“Putin de Lisboa” e petardos aquecem ambiente para o Sporting-FC Porto

5

Estela Silva / Lusa

FC Porto - Sporting

Confusão no finasl do FC Porto-Sporting (2-2) de 11 de Fevereiro de 2022.

O Sporting recebe, nesta quarta-feira, o FC Porto em jogo da primeira-mão das meias-finais da Taça de Portugal. E depois do último clássico entre os dois clubes, os ânimos aquecem ainda mais com o rebentamento de petardos à porta do hotel dos portistas e uma polémica em torno do “Putin de Lisboa”.

O director de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, veio a público falar do “Putin de Lisboa” depois de a comitiva portista ter sido alvo de uma tentativa de medição da temperatura, no aeroporto, à chegada a Lisboa, no âmbito das medidas contra a covid-19.

Os portistas viajaram do Porto para a capital de avião e Francisco J. Marques estranhou a medida. “Estamos a falar de um voo charter e doméstico, só com pessoas do FC Porto”, apontou o responsável portista numa publicação no Twitter.

O Sporting teve que cumprir o mesmo procedimento no sábado passado, à chegada a Lisboa, após o jogo com o Marítimo na Madeira.

“Depois de muitos protestos e perante a ausência de quem quer que fosse para proceder à medição da temperatura, a polícia assumiu a responsabilidade e permitiu a saída da comitiva do FC Porto”, contou ainda Francisco J. Marques, salientando que “não são estas patetices de um qualquer Putin lisboeta que vão afectar a equipa”.

Estas palavras, em especial a comparação com Putin numa altura em que decorre uma guerra na Ucrânia promovida pelo presidente da Rússia, geraram uma onda de críticas ao director de comunicação dos portistas.

Francisco J. Marques acabou por apagar a publicação e, já nesta quarta-feira de manhã, lançou mais uma revelação no seu perfil do Twitter, referindo-se ao rebentamento de petardos.

“Sem comparações com o que quer que seja”, começa por escrever o responsável portista, salientando que “esta madrugada, à 1h00, a equipa do FC Porto foi acordada por vários estrondos“. O “presidente levantou-se e foi perceber o que se passava, tendo sido informado pela polícia que nas traseiras do Altis foi encontrada uma caixa com dez petardos“, relata ainda.

“Mais tarde, às 06h00, a situação repetiu-se, com vários estrondos a ouvirem-se novamente, com o claro objectivo de perturbar o descanso dos jogadores do FC Porto“, conta também Francisco J. Marques.

O último clássico entre FC Porto e Sporting, para o campeonato, acabou em clima de guerra, com agressões entre jogadores e muita confusão. Estas palavras de Francisco J. Marques vêm aquecer ainda mais o ambiente para o jogo desta quarta-feira.

“Ninguém quer ver repetido o que se passou no Dragão”

O treinador do FC Porto reconhece que os incidentes do último jogo com o Sporting foram “demasiados” e garante que ninguém os quer repetir na partida desta quarta-feira.

“São situações desagradáveis que aconteceram, mas temos pessoas inteligentes nos dois clubes para perceberem que aquilo foi demasiado“, salienta Sérgio Conceição, em conferência de imprensa.

O técnico nota que o objectivo do FC Porto é “chegar à final e ganhar” e diz que espera que a sua equipa “dê o melhor”, mesmo “num contexto de muitos jogos”.

Neste cenário, Sérgio Conceição admite fazer a gestão do plantel. “Temos que olhar para quem está melhor e perceber qual o onze que nos pode dar garantias para ganhar o jogo”, aponta.

Sobre o Sporting, o treinador portista refere que é “um adversário forte”. “É o campeão nacional, está na Liga dos Campeões, tem uma equipa forte, com uma boa equipa técnica, com bons jogadores individualmente e bem trabalhada colectivamente”, aponta.

Ruben Amorim conta com Tabata

Do lado dos leões, o treinador Ruben Amorim também realça que é preciso “dar um exemplo melhor daquilo que foi o jogo no [Estádio do] Dragão”. Mas garante que não teve “conversa nenhuma, porque é tão claro que temos de ser melhores nesse aspecto e os jogadores são homenzinhos e não precisam de nenhuma conversa”.

O técnico leonino também se recusa a a acreditar que Tabata seja novamente castigado antes do final deste mês. “Estou a contar com o Tabata”, refere, manifestando-se “tranquilo”.

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) reúne-se hoje, pela primeira vez, após o final das suspensões preventivas de Tabata e de Pepe, resultantes dos incidentes registados no final do FC Porto-Sporting.

O avançado dos leões e o defesa dos dragões foram castigados com dois jogos, mas o CD da FPF abriu uma investigação ao comportamento de ambos que pode resultar em penas adicionais.

O Sporting recebe o FC Porto às 20:45 horas, no Estádio José Alvalade, num jogo com arbitragem de Artur Soares Dias (AF Porto).

As duas equipas já se defrontaram duas vezes nesta época, para o campeonato, tendo empatado ambos os encontros, em Alvalade (1-1) e no Dragão (2-2).

  ZAP // Lusa

5 Comments

  1. O que mais gosto é de ver estas virgens, sobretudo o insolvente. Oque fazem os seus acólitos quando o Benfica ou o Sporting ficam na zona do Porto ? Concertos de música erudita para os atletas adversários descansarem melhor ?
    Depois a pergunta sacramental: quem começou com estas más práticas ?

  2. E lamentável o que aconteceu..Estes bandos de arruaceiros terão que ser identificados e proíbidos de entrarem em recintos desportivos.

  3. Mais pressão e insultos vindos do clube do Porto, talvez a melhor forma de se conseguirem títulos, pelo menos até aqui os métodos parecem ter dado bons resultados!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.