Putin avisa: se Washington colocar mísseis na Europa, Moscovo vai retaliar

Yuri Kochetkov / EPA

Vladimir Putin disse num discurso à nação que a Rússia vai responder caso os Estados Unidos decidam implementar os novos mísseis de alcance intermediário na Europa.

Esta resposta, disse o presidente russo citado pelo The Washington Post, terá como alvo não só os países onde os norte-americanos implementaram o armamento, mas os próprios Estados Unidos.

Putin garantiu ainda que estão completos os testes de um novo míssil e drone com capacidade nuclear e que essas armas estão preparadas para serem incluídas no arsenal do país.

Segundo o The New York Post, Putin rejeitou as acusações dos Estados Unidos de que a retirada do tratado das Forças Nucleares de Alcance Intermediário em 1987 foi motivada por violações russas do pacto, acusando ainda os EUA de falsas acusações contra a Rússia para justificar sua decisão de sair do pacto.

Putin disse ainda que a Rússia não será a primeira a implantar novos mísseis de alcance intermediário na Europa, mas alertou que vai retaliar se os EUA colocarem esses mísseis no continente.

“É o direito deles pensarem como querem. Mas conseguem contar? Tenho a certeza que sim. Vamos deixá-lo contar a velocidade e o alcance do sistema de armas que estamos a desenvolver”, disse o presidente russo, acrescentando que “a Rússia será forçada a criar e implementar tipos de armas que possam ser utilizados não só em relação aos territórios de onde surge a ameaça direta, mas também em relação aos territórios onde os centros de decisão estão localizados”.

Para Putin, segundo o Observador, caso os Estados Unidos implantem novos misseis na Europa, a Rússia não tem escolha: terá que responder, pois esta situação iria reduzir drasticamente o tempo que leva os mísseis norte-americanos a alcançar a Rússia, algo que, segundo o líder russo, constitui uma ameaça direta.

“Sabemos como fazer isto e vamos implementar estes planos imediatamente, logo que as ameaças se tornem uma realidade”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O filho da Putin vai retaliar como?
    Será que vai invadir a Ucrânia e a Geórgia?
    Ah, espera…
    Enquanto boa parte dos russos vivem na miséria, este psicopata está preocupado com mísseis!…

    • Acho bem pois são os únicos a poder retaliar contra as investidas constantes dos estados unidos em todo mundo para se apodera de todas as riquezas naturais do resto do mundo, enquanto as deles ficam no solo para poderem depois cobrar o que quiserem, quando as riquezas naturais do resto do mundo estiverem a zero.
      É triste que ninguém tenha essa noção…

      • Pois… por acaso, a Rússia nunca fez nada disso – é que nem pensar!!…
        E, como se sabe, o povo russo vive muito bem e toda a gente quer ir viver para a Rússia!…
        O filho da Putin, além de fazer igual ou pior do que os EUA, faz isso fora e DENTRO da própria Rússia, fazendo com que, no país com mais recursos naturais do mundo (e apenas com 150 milhões de habitantes para uma área de 5x a União Europeia!), a maioria da população viva miseravelmente – enquanto ele é “apenas” o homem mais rico do mundo!!
        É triste que, muitos dos que falam da Rússia apenas para contrariar o imperialismo americano, não tenham essa noção…

  2. Este anda por aí a fazer publicidade e ameaças com novos mísseis intercontinentais de última geração e sente-se no direito de manter o terreno limpo nos arredores da casa dele, nada burro!

  3. Sou daquelas pessoas que acredita que os Estados Unidos Americanos e a Rússia, perpetuam um enorme teatro. Não acredito que se queiram enfrentar numa guerra mundial, e a Europa no meio geografico, politicamente iria deixar?

RESPONDER

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …