Quatro privadas decidem fechar por falta de alunos

Clonny / Flickr

-

As quatro instituições de ensino superior  já não têm capacidade para assegurar a manutenção dos estabelecimentos, situação provocada pela queda significativa da procura do setor.

Instituto Superior de Educação e Trabalho, no Porto, Instituto Superior Bissaya Barreto, em Coimbra, Instituto Superior de Espinho e Escola Superior de Educação de Torres Novas. São estas as quatro universidades privadas que decidiram fechar portas por uma perda significativa do número de estudantes, avança o jornal Público.

A quebra da procura do setor está a tornar insustentável a manutenção dos seus estabelecimentos e por isso as quatro estão em processo de encerramento voluntário, uma situação que está prevista no Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior.

Em conversa com o mesmo jornal, o diretor do Instituto Superior de Espinho, António Silva Dias, não quis fazer grandes comentários sobre a decisão tomada.

O responsável do estabelecimento de ensino, que neste momento tem menos de uma dezena de alunos, limitou-se a dizer que o encerramento se deve à “decisão estratégica da entidade instituidora”, a Sociedade Promotora de Estabelecimentos de Ensino, de “direccionar o seu investimento para outros projetos”.

Já os responsáveis das outras instituições são bastante mais claros quando toca a falar dos motivos que levaram a este encerramento.

O número de alunos não era suficiente para financiar a manutenção da instituição”, avança fonte da Escola Superior de Educação de Torres Novas que, este ano, tinha apenas 15 alunos.

A mesma justificação é dada pela Fundação Bissaya Barreto ao dizer que o encerramento é uma “consequência da diminuição gradual e acentuada do número de alunos registada nos últimos anos”.

Esta notícia vem no seguimento de uma outra que dizia que o Ministério da Educação já estava a averiguar estes casos, sendo que o número total de estabelecimentos a fechar pode chegar às dez.

Porém, o fecho destes estabelecimentos não pressupõe que os alunos tenham de sair antes de terminarem os seus cursos.

Os estudantes que ainda frequentam estas instituições estão protegidos por um conjunto de medidas que os permite concluir as respetivas formações antes do fecho definitivo das universidades.

Enquanto que o Instituto Bissaya Barreto se mantém em funções até 2019 e o Instituto Superior de Educação e Trabalho fecha em 2016, por outro lado, os outros dois estabelecimentos fecham já no final deste ano letivo.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …

Cerca de 40% dos hospitais têm ruturas diárias de medicamentos

Os preços "excessivamente baixos dos medicamentos genéricos" são a causa mais importante identificada pelos hospitais para as ruturas de fornecimento. Quase 40% dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) indicam ter diariamente ruturas no fornecimento …

Secretário de Estado: despenalizações como a que absolveu o Benfica vão terminar. "Será inapelável"

João Paulo Rebelo assegurou que a entrada em vigor da lei de combate à violência no desporto evitará situações como a que levou à recente anulação do castigo imposto ao Benfica. O secretário de Estado da …

Morales quis dialogar. Presidente interina da Bolívia mandou-o calar-se

O ex-Presidente Evo Morales ofereceu-se para regressar à Bolívia para "ajudar a pacificar o país, não para ser candidato", mas Jeanine Añez, que assumiu a presidência interina do país, respondeu que Morales não pode participar …

Cientistas reconstruiram a cara mutilada de uma guerreira Viking

Um esqueleto encontrado num cemitério Viking em Solør, na Noruega, tinha sido identificado como sendo de uma mulher há vários anos, mas os especialistas não tinham a certeza se tinha sido verdadeiramente uma guerreira. Agora, a …

Banco de Portugal vai pagar ao Estado valor recorde em dividendos em 2020

O Banco de Portugal deverá pagar ao Estado cerca de 550 milhões de euros em dividendos em 2020. Este é o montante que está em cima da mesa, mas ainda é prematuro calcular o valor. A remuneração …

Governo aprova salário mínimo de 635 euros para 2020

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o aumento do salário mínimo para 635 euros a partir de janeiro de 2020, medida que o Governo estima que poderá abranger 720 mil trabalhadores, foi anunciado. Em conferência …