Professora condenada a 6 anos de prisão por maus tratos a alunos de 6 anos

quasarsglow / Flickr

Uma professora do 1º ciclo da Escola Santos Mattos, na Amadora, foi condenada a seis anos de prisão pela prática de três crimes de ofensa à integridade física qualificada e 16 crimes de maus tratos de que foram vítimas os seus alunos.

Segundo informação no seu site, a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) refere que o acórdão, da Instância Central Criminal de Sintra, distrito de Lisboa, condenou “uma professora do 1º ciclo do ensino básico, da Escola Santos Mattos, na Amadora, na pena única de seis anos de prisão, pela prática, durante o ano letivo de 2012/2013, de crimes de ofensa à integridade física qualificada (três crimes) e de maus tratos (16 crimes)”.

As vítimas foram 19 dos seus alunos de uma turma do 1º ano, “todas elas com idades a rondar os seis anos“.

“Apesar de a arguida ter negado a prática dos crimes imputados, nem ter exteriorizado sinal de arrependimento, o tribunal considerou credíveis os depoimentos convergentes das crianças ofendidas, depoimentos que conjugou com outros elementos de prova que os corroboraram, não tendo dúvidas em dar como assente a violência física e psicológica exercida pela docente sobre a generalidade dos seus alunos, ao longo de todo o ano letivo”, refere a PGDL.

A PGDL adianta que “só em relação a dois dos seus alunos, alegadamente vítimas do mesmo tipo de conduta, não foi possível confirmar a imputação, acabando, nessa parte, o tribunal por absolver a arguida”.

“Na decisão ponderou-se que as crianças eram vítimas, não só da violência, física ou psicológica, a que eram diretamente sujeitas pela arguida, como ainda daquela a que assistiam e que atingia os colegas de turma”, explica a PGDL, salientando que “o sentido da decisão corresponde, no essencial, ao que o Ministério Público sustentou em sede de alegações”.

O acórdão ainda não transitou em julgado e a arguida, que se encontra já suspensa de funções, no âmbito de procedimento disciplinar instaurado pelo Ministério da Educação e Ciência, “aguarda em liberdade” o respetivo trânsito.

Há um ano, na mesma página, a PGDL, anunciou o despacho de acusação, acrescentando que a investigação iniciou-se com uma participação da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Amadora, apresentada em 15 de julho de 2013, e decorreu integralmente na secção do Departamento de Investigação e Ação Penal da Amadora.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Acho uma pena estupidamente pesada, esta hiperprotecção das crianças é vergonhosa. Se fosse um casal idoso roubado e agredido, nada se provava e os meliantes seguiriam em liberdade, prontos para outras violências.
    Houve recurso a alguma urgência hospitalar na sequência desses actos tão graves dessa professora?

    • Acho que estás a merecer uma carga de porrada, e como não és idoso espero que o juiz ainda me congratular pela boa acção.

  2. Se a professora não ligasse nada e deixasse passar o tempo sem intervir, que é o que muitos professores fazem, tudo estaria bem e no fim do ano era só dar boas notas e seria a melhor do mundo. Mas como acha que tem de ter uma atitude interventiva já tem todos os defeitos. Não vejo na gravação nada que eu próprio não tivesse vivido como aluno de pé descalço nos anos 50. E só louvo a professora por isso.

RESPONDER

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …