o petróleo e o gás debaixo de terra“, acrescentou a investigadora, que indicou que “o risco no longo prazo aumenta com cada décima de aumento do aquecimento global adicional”.

pik-potsdam.de

Prof. Dr. Ricarda Winkelmann, do Instituto de Postdam para a Investigação do Impacto Climático

Prof. Dr. Ricarda Winkelmann, investigadora do Instituto de Postdam para a Investigação do Impacto Climático

Através do uso de cada vez mais energia fóssil “aumentamos o risco de causar mudanças que não seremos capazes de parar ou reverter no futuro”, acentuou Alders Levermann, coautor do estudo.

Com efeito, assinalou, a camada de gelo da Antártida ocidental “poderia ter entrado já numa fase de perda de gelo imparável“.

Para realizar o estudo, os cientistas calcularam as emissões de gases com efeito de estufa resultantes da queima de carvão e petróleo.

Desta forma, a queima de todos os recursos disponíveis de combustíveis fósseis geraria emissões de cerca de 10 mil milhões de toneladas de carbono, o que se traduziria na perda do gelo da Antártida nos próximos 10 mil anos.

As simulações dos cientistas indicam que tal degelo o nível de água do mar aumentaria até três metros cada século durante o primeiro milénio.

Mesmo que o aquecimento global se limitasse a dois graus centígrados, limite a partir do qual se dá por indiscutível que as alterações climáticas são incontroláveis, existiria o risco de desestabilizar a camada de gelo da Antártida ocidental.

Hoje em dia, a Antártida contribui com menos de 10% para o aumento do nível da água do mar, valores menores quando comparados com a expansão térmica do aquecimento dos oceanos e a fusão dos glaciares das montanhas.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Horacio Cartes, ex-Presidente do Paraguai, alvo de mandado de prisão no Brasil

Um juiz do Brasil emitiu esta terça-feira uma ordem de prisão contra o ex-Presidente paraguaio Horacio Cartes (2013-2018), num caso relacionado com a Operação Lava Jato, informaram fontes oficiais. A decisão foi tomada pelo juiz brasileiro …

Ex-futebolista Koke detido em operação contra tráfico de droga

O antigo futebolista espanhol do Sporting é um dos 20 detidos pelas autoridades espanholas numa operação contra o tráfico de drogas. Esta operação foi desencadeada com 11 buscas simultâneas em Sevilha, Málaga e Granada, envolvendo 150 …

Brasil. Técnica que esteriliza o mosquito do zika e dengue será aplicada em 2020

O Brasil irá usar a partir do próximo ano mosquitos estéreis da espécie 'Aedes aegypt' para controlar a reprodução deste agente que transmite doenças como dengue e zika, anunciou a Organização das Nações Unidas (ONU). A …

FC Porto encaixa até 50 milhões com novo adiantamento de receitas televisivas

A SAD do FC Porto encaixou 30 milhões de euros com uma nova emissão de obrigações pela Sagasta, envolvendo a cedência de receitas futuras de direitos televisivos, e podem entrar mais 20 milhões em janeiro. Em …

Verdes denunciam depósito ilegal de amianto em aterros para resíduos não perigosos

Os Verdes questionaram o Governo sobre casos de depósito de amianto em aterros para resíduos não perigosos. Esta é uma prática ilegal segundo a legislação portuguesa. O Partido Ecologista "Os Verdes" entregou na Assembleia da República …

Autarquias desperdiçaram 128 litros de água por dia em 2018

A Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros encabeça a lista de entidades gestoras que mais água desperdiçam diariamente: 538 litros diários por ramal. Em 2018, a média de perda de água em Portugal continental situou-se nos …

Há mais de 100 mil crianças migrantes detidas nos EUA, garante a ONU

Mais de 100 mil crianças migrantes estarão atualmente em centros de detenção nos Estados Unidos (EUA), disse na segunda-feira um perito independente da Organização das Nações Unidas (ONU), esclarecendo que esta estimativa, que classificou como …

Milhares de manifestantes impedem abertura do parlamento do Líbano

Milhares de manifestantes bloquearam esta terça-feira os acessos ao parlamento do Líbano, obrigando a adiar novamente a análise de várias leis, como a que prevê uma amnistia a quem tem impostos em dívida, contestada por …

Huawei quer implementar 5G no Brasil

O Presidente do Brasil afirmou na segunda-feira que a gigante das telecomunicações chinesa Huawei pretende instalar a tecnologia de quinta geração (5G) no país, mas rejeitou que tenha sido feita uma proposta. O anúncio foi feito …

Benfica lança OPA para controlar SAD. Ações valorizam 70%

As ações da Benfica SAD estavam a valorizar 70%, para os 4,70 euros, um dia depois da Sport Lisboa e Benfica SGPS ter lançado uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre 28,067% do capital da …