Professora despedida “por ser lésbica” causa indignação em Itália

nicholasjon / Flickr

-

Uma professora de uma escola católica no norte de Itália está a acusar a instituição de a ter despedido por causa da sua orientação sexual, num caso que está a causar grande polémica no país.

A professora em causa, docente do colégio católico Sacro Cuore, na cidade de Trento, diz que foi questionada pela direcção da escola acerca da sua orientação sexual e que se recusou a responder a perguntas íntimas.

“A diretora afirmou que eu era uma boa profissional, mas que havia problemas por causa de boatos que diziam que eu seria lésbica”, disse a professora, que quer manter o anonimato.

Citada pelo jornal La Stampa, a professora diz que se recusou a desmentir o facto, conforme pedido pela directora, a madre católica Eugenia Libratore.

Depois disso a professoria viria a ser informada de que o seu contrato não seria renovado.

Aspectos éticos

Numa nota à imprensa, a escola não negou as alegações da professora.

“Quando escolho uma professora para uma escola católica, devo também levar em conta aspectos éticos e morais”, disse a madre.

Libratore diz que falou com a professora para esclarecer boatos que tinha ouvido.

Università Campus Bio-Medico di Roma / Flickr

A ministra italiana da Educação, Stefania Giannini

A ministra italiana da Educação, Stefania Giannini

“Ela nem pelo menos respondeu às perguntas. Tinha que saber, já que sou responsável por mil alunos e mais de cem professores.”

Numa nota posterior, divulgada pelo jornal local Il Trentino, a escola Sacre Cuore diz que a professora teria “feito observações impróprias sobre sexualidade, impróprias ao ambiente escolar”.

Segundo a nota, pais e alunos teriam comentado o facto junto da direcção do colégio.

Polémica

A ministra italiana da Educação, Stefania Giannini, diz que o seu Ministério abriu uma investigação para apurar os factos.

“Se realmente houve discriminação sexual, seremos muito severos”, disse Giannini.

Vários grupos que representam os interesses de gays e lésbicas em Itália protestaram contra o ocorrido.

A associação Arcigay exigiu que o governo da província da cidade de Trento esclareça o caso rapidamente, já que a escola é financiada com dinheiro público.

Numa nota conjunta, as associações Arcilesbica, Agedo, Equality e Famiglie Arcobaleno dizem que o ocorrido equivale a uma “execução sumária” e pedem à ministra da educação que “restaure a dignidade à professora ofendida”.

A docente não decidiu ainda se abrirá processo contra a escola. Citada pelo jornal Il Fatto Quotidiano, ela diz que está desempregada, mas que não quer o seu emprego de volta.

“Não tenho nenhuma vontade de trabalhar numa escola que se comporta desta maneira”, afirmou.

Nos últimos anos, diferentes sectores da sociedade italiana passaram a apoiar abertamente os direitos dos homossexuais.

Partidos conservadores e o ex-primeiro-ministro, o líder de direita Sílvio Berlusconi, proclamaram-se recentemente a favor da união homossexual no país.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Nicotina contribui para cancro do pulmão formar metástases no cérebro

A nicotina, uma substância não carcinogénica presente no tabaco, contribui para que o cancro no pulmão se dissemine no cérebro, formando metástases, concluiu um estudo publicado na revista Journal of Experimental Medicine. Uma equipa de investigadores …

Nas montanhas suíças, há quartos de hotel sem paredes nem teto

Dois artistas concetuais suíços criaram sete "quartos de hotel" ao ar livre, sem paredes nem teto, mas com vistas para as montanhas da Suíça e de Liechtenstein. A dupla suíça, os irmãos gémeos Frank e Patrik …

Risco de segunda vaga de covid-19 é alto em França

Um estudo publicado esta sexta-feira revela que a chamada "imunidade de grupo" está longe de ser alcançada em França. O risco de uma segunda vaga de covid-19 em França é "extremamente elevado", de acordo com um …

Desvendado mistério das cartas censuradas entre a rainha Maria Antonieta e o seu suposto amante

A natureza da relação entre a rainha Maria Antonieta e o conde sueco Axel de Fersen continua a intrigar os historiadores há mais de um século. Eram realmente amantes? Agora, graças a uma nova análise …

Ministra do Madagáscar afastada por querer gastar 1,8 milhões em rebuçados para disfarçar sabor de "Covid-Organics"

A ministra da Educação do Madagáscar foi destituída esta quinta-feira, depois de ter proposto gastar 1,8 milhões de euros em rebuçados, para distribuir em escolas e atenuar o sabor de uma infusão para a covid-19. A …

Santa Clara 3-2 SC Braga | Açorianos estreiam-se na nova casa com vitória sobre os minhotos

O Santa Clara venceu hoje o Sporting de Braga por 3-2, em jogo da 25.ª jornada da I Liga de futebol em que se assinalou também a estreia da Cidade do Futebol como palco de …

O maior e mais antigo monumento Maia já conhecido foi descoberto no México

O maior e mais antigo monumento já conhecido construído pela civilização Maia, batizado como Aguada Fénix, foi encontrado no sudeste do México. De acordo com o site New Scientist, o Aguada Fénix é uma enorme …

Twitter bloqueia vídeo de campanha de Donald Trump com tributo a George Floyd

O Twitter bloqueou um vídeo de tributo a George Floyd feito pela campanha de reeleição do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A rede social colocou um rótulo no vídeo da página da conta @TeamTrump, dizendo …

Depois da covid-19, poder haver uma outra doença respiratória à nossa espera

Com o desconfinamento, vamos gradualmente regressando ao normal, mas agora possivelmente com um novo inimigo. A doença dos legionários pode estar escondida nos edifícios que deixamos para trás. Surtos globais de coronavírus forçaram o encerramento de …

Apple está a seguir iPhones roubados das lojas durante os protestos nos EUA

Os iPhones que têm sido roubados das lojas da Apple durante os protestos contra a violência policial, nos Estados Unidos, foram desativados e estão a ser seguidos pela empresa. De acordo com a revista Newsweek, as …