Putin reconhece: as condições de vida dos russos pioraram nos últimos anos

Yuri Kochetkov / EPA

O presidente da Rússia, Vladimir Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, admitiu esta quinta-feira que as condições de vida no país pioraram nos últimos anos, mas assegurou que as autoridades russas trabalham para reverter essa tendência, e enumerou os primeiros resultados desse trabalho.

O presidente russo, Vladimir Putin, fez esses comentários durante a sua tradicional entrevista em directo com os cidadãos, na qual explicou que a situação económica tem a ver com vários “golpes” sofridos pela economia russa nos últimos anos, que se traduziram numa queda contínua do rendimentoreal  da população — embora a situação, acrescentou, tenha começado a se reverter.

Putin minimizou a importância das sanções ocidentais que pesam sobre o país e realçou que a economia russa foi mais afectada pela queda dos preços dos produtos de exportação tradicional, como o gás, o petróleo, os metais, adubos e outros produtos da indústria química.

O chefe do Kremlin salientou que o ano passado os salários aumentaram 8%, e previu para este ano um aumento de 2,8%. “Os salários aumentam, em média, já que a situação é diferente em diversos sectores da economia, mas mostram uma tendência”, afirmou.

Segundo admitiu Putin, o salário mínimo actualmente é de cerca de 158 euros mensais, com uma inflação que se situou em 5% em junho, segundo o Banco Central da Rússia.

Segundo disse recentemente o presidente de Tribunal de Contas da Rússia, Alexei Kudrin, cerca de 12,5 milhões de russos vivem abaixo do limiar de pobreza, o que classificou de “uma vergonha, porque num país onde crescem os salários, não pode haver tantos pobres. O Kremlin negou esta situação.

Esta é a 17° vez que Putin usa este formato para responder ao vivo pela televisão às perguntas dos cidadãos sobre todo o tipo de assuntos, centrados principalmente em questões de ordem doméstica.

O ano passado, o líder russo respondeu a mais de 70 perguntas durante 4 horas e 20 minutos, embora o recorde absoluto tenha sido batido em 2013, quando esteve no ecrã durante 4 horas e 47 minutos, para responder a 85 perguntas.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Depois de os EUA sancionarem Ancara, Rússia está disponível para vender caças à Turquia

A Rússia anunciou estar disponível para vender a Ancara caças Sukhoi Su-35, aproveitando o crescente fosso entre os Estados Unidos (EUA) e a Turquia. A disponibilidade surgiu um dia depois de o Presidente Donald Trump ter …

Nova Lei de Bases da Saúde aprovada. PPP só na próxima legislatura

A maioria de esquerda aprovou esta quinta-feira uma nova Lei de Bases da Saúde, proposta pelo Governo socialista, em votação final global na Assembleia da República, contemplando o primado da gestão pública. As bancadas de PS, …

Itália. Eleição de Ursula Von der Leyen para a UE ameaça romper Governo

Quase todos os dias os dois chefes aliados, Luigi Di Maio, do Movimento 5 Estrelas (M5S), e Matteo Salvini, da Liga, atacam-se diretamente. Dentro de uma aliança de contrários, os dois partidos mobilizam as suas …

Homem descobriu a sua perna amputada na imagem de um maço de tabaco

Um albanês descobriu que uma fotografia da sua perna amputada foi usada, sem autorização, na parte da frente dos maços de tabaco. Um homem de 60 anos descobriu que uma fotografia da sua perna amputada foi …

Ilhan Omar promete continuar a ser o "pesadelo" de Donald Trump

"O pesadelo dele é ver uma refugiada imigrante somali a ascender ao Congresso. Vamos continuar a ser um pesadelo porque as suas políticas são um pesadelo para nós", disse Ilhan Omar. Esta quinta-feira, Ilhan Omar classificou …

Benfica confirma saída de Salvio para o Boca. "Chorei como um bebé"

O extremo Eduardo Salvio transferiu-se do Benfica para o Boca Juniors, na Argentina, num negócio esta quinta-feira oficializado pelo clube da Luz, que não revelou os valores envolvidos. O argentino esteve oito temporadas no Benfica, as …

"É preciso reduzir os impostos às pessoas, nomeadamente aos salários, e taxar o carbono"

Para António Guterres, a "vontade política esmoreceu" depois do Acordo de Paris aprovado em 2015. Entre medidas propostas em prol do clima, o Secretário-Geral das Nações Unidas fala em "acabar com subsídios aos combustíveis fósseis". António …

Costa: Marcelo não se recandidatar seria "incompreensível para 80% dos portugueses"

O secretário-geral do PS, António Costa, declarou esta sexta-feira que uma eventual não recandidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa seria "incompreensível para 80% dos portugueses" e adiantou que Eduardo Ferro Rodrigues voltará a ser …

Há mais de 600 edifícios condenados à demolição (e trazem custos para o cidadão)

Nos últimos dez anos, centenas de construções de todo o país foram listadas para demolir. Destas, faltam destruir atualmente mais de 600, segundo um levantamento citado esta sexta-feira pelo Correio da Manhã. Questões de segurança, ilegalidades …

Nepotismo e "filé mignon". Bolsonaro admite beneficiar filho para cargo diplomático

O presidente brasileiro admitiu, na quinta-feira, que "pretende beneficiar" o terceiro filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, indicado para embaixador nos Estados Unidos, mas garantiu tratar-se apenas de uma estratégia de política externa. "Pretendo beneficiar um filho …