Quatro privadas decidem fechar por falta de alunos

Clonny / Flickr

-

As quatro instituições de ensino superior  já não têm capacidade para assegurar a manutenção dos estabelecimentos, situação provocada pela queda significativa da procura do setor.

Instituto Superior de Educação e Trabalho, no Porto, Instituto Superior Bissaya Barreto, em Coimbra, Instituto Superior de Espinho e Escola Superior de Educação de Torres Novas. São estas as quatro universidades privadas que decidiram fechar portas por uma perda significativa do número de estudantes, avança o jornal Público.

A quebra da procura do setor está a tornar insustentável a manutenção dos seus estabelecimentos e por isso as quatro estão em processo de encerramento voluntário, uma situação que está prevista no Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior.

Em conversa com o mesmo jornal, o diretor do Instituto Superior de Espinho, António Silva Dias, não quis fazer grandes comentários sobre a decisão tomada.

O responsável do estabelecimento de ensino, que neste momento tem menos de uma dezena de alunos, limitou-se a dizer que o encerramento se deve à “decisão estratégica da entidade instituidora”, a Sociedade Promotora de Estabelecimentos de Ensino, de “direccionar o seu investimento para outros projetos”.

Já os responsáveis das outras instituições são bastante mais claros quando toca a falar dos motivos que levaram a este encerramento.

O número de alunos não era suficiente para financiar a manutenção da instituição”, avança fonte da Escola Superior de Educação de Torres Novas que, este ano, tinha apenas 15 alunos.

A mesma justificação é dada pela Fundação Bissaya Barreto ao dizer que o encerramento é uma “consequência da diminuição gradual e acentuada do número de alunos registada nos últimos anos”.

Esta notícia vem no seguimento de uma outra que dizia que o Ministério da Educação já estava a averiguar estes casos, sendo que o número total de estabelecimentos a fechar pode chegar às dez.

Porém, o fecho destes estabelecimentos não pressupõe que os alunos tenham de sair antes de terminarem os seus cursos.

Os estudantes que ainda frequentam estas instituições estão protegidos por um conjunto de medidas que os permite concluir as respetivas formações antes do fecho definitivo das universidades.

Enquanto que o Instituto Bissaya Barreto se mantém em funções até 2019 e o Instituto Superior de Educação e Trabalho fecha em 2016, por outro lado, os outros dois estabelecimentos fecham já no final deste ano letivo.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

41 países comprometem-se com iniciativa "Clima e Qualidade do Ar"

A iniciativa "Clima e Qualidade do Ar", apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações …

Reino Unido. Trabalhistas querem abolir ensino privado se forem Governo

O Partido Trabalhista britânico compromete-se a abolir o ensino privado no Reino Unido caso venha a formar Governo. O plano do partido liderado por Jeremy Corbyn implica nacionalizar e integrar no sistema educativo público todas …

Rio acusa PS de se comportar como "dono disto tudo" (e diz que também tem um "Centeno")

No último debate a dois antes das legislativas de 6 outubro, os líderes do PSD e PS trocaram esta segunda-feira críticas - em tom leve e cordial -, recordando telhados de vidro de cada força …

Em decisão histórica, partidos árabes recomendam Gantz como primeiro-ministro de Israel

O Presidente de Israel, Reuven Rivlin, iniciou este domingo as suas consultas para a formação de um novo Governo. A Lista Conjunta, uma coligação que reúne os principais partidos árabes do país (Balad, Hadash, Ta’al …

Tancos. Azeredo Lopes teve "exercício perverso" de funções públicas, diz Ministério Público

O Ministério Público (MP) já terá terminado a acusação do caso de Tancos, na qual sustenta que o antigo ministro da Defesa Azeredo Lopes soube de toda a encenação, tendo ainda tentado tirar louros políticos …

Salário de 273 mil euros brutos anuais para Varandas revolta accionistas do Sporting

Um grupo de acionistas do Sporting fez chegar ao presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG) da Sporting SAD, Bernardo Ayala, um pedido em que exige a retirada da proposta de aumento salarial para o …

Eleições na Madeira. A noite em que quem perdeu ganhou e quem ganhou perdeu

Depois de 43 anos de poder absoluto, o PSD perdeu este domingo pela primeira vez a maioria do parlamento da Madeira. O PS, que atingiu um valor histórico na região, também reclamou louros de vitória. …

Jesus "nunca treinou um grande clube da Europa" e "nunca conquistou nada"

O treinador do Grémio, Renato Gaúcho, voltou a criticar Jorge Jesus, dizendo que o técnico português, aos 65 anos, nunca treinou um grande clube na Europa. "O Jorge Jesus ganhou 2/3 títulos portugueses. Saiu de Portugal …

Governo promove 5.000 militares antes das eleições

Quase 5.000 militares dos três ramos das Forças Armadas, Exército, Marinha e Força Aérea vão ser promovidos este ano. De acordo com o Correio da Manhã, o Ministério da Defesa enviou a lista dos 4.945 nomes …

Mourinho confessa que mereceu ser despedido do Manchester United

Depois de ter sido despedido do Manchester United, em dezembro, Mourinho continua sem clube. Contudo, admite que mereceu ser despedido após uma série de maus resultados. Atualmente comentador desportivo na Sky Sports, José Mourinho foi questionado …