Proteína associada ao ómega-3 pode ser a chave para tratamento para a asma

Uma proteína associada aos ácidos gordos do ómega-3 pode ser a chave para um novo tratamento para a asma. O ómega-3 pode ser encontrado em peixes como o salmão, por exemplo.

Embora a asma afete quase 340 milhões de pessoas em todo o mundo, ainda não há cura. A doença respiratória frequentemente desenvolve-se na infância e pode causar “ataques” de asma em que os pulmões ficam inflamados e as vias aéreas contraídas, causando dificuldade respiratória. Estes ataques são causados por vários fatores, incluindo poluição, alergénios e tabagismo.

A condição médica costuma ser tratada pela inalação de um broncodilatador. Durante um ataque de asma, os inaladores levam o beta-agonista para as vias respiratórias. Isso faz com que os músculos das vias aéreas relaxem, permitindo que o paciente respire com mais facilidade. Mas este tipo de medicamento não funciona muito bem para todos – e existem outras opções limitadas de medicamentos que podem ser usados para tratar ataques agudos de asma.

Mas ao investigar os benefícios para a saúde de comer peixes “oleosos”, como salmão e cavala, uma equipa de cientistas descobriu algo surpreendente: ácidos gordos do ómega-3 e, mais precisamente, medicamentos que imitam algumas das ações de ácidos gordos do ômega-3, podem potencialmente ser usados para ajudar a tratar a asma.

Os ácidos gordos do ómega-3 têm muitos benefícios para a saúde e geram-nos de várias formas, inclusive limitando a inflamação. Isto ocorre porque eles interagem e estimulam uma proteína que está presente na superfície de certas células que controlam a quantidade de açúcar no sangue. Como o açúcar elevado no sangue está frequentemente associado ao diabetes, os medicamentos que ativam a proteína foram considerados um possível novo tratamento para o diabetes tipo 2.

Esta proteína está normalmente localizada no intestino e nos glóbulos brancos. Mas quando a equipa de investigadores a examinou onde mais poderia estar localizada no corpo, ficou surpreendida ao encontrar uma grande quantidade nos pulmões. Concluíram então que, se estava lá, haveria de ter uma tarefa a desempenhar.

Tratamento para a asma

Dada a grande quantidade desta proteína nos pulmões, os cientistas questionaram-se se os protomedicamentos funcionariam tão bem quanto os beta-agonistas na abertura das vias respiratórias e também poderiam reduzir a inflamação nos pulmões.

Primeiro, testaram esses produtos químicos em ratos e em amostras de tecido pulmonar. Inicialmente, descobriram que os ativadores da proteína, de facto, abriram as vias respiratórias. No entanto, em ratos cujo ADN alteraram para não ter a proteína, esses protofármacos não funcionaram.

De seguida, procuraram saber se esses compostos também funcionavam de maneira eficaz se induzido um estado semelhante ao da asma nos ratos. Novamente, os cientistas observaram que nos ratos que tinham a proteína, os protomedicamentos abriram as vias respiratórias. Eles não tiveram efeito em ratos que não tinham a proteína.

Obviamente que os ratos não são humanos – e se as observações iniciais dos cientistas tiverem o potencial de apontar para um novo tratamento para asma e outras doenças que afetam as vias respiratórias, precisaram de mostrar que essa proteína também está presente nos pulmões humanos.

Usando amostras de tecido de pulmão humano, descobriram que ela também estava presente – e que os protomedicamentos que a ativam foram capazes de relaxar o pulmão humano e as vias respiratórias.

Agora, é preciso mostrar que tais tratamentos são igualmente eficazes no tecido das vias respiratórias de pacientes que sofrem de asma, doença pulmonar obstrutiva crónica ou outras doenças relacionadas. É preciso mostrar que é possível produzir versões melhoradas dos protofármacos que serão seguras para uso.

Tudo possibilidades interessantes, considerando que começamos a imaginar como é que comer uma porção de salmão ao jantar pode ser bom para nós.

PARTILHAR

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …