PSD vai votar contra a descida da TSU

Tiago Petinga / Lusa

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, com Carlos Abreu Amorim e Miguel Frasquilho

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, com Carlos Abreu Amorim e Miguel Frasquilho

O líder parlamentar do PSD anunciou esta quinta-feira que a sua bancada votará a favor de eventuais apreciações parlamentares para contestar a descida da TSU prevista no acordo de concertação social, como contrapartida à subida do salário mínimo.

Somos frontalmente contra a descida da TSU como forma de compensar o aumento do salário mínimo”, justificou Luís Montenegro, desafiando os partidos que apoiam o Governo a entenderem-se sobre esta matéria.

Caso o BE concretize a intenção anunciada de pedir a apreciação parlamentar sobre o acordo alcançado em concertação social – que prevê uma subida do Salário Mínimo Nacional para 557 euros e a descida da TSU em 1,25 pontos percentuais – o PSD votará a favor da iniciativa: “Não seremos uma muleta”, prometeu Montenegro.

Em declarações aos jornalistas no final da reunião do grupo parlamentar social-democrata, o presidente da bancada salientou que “não será pela mão do PSD” que o acordo alcançado em concertação social será discutido no parlamento.

No entanto, a 23 de dezembro o BE anunciou que iria pedir a apreciação parlamentar da redução em 1,25 pontos percentuais da TSU para empresas que pagam o salário mínimo, medida incluída no acordo de concertação social alcançado entre o Governo e os parceiros sociais (à exceção da CGTP) e que determinou o aumento do SMN a 1 de janeiro para 557 euros.

“Devem ser os partidos da coligação a assumir plenitude das suas responsabilidades (…). A haver um processo no parlamento, que fique desde já claro que terá de ser a coligação de esquerda a tomar uma posição, porque nós não seremos uma muleta do Governo, dando ao Governo o apoio que não consegue entre os seus parceiros”, disse Luís Montenegro.

O líder parlamentar do PSD salientou que o partido não é contra o aumento do SMN, mas contra a utilização da TSU como forma permanente de o compensar, e defendeu que esta posição não é incoerente com o que o Governo PSD/CDS-PP fez no passado, quando acordou igualmente com os parceiros a descida da Taxa Social Única.

“Nós não somos incoerentes porque o que foi feito, apenas e só em 2014, tinha como quadro uma medida que era aplicada só um ano e, simultaneamente, com o compromisso dos parceiros que, nos anos subsequentes, o aumento do SMN teria por base outros fatores como inflação, crescimento e produtividade”, justificou.

“O que o Governo está a fazer é tornar permanente o que em 2014 considerámos que devia ser excecional”, acrescentou ainda Luís Montenegro.

Por outro lado, “o PSD não funciona como bombeiro de serviço da geringonça, ela tem que se bastar a si própria como foi prometido desde o início pelo primeiro-ministro e líderes partidários do PCP e BE”.

Caso se concretize a apreciação parlamentar anunciada pelo BE e o voto favorável do PSD, os votos do PS não serão suficientes para a ‘chumbar’.

PSD e BE juntos têm 108 deputados e o PS 86, pelo que seria necessário que quer o CDS quer o PCP votassem ao lado dos socialistas para rejeitar a apreciação parlamentar.

No entanto, no dia em que o Bloco anunciou a intenção de trazer a descida da TSU ao parlamento, o PCP disse que esta tinha sido uma cedência do Governo à chantagem dos patrões pela subida do salário mínimo, não rejeitando votar a revogação dessa norma se fosse pedida a sua apreciação parlamentar.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não era o anterior governo que queria a descida da TSU/patrões?
    E assim Costa vai escrevendo direito por linhas tortas…
    Isto é 3 em 1: – Ordenado mínimo sobe, a TSU fica na mesma e o PSD cada vez mais desacreditado.
    Até a barraca abana!

