(Proud) Boys. O “exército de Donald Trump” virou-se contra o ex-Presidente

Os elementos do grupo de extrema-direita Proud Boys estavam entre os fãs mais leais de Donald Trump. Agora, chamam-no de “fraco”.

Com a saída de Donald Trump da Casa Branca, os Proud Boys começaram a abandonar o antigo Presidente dos Estados Unidos. A insatisfação foi manifestada por alguns elementos em fóruns de discussão, como o Gab e o Telegram, e a mudança de posição acontece depois de alguns membros terem participado na invasão do Capitólio, em Washington.

Diante da repercussão negativa do ataque, o ex-Presidente norte-americano condenou a violência do grupo, que, segundo o The New York Times, encarou a atitude de Trump como um ato de traição.

Alguns também se queixam da falta de apoio do antigo governante, depois de alguns elementos terem sido detidos e terem de responder judicialmente por crimes cometidos durante a invasão do Capitólio.

Foi o caso de Joseph Biggs, líder dos Proud Boys, que foi preso na Flórida e acusado de entrada ilegal e obstrução corrupta. Pelo menos quatro outros membros do grupo também enfrentam acusações decorrentes do ataque.

Agora, o diário norte-americano cita dezenas de conversas no Gab e no Telegram onde os membros do grupo chamam Donald Trump de “palhaço” e “extraordinariamente fraco“. Estes comentários são uma mudança radical dos Proud Boys, que durante anos apoiaram Trump e promoveram a violência política.

“Quando Trump disse que, se deixasse o cargo, a América cairia no abismo, eles acreditaram nele”, disse Arieh Kovler, consultor político e investigador independente em Israel, ao matutino. “Agora que ele deixou o cargo, os Proud Boys acreditam que Trump se rendeu e falhou em cumprir o seu dever patriótico.”

O The New York Times escreve ainda que outros grupos de extrema-direita – como os Oath Keepers, America First e Three Percenters – também começaram a criticar Donald Trump em canais privados do Telegram.

Na semana passada, Nicholas Fuentes, líder do America First, escreveu que a resposta do ex-Presidente ao tumulto no Capitólio foi “muito fraca e flácida“. “Não é o mesmo que correu em 2015.”

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Ah ah ah! Que ingénuos! Só eles não tinham percebido que o Trump é do tipo de comandante que, ao menor sinal de naufrágio, é o primeiro a abandonar o barco.

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …