Encontrada a primeira prova de experimentação cirúrgica num animal

(dr) Fernando Ramirez Rozzi

O crânio de uma vaca do período Neolítico é agora considerado como a primeira evidência de experimentação cirúrgica num animal.

Há mais de 30 anos, foi encontrado o crânio de uma vaca num sítio arqueológico do período Neolítico, naquela que é a atual França. O crânio tinha um buraco