/

Barça-PSG. Franceses “vetaram” perguntas de jornalistas espanhóis para evitar falar de Messi

1

(dr) Paris Saint-Germain

Mauricio Pochettino

Os responsáveis do PSG, que esta terça-feira joga com o Barcelona a contar para os oitavos da Liga dos Campeões, não deram a palavra aos jornalistas espanhóis na conferência de antevisão à partida para evitar falar de Lionel Messi.

De acordo com o jornal Mundo Deportivo, a maioria das questões colocadas ao treinador do PSG, Maurício Pochettino, foram colocadas por profissionais franceses. “A assessoria de imprensa do clube francês tem impedido que a grande maioria dos meios de comunicação que acompanham as informações do Barça faça perguntas”, denuncia o jornal espanhol.

O desportivo Record precisa que os jornalistas que normalmente seguem a atualidade dos blaugrana ficaram em espera mais de um hora sem que lhes fosse dada a palavra.

Segundo o mesmo jornal, o PSG optou por não ouvir os profissionais espanhóis por não querer dar argumentos que possam servir de motivação para a equipa adversária.

Barça e PSG jogam amanhã a primeira mão para os oitavos de final da liga milionária e o alegado interesse dos franceses em Lionel Messi, que termina contrato com o emblema catalão no próximo verão, já está a marcar a partida.

Vários adeptos do Barcelona dirigiram esta segunda-feira insultos ao proprietário do PSG.

“Deixa o Messi em paz, ladrão”, gritaram alguns adeptos que se reuniram à porta do hotel espanhol onde Nasser Al-Khelaifi está hospedado.

Messi revelou publicamente no mercado de verão do ano passado que queria deixar o Barcelona, mas acabou por decidir cumprir o contrato para evitar levar o assunto para os tribunais. A par do Manchester City, o PSG tem sido apontado como um dos clubes interessados no argentino de 33 anos, que poderá sair como um jogador livre já em junho.

O brasileiro Neymar, amigo e antigo colega de equipa de Messi no Barcelona, já revelou que acredita que voltará a jogar ao lado do argentino brevemente. “É o que mais quero [voltar a jogar com Messi], para desfrutar com ele dentro de campo. Até o punha no meu lugar, não há problema nenhum [risos]”, disse em dezembro passado, acrescentando:  Espero que consigamos jogar juntos já no próximo ano”.

Também Di María revelou vontade de partilhar balneário com o argentino: “Se gostaria de jogar com Messi? Espero que sim, julgo que há possibilidade de isso acontecer”.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.