Procurador-geral dos EUA pode abandonar cargo após desaguisado com Trump

The United States Department of Justice / Wikimedia

O procurador-geral norte-americano, William Barr (dir) com o presidente dos EUA, Donald Trump (esq)

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, admite abandonar o cargo nas próximas semanas, ainda antes tomada de posse de Joe Biden.

A relação entre Barr e Trump tem-se deteriorado nos últimos dias, levando a uma possível saída antecipada do cargo, escreve o jornal Público.

Tudo isto porque numa entrevista à Associated Press, William Barr disse não terem sido encontradas provas de fraude eleitoral generalizada nas últimas eleições presidenciais, que ditaram a vitória do candidato democrata sobre Donald Trump.

O ainda presidente dos Estados Unidos tem defendido, desde a divulgação dos resultados das eleições, que Biden apenas conseguiu a vitória graças a uma fraude eleitoral em pelo menos seis estados norte-americanos: Arizona, Nevada, Michigan, Wisconsin, Pensilvânia e Georgia.

No entanto, entre as mais de 40 queixas entregues em tribunal pelos advogados de Trump e outros apoiantes, nenhum deles validou as suas queixas.

William Barr foi nomeado procurador-geral para substituir Jeff Sessions devido à sua oposição às investigações sobre as suspeitas de conluio entre a campanha eleitoral de Trump e a Rússia nas eleições de 2016, explica o matutino.

Até antes das eleições, William Barr concordava com Donald Trump em relação há possibilidade de o processo eleitoral vir a ser fraudulento. Já depois das eleições, Barr autorizou o Departamento de Justiça a usar os seus recursos na investigação das queixas de fraude feitas por Trump.

Foi na entrevista à agência Associated Press que William Barr revelou os resultados da investigação, salientando que não foram encontrados indícios que apontassem para fraude eleitoral generalizada. Dias antes da divulgação da entrevista, Trump sugeriu que o próprio Departamento da Justiça e o FBI estariam envolvidos na alegada fraude.

“Ele não tem feito nada”, disse Trump, relativamente ao trabalho de investigação levado a cabo por Barr. O Departamento de Justiça e o FBI “não têm investigado com muita vontade, o que é uma desilusão”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mais de 2200 armas entregues à PSP em menos de quatro meses

Mais de 2200 armas de fogo, a maioria das quais espingardas, foram entregues de forma voluntária à PSP, entre 24 de Fevereiro e 15 de Junho, anunciou este domingo aquela força policial. Em comunicado, a PSP …

O Arco do Triunfo vai ser embrulhado em tecido azul e corda vermelha durante 16 dias

O projeto foi pensado por Christo Vladimirov Javacheff e Jeanne-Claude no início dos anos 60, mas nunca se realizou. Agora, o monumento será embrulhado em azul e vermelho entre 18 de setembro e 3 de …

Netanyahu irá deixar residência oficial do primeiro-ministro a 10 de julho

O ex-primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu irá deixar a residência oficial em Jerusalém a 10 de julho, depois de um acordo alcançado com o sucessor, Naftali Benet, que lhe dera um prazo de duas semanas …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Venha o tubarão

Portugal desilude e complica o apuramento. Segue-se a França. Itália, Bélgica e Países Baixos nos oitavos-de-final. O Campeonato da Europa visto da Linha de Fundo. Na corda bamba Portugal – Alemanha (2-4) “A vida é como uma corda 
De …

Praga de milhões de ratos está a aterrorizar a Austrália

O fim da seca de três anos e dos consequentes incêndios florestais permitiu à Austrália respirar de alívio. Em contrapartida, criaram-se as condições perfeitas para a pior praga de ratos da última década. "As pessoas estão …

Banca com nova vaga de saída de trabalhadores e admite despedimentos

Os grandes bancos vão reduzir milhares de trabalhadores este ano, um processo que vem acontecendo desde a última crise mas que em 2021 deverá atingir um novo pico, tendo mesmo BCP e Santander Totta admitido …

Cuba está a criar o seu próprio smartphone (e conta com a ajuda da Huawei)

O Governo cubano está a trabalhar na produção de um novo smartphone, que terá um sistema operativo original e conta com a ajuda da empresa chinesa Huawei. De acordo com a revista Vice, o projeto é …

Funcionários russos que recusem vacina arriscam licença sem vencimento

Os funcionários russos que recusem vacinar-se contra o novo coronavírus, em regiões onde a vacina seja obrigatória, arriscam-se a uma licença sem vencimento, anunciou o ministro do Trabalho da Rússia, Anton Kotiakov. "Se as autoridades de …

Vacina cubana com eficácia de 62% após segunda das três doses previstas

A vacina cubana contra a covid-19 atingiu uma eficácia de 62% após a injeção de duas das três doses previstas, um resultado que excede os 50% exigidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), anunciou o …

Miguel Oliveira em segundo lugar no GP da Alemanha de MotoGP

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) terminou hoje na segunda posição o Grande Prémio da Alemanha de MotoGP, oitava prova do Mundial de velocidade de motociclismo, vencida pelo espanhol Marc Márquez (Honda). Miguel Oliveira, que partiu …