  2. Concordo Plenamente
    Os Partidos são o que são.
    Vazios.
    Nem objectivos nem estratégia. Defendem-se medidas de acordo com um único objectivo O PODER.
    Os princípios, esses foram afastados há muito.
    Deviam ter vergonha e afastarem-se da Governação seja do que for.
    Já demonstraram incompetência que chegue e que sobre.
    Todos, sem exceção

  3. A corja liberal que, por estes dias, governa o PSD mostra, finalmente a sua verdadeira face !!
    O que compraz esta gentalha que, infelizmente, “dirige” (?) o maior partido da oposição, são os “jogos florais” tipo, “não fomos nós que trouxemos este tema ao parlamento”, portanto, embora votem ao contrário daquilo que sempre foi a tradição do partido e que tinha sido, ainda há pouco mais de 2 anos, defendido pelo anterior governo, a “responsabilidade por esta proposta de lei não ser aprovada, não nos pode ser assacada”. Isto é, QUEREMOS MUITO O PODER E PARA ISSO ESTAMOS DISPOSTOS A VENDER A ALMA AO DIABO, NEM QUE ISSO SEJA PREJUDICAR O PAÍS !! Quando há uns anos atrás PPC dizia “que se lixem as eleições” !! o que ele realmente queria dizer era “QUE SE LIXE O PAÍS” !!
    Quanto ao BE e ao PCP parece, apesar do que foi para o país a experiencia do governo anterior, não terem aprendido que o óptimo é inimigo do …bom !! E que a criação de emprego e o desagravamento dos encargos das empresas podem e devem ajudar a relançar a economia.
    Veremos se, num país que alguns, pelos vistos, querem manter dividido, ainda vai ser a UNIÃO A FAZER A FORÇA !!

RESPONDER

Mais 71 mortes e 5290 casos de covid-19. 517 doentes nos cuidados intensivos

Portugal regista, esta quarta-feira, mais 71 mortes e 5290 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 5290 novos casos, …

Um quarto dos italianos acredita em teorias da conspiração sobre a covid-19

Um quarto dos italianos acredita em teorias da conspiração sobre a covid-19, incluindo que o vírus foi criado em laboratório para alterar equilíbrios mundiais ou que não existe, segundo uma nova sondagem. Um em cada cinco …

Carros importados poderão reaver ISV pago em excesso desde 2017

A Autoridade Tributária foi condenada a devolver parte do Imposto Sobre Veículos (ISV) cobrado sobre dois carros usados importados em 2017. Segundo o jornal Público, esta é a primeira vez que a sentença envolve um imposto …

Juventude Popular suspende congresso do próximo fim de semana

O XXIV Congresso da Juventude Popular, agendado para sábado e domingo, em Braga, foi suspenso e será reagendado 15 dias depois do levantamento do estado de emergência, decidiram esta terça-feira os órgãos da estrutura que …

Novo líder do Aliança reúne-se com Rui Rio (com autárquicas em cima da mesa)

Paulo Bento, recém-eleito presidente do Aliança, e Rui Rio, líder do PSD, vão encontrar-se esta quarta-feira. Em cima da mesa vão estar as eleições autárquicas do próximo ano. De acordo com o Público, o encontro destina-se …

Mais de 60% dos portugueses deixaram de ir a restaurantes. Só 33% considera que o Estado prioriza a saúde

A nível nacional, 63% dos portugueses que continuaram a ir a espaços de restauração indicaram o convívio familiar com principal motivo da deslocação. A nível dos cuidados de saúde apenas 33% dos portugueses consideram que …

Santa Casa contratou Paulo Pedroso como consultor por 3700 euros

O ex-ministro socialista Paulo Pedroso, actual director da campanha presidencial de Ana Gomes, foi contratado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) em Setembro passado, com um ordenado de 3700 euros e efeitos retroactivos …

Covid-19. Médicos devem dar prioridade a quem pode recuperar vida normal e não à idade

Os doentes que podem recuperar para uma vida normal devem ter prioridade face aos que têm baixa probabilidade de recuperação e a idade não pode por si só ser critério, recomenda um parecer do Colégio …

"Há doentes a ficar para trás". Ex-ministro da Saúde diz que mortes por falta de cuidados são inaceitáveis

O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes afirmou esta terça-feira que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está a ser exposto a um teste de stresse devido à pandemia e que não é aceitável que …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar a médica que divulgou receita para enganar testes à covid-19

Depois de médica divulgar receita para os possíveis infetados testarem negativo à covid-19, a Ordem dos Médicos abriu o terceiro processo contra membros do movimento que contesta o uso de máscaras - os "Médicos pela …