Quase mil venezuelanos detidos por pernoitar junto a supermercados

Miguel Gutierrez / EPA

Venezuelanos protestam contra a falta de alimentos e produtos básicos em  Catia, Caracas

Venezuelanos protestam contra a falta de alimentos e produtos básicos em Catia, Caracas

Quase um milhar de pessoas foram detidas durante a noite, na Venezuela, quando faziam filas junto dos supermercados à espera que abrissem as portas, para comprar produtos básicos escassos no mercado local.

As detenções tiveram lugar no Estado venezuelano de Lara, e foram efetuadas por funcionários da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar), do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin) e do Exército, com base num decreto de 2015, que proíbe fazer filas nos supermercados durante a noite.

Segundo as autoridades venezuelanas, 948 pessoas foram colocadas à ordem do Ministério Público, das quais 303 foram detidas junto de sucursais da rede de supermercados Central Madeirense, (propriedade de madeirenses radicados na Venezuela), em Las Trinitárias (160) e Valle Hondo.

Em resposta, familiares concentraram-se em frente ao Ministério Público, na Avenida Morán, para saber dos detidos.

Algumas pessoas tentaram resistir à detenção o que originou situações tensas que foram controladas pelas autoridades, durante as quais 11 pessoas ficaram feridas com tiros de borracha, disparados pelas forças de segurança.

Uma jornalista que conseguiu fazer-se passar por uma cliente do supermercado denunciou que “uma quantidade enorme” de idosos foram enganados pelas autoridades, que lhes pediram a documentação para organizar as filas e depois os obrigaram subir a uma viatura e levados para uma esquadra onde permaneceram retidos até 8 horas.

Cada vez são mais frequentes as queixas de venezuelanos para conseguir, no mercado local, a farinha de milho, o café, açúcar, leite, manteiga, óleo, feijão e outros grãos, massa, arroz, entre outros produtos básicos, que quando chegam aos supermercados são vendidos sem chegar a ser colocados nas prateleiras.

São também cada vez mais frequentes e longas as filas de pessoas junto dos supermercados, num país onde a inflação ronda os 200%.

As autoridades venezuelanas proibiram os cidadãos de pernoitarem junto dos supermercados e os jornalistas de tirar fotografias ou entrevistar pessoas que estão a fazer fila, sob o risco de serem detidos e confiscado o seu equipamento.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …

Agente de viagens burlou Cristiano Ronaldo em 200 mil euros

Cristiano Ronaldo foi burlado, ao longo de mais de três anos, pela funcionária de uma agência de viagens a quem confiou os seus cartões de crédito e códigos. Jorge Mendes, Gestifute, Nani e Manuel Fernandes …

França diz-se "enganada" pela Austrália após suspensão de contrato de submarinos

Na semana passada, Estados Unidos, Austrália e Reino Unido anunciaram um acordo de defesa que inclui o desenvolvimento de submarinos nucleares na Austrália. O embaixador francês na Austrália, Jean-Pierre Thebault, disse esta segunda-feira que a França …

Sete mortos e 306 infetados nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta segunda-feira, 306 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Rússia Unida anuncia vitória nas legislativas

O partido do Kremlin, Rússia Unida, reivindicou no domingo a vitória nas eleições legislativas russas, mas a sua maioria constitucional na Duma, a câmara baixa do parlamento, está ainda por apurar, após a contagem de …