Proibição de cobrança do Multibanco cria “desvantagens competitivas aos nossos bancos”

Mário Cruz / Lusa

Fernando Faria de Oliveira, presidente da Associação Portuguesa de Bancos, considera que a proibição de cobrança de comissões nas operações em Multibanco limitam a competitividade dos bancos portugueses.

O presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB), Fernando Faria de Oliveira, alerta que há “constragimentos legais e regulamentares” que afetam a rentabilidade da banca nacional e deixam os nossos bancos numa desvantagem competitiva em relação aos outros países europeus.

A falar na segunda edição da Banking Summit, esta quinta-feira, na Fundação Champalimaud, Faria de Oliveira salienta que “a proibição de cobrança de comissões nas operações em Multibanco, a proibição de aplicação de taxas de juro negativas nos depósitos, ou as contribuições para o Fundo de Resolução Nacional” representam desvantagens competitivas para os nossos bancos.

O presidente da APB, citado pelo Jornal Económico, referiu ainda que a procura é “bastante inferior à capacidade de oferta”. Além disso, diz haver uma “pressão sobre as comissões bancárias, proveniente de argumentos, muitas vezes relacionados com uma (alegada) necessidade de assegurar a defesa dos consumidores ou com a convicção de que os serviços bancários são serviços públicos gratuitos“.

O gestor português disse também que há uma série de contradições que abalam o setor bancário em Portugal. Na sua ótica, a atual política monetária, com uma regulação e supervisão “excessiva” e cheia de “condicionalismos”, afeta a capacidade de ter uma banca “rentável e capaz de atrair capital”.

Depois, pede-se também o crescimento orgânico da rentabilidade da banca, mas contesta-se “o aumento das comissões bancárias e critica-se o encerramento de balcões e redução de efetivos”.

“O país não precisa de quem diga o que está errado; precisa de quem saiba o que está certo”, terminou, desta forma, o seu discurso, citando a escritora Agustina Bessa-Luís.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Cambada de parasitas, sangue sugas, se dão lucro é para os acionistas, se dão prejuízo ou falências o povão paga, só vígaros, não vai ninguem preso!!! CAMBADA DE GATUNOS.

  2. Na tuga quando um banqueiro se queixa, vem o parlamento e os familiares logo apoiar.
    Realmente a banca, como referido aqui pelo pitosga, se tem lucros ficam para os accionistas e directores da instituição, se fôr prejuizo fica para o tuga pagar, que tem as costas largas.
    Quando um banco português diz que está a ser prejudicado em relação a outra instituição financeira que não seja aqui do paízinho, quer dizer que não consegue acompanhar as andanças dos países desenvolvidos e em vez de reconhecer a fraqueza financeira dos tugas, (todos os bancos tugas faliram, menos o Santander pq É espanhol), lançam rumores que são desfavorecidos aqui para o tuga, pois lá fora metem o rabo entre as pernas e bazam. Pois lá não vão mentir, porque os estrangeiros sabem do que se está a falar, ao contrário dos tugas.

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …