A múmia mais bela alguma vez encontrada é uma princesa com 900 anos

Institute of the Problems of Northern Development SB RAS

“Princesa polar” com 900 anos encontrada ainda com órgãos internos, pestanas e cabelo intactos na Sibéria, Rússia.

Uma múmia descoberta na Sibéria, na Rússia, está a surpreender os investigadores, por manter os órgãos internos intactos, longas pestanas e cabelos arranjados em óptimo estado de conservação, apesar dos 900 anos de existência.

A descoberta foi feita por cientistas russos e sul-coreanos no local arqueológico conhecido como Zeleny Yar, perto de Salekhard, cidade que é conhecida como a capital russa do Árctico.

A múmia com cerca de 900 anos mantém os órgãos internos intactos, exibindo também pestanas longas, cabelos arranjados e brincos, sinais de que terá pertencido a uma família nobre, conforme repara o The Siberian Times que noticia o achado.

A óptima preservação desta “Princesa Polar”, como a denominam os investigadores, explica-se pelas camadas de permafrost ou pergelissolo – o tipo de solo gelado da região do Árctico – que a cobriram ao longo destes 900 anos.

Enterrada num casulo de pele e cobre, trata-se da única mulher descoberta, até agora, em Zeleny Yar. “Isto muda radicalmente o nosso conceito sobre este cemitério. Anteriormente, pensávamos que havia apenas homens adultos e crianças, mas agora, temos uma mulher. É fantástico”, constata o arqueólogo Alexander Gusev, do Centro russo de Pesquisa do Árctico, em declarações ao The Siberian Times.

Esta mulher do Século XII teria 35 anos de idade, quando morreu, e 1,55 metros de altura. Os arqueólogos dizem que terá pertencido a uma tribo siberiana desconhecida que vivia da pesca e da caça, próximo do Círculo Polar Árctico.

“As múmias árcticas, semelhantes às encontradas em Zeleny Yar, são muito raras. É por isso, que são únicas“, constata no The Siberian Times o investigador Dong-Hoon Shin, da Universidade Nacional de Seoul, na Coreia do Sul.

Dong-Hoon Shin atesta ainda que é “incrivelmente interessante para a pesquisa” que os órgãos internos da múmia se mantenham intactos.

Os investigadores retiraram amostras da múmia para realizar testes de ADN e esperam conseguir reconstruir o rosto da mulher e entender melhor a presença humana na inóspita região do Árctico.

Susana Valente SV, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …

Reino Unido quer reconhecer animais como seres com sentimentos

O Governo britânico anunciou um amplo plano de defesa dos animais que inclui medidas como o reconhecimento dos animais como seres com sentimentos, a proibição da exportação de animais vivos e da importação de troféus …

PAN rejeita "via verde" para o Governo (e admite travar próximo Orçamento "se necessário")

O PAN não pretende oferecer “uma via verde para o Governo fazer o que bem entender” e admite mesmo travar o Orçamento de Estado "se for necessário". As palavras são da presidente do Grupo Parlamentar do …

Bloco quer administração da RTP nomeada pela Assembleia da República

O Bloco de Esquerda fez várias propostas à revisão do contrato de concessão do serviço público de rádio e televisão. Do lado dos trabalhadores da RTP, a proposta foi arrasada. O Governo colocou em consulta pública, …

Decisão da insolvência da Groundforce pode demorar dois meses. Salários de maio em risco

Os salários de maio de 2400 trabalhadores da Groundforce devem ser pagos dentro de duas semanas, mas é grande a probabilidade de que isso não aconteça, à semelhança do que ocorreu em fevereiro, elevando as …

Pedro Nuno Santos garante que investimento público em redes de nova geração vai avançar

Pedro Nuno Santos garantiu, na quinta-feira, que o “investimento público” em redes de comunicações eletrónicas “vai avançar”, de forma a levar conectividade às regiões do país onde as redes das operadoras privadas não chegam. O ministro …

PPP hospitalares geraram poupanças para o Estado

O Tribunal de Contas publicou um relatório em que sustenta não ter dúvidas sobre as vantagens que as parcerias público-privadas (PPP) na saúde trouxeram ao Estado, ao longo da última década. Os hospitais em parceria público-privada …

Banco de Fomento está a integrar trabalhadores do antigo BPN

O Banco Português de Fomento está a recrutar colaboradores do antigo BPN para desempenhar funções técnicas, numa altura em que a Parvalorem, onde estão integrados, solicitou ao Executivo o estatuto de empresa em reestruturação. Segundo apurou …