Problemas contratuais lideram queixas à Anacom

click / morguefile.com

-

A Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom) registou 17.116 reclamações entre Julho e Setembro do ano passado, mais 5,3% do que no trimestre anterior.

Os serviços de comunicações eletrónicas – que incluem serviços de voz, internet e televisão – foram os mais reclamados pelos utilizadores, representando 19,4% do total das reclamações recebidas neste período, seguidos dos serviços postais (12,3%).

Em relação às reclamações sobre a televisão digital terrestre (TDT), estas representaram 3,1% do total e os serviços de valor acrescentado, 0,4%.

“O principal meio de entrada de reclamações na Anacom foi o livro de reclamações“, representando 73% do total, divulgou o regulador na sua página eletrónica.

Por segmento, os serviços de comunicações eletrónicas foram responsáveis por 13.587 das reclamações, o que se traduziu num aumento de 5,6% face ao segundo trimestre.

“No que respeita aos assuntos com mais reclamações por serviço destaca-se, em linhas gerais, o peso dos problemas contratuais em todos os serviços, muito embora face ao trimestre anterior este universo de questões tenha diminuído genericamente 1,5 pontos percentuais”, explica o regulador.

Tem aí o livro de reclamações?

No serviço telefónico móvel, responsável por 3.286 reclamações, que aumentaram 2,8%, as questões relacionadas com equipamentos representaram pouco mais que metade (51,3%) das queixas, com o desbloqueamento de equipamentos em destaque.

Sobre os contratos, as queixas representaram um quarto (25,2%) dos problemas reportados, com as questões relativas à informação pré-contratual e as condições contratadas em destaque.

No serviço de acesso à internet, que agregou 1.634 reclamações (subida de 17%), a maioria dos clientes reportou problemas contratuais (65,2%), nomeadamente em relação à velocidade do serviço e ao cancelamento do contrato.

A televisão paga contabilizou 1.234 reclamações (mais 17,9%), com a maioria das queixas a incidir nas questões contratuais (70,8%), relacionadas com alterações das condições pelos operadores e o cancelamento dos contratos.

No telefone fixo, as reclamações subiram 2,6% para 972, com a maioria das queixas relacionadas com a informação pré-contratual prestada e cancelamentos de contratos, “entre outras questões diversas sobre condições contratadas (40,8%)”.

A portabilidade do número (27,1%) e a avaria do serviço (18,9%) foram outros dos problemas mais reportados no terceiro trimestre de 2013.

Os serviços postais totalizaram 2.101 reclamações, menos 8,8% que no trimestre anterior, com o envio de correspondência (44,4%) a reunir o maior número de queixas, seguido das estações e postos de correios (23,3%) e envio de encomendas (15,7%).

“O assunto mais frequentemente identificado nas reclamações dos utilizadores está relacionado com as falhas na distribuição de envios postais – atraso, extravio, dano -, com 42,8% das reclamações, seguido do atendimento ao cliente e das falhas na entrega ao destinatário”.

A Anacom refere que se verificou “um decréscimo acentuado dos registos relativos ao encerramento de postos ou estações de correios (91,1%), baixando assim a sua representatividade neste sector para 1,2%, decrescendo em 11,4% o seu peso face ao trimestre anterior”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Se recebeu uma chamada da Tunísia, não devolva. É fraude

Clientes de várias operadoras nacionais têm recebido, nas últimas semanas, um "anormal" volume de chamadas internacionais. As operadoras suspeitam de fraude. Segundo o Jornal de Notícias, várias pessoas têm recebido chamadas de u número internacional que …

FMI avisa que vêm aí "tempos sombrios" e que "todos vão sofrer"

Kristalina Georgieva, chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), avisou que os próximos tempos serão sombrios e que todos irão sofrer. Numa introdução às reuniões da primavera do FMI e do Banco Mundial, que decorrem entre 14 …

Merkel pede paciência: situação continua "frágil"

Angela Merkel pediu paciência aos alemães e admitiu que "não será necessário" impor no país medidas mais rigorosas de confinamento. A chanceler alemã, Angela Merkel, apelou esta quinta-feira à paciência dos alemães, num momento de crescente …

Detido bilionário chinês que criticou Presidente Xi Jinping. Estava desaparecido há um mês

O bilionário chinês Ren Zhiqiang que criticou a forma como Presidente da China, Xi Jinping, lidou com a pandemia, está sob custódia das autoridades chinesas devido a uma investigação em que é o principal suspeito. …

Bloqueio dos coronabonds pela Holanda é "irresponsável"

Jean-Claude Juncker, antigo presidente da Comissão Europeia, considera que o bloqueio pela Holanda do uso do Mecanismo Europeu de Estabilidade é "irresponsável". O antigo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, considerou esta quinta-feira “irresponsável” o bloqueio …

Creche recusou receber filho de enfermeira por falta de funcionários. Meteram baixa

A creche e pré-escolar "Voar mais alto", em Setúbal, recusou receber uma criança de três anos, filha de uma enfermeira, por falta de funcionários. A notícia é avançada esta quinta-feira pelo Observador que adianta que as …

Subsídio por assistência a filhos vai ser pago 100% em toda a função pública

O subsídio por assistência a filho sobe de 65% para 100% do salário aos funcionários públicos inscritos na Caixa Geral de Aposentações. O Governo aprovou, esta quinta-feira, um diploma que aumenta o subsídio por assistência …

Espanha avança com novo prolongamento do estado de emergência. Contágios em Itália voltam a subir

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, avançou que dentro de quinze dias terá de voltar ao parlamento para prolongar o estado de emergência por mais duas semanas. Depois de afirmar que Espanha não terá ainda "posto fim …

Boris Johnson saiu dos cuidados intensivos

O primeiro-ministro britânico saiu dos cuidados intensivos, avançou Downing Street. De acordo com o comunicado, Boris Johnson está "muito bem-disposto". Boris Johnson saiu esta tarde dos cuidados intensivos, segundo um comunicado de Downing Street. O primeiro-ministro …

SEF instaurou inspeção interna à morte de ucraniano, mas não detetou suspeitas de crime

Esta quarta-feira, o ministro da Administração Interna prestou esclarecimentos sobre a morte de um cidadão ucraniano à guarda do SEF, no aeroporto de Lisboa, na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. Eduardo Cabrita considerou …