Putin estará a comandar campanha para denegrir Biden, admite CIA

Heikki Saukkomaa / Lehtikuva Handout / EPA

O Presidente dos EUA, Donald Trump, e o seu homólogo russo, Vladimir Putin

Esta terça-feira foi divulgado um documento da CIA que aponta para interferência russa na degradação da imagem de Joe Biden.

Vladimir Putin está “provavelmente a comandar” uma campanha para denegrir Joe Biden, candidato do Partido Democrata às eleições norte-americanas. A informação surge num relatório confidencial da CIA, cujo conteúdo foi revelado por duas fontes anónimas ao jornal The Washington Post.

“Consideramos que o Presidente Vladimir Putin e os mais altos dirigentes russos estão cientes, e provavelmente a comandar, operações da Rússia que têm como objetivo denegrir o antigo vice-presidente [Biden] e alimentar a discórdia pública sobre as eleições de novembro nos Estados Unidos”, lê-se no relatório.

A informação consta de uma avaliação classificada da CIA, que data de 31 de agosto, cujo conteúdo sobre as intenções de Moscovo interferir nas eleições do próximo dia 3 de Novembro foi divulgado esta terça-feira. O documento tem por base informação de outros serviços além da CIA, como o FBI e a Agência de Segurança Nacional (NSA).

O relatório avança detalhes sobre a forma como o deputado ucraniano Andrii Derkach tem feito passar informação depreciativa em relação a Joe Biden através de lobistas, membros do Congresso e da comunicação social e com a ajuda de uma figura ligada a Donald Trump (que se sabe ser Rudolph W. Giuliani) e Vladimir Putin.

Segundo o diário norte-americano, este deputado ucraniano pró-Rússia manteve relações de proximidade com Rudolph Giuliani, advogado de Donald Trump, e esteve na origem da divulgação de gravações de chamadas telefónicas.

Entre o material, estão áudios de conversas de Biden com o presidente ucraniano da altura, Petro Poroshenko. Estes áudios servem de base à acusação de Trump de que o ex-vice de Barack Obama tentou influenciar a justiça ucraniana para que esta não investigasse o filho, Hunter Biden, que fazia parte da direção da Burisma Holdings, uma empresa de extração e produção de gás investigada pela justiça do país.

Recorde-se que Donald Trump insistiu várias vezes para que o atual Presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenskii, investigasse o filho de Joe Biden, enquanto bloqueava um prometido pacote de ajuda financeira ao país. A situação levou ao processo de impeachment do Presidente norte-americano, que acabou por ser chumbado no Senado.

A 10 de setembro de 2019, o Departamento do Tesouro norte-americano acusou Andrii Derkach de ser um “agente russo ativo há mais de dez anos” e de estar a tentar “minar as eleições presidenciais de 2020 nos Estados Unidos”.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Olha que surpresa!.. Que novidade…
    O problema é que a massa crítica “Americanosa” é tão estúpida que nem que dissessem que o Trump queria violar a Mãe e a mulher deles, eles eram os primeiros a amarrá-las à cama.

  2. Trump derrota facilmente o dorminhoco. O Biden nem com estética facial para tirar o enrugado, lá vai. Aqueles passinhos miudinhos já indiciam a sua pré-senilidade.

    • Mais uma campanha de desinformação. Biden tá com doença neurodegenerativa, não precisa de russos para o denegrirem pois a sua senilidade encarrega-se disso…

RESPONDER

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …

Novo estudo diz que Remdesivir não tem "impacto significativo" nos doentes com covid-19

Ao contrário do que se pensava, o medicamento antiviral remdesivir não reduz as mortes entre os pacientes com covid-19, sobretudo quando comparado com o tratamento padrão, de acordo com os resultados de um estudo internacional. Em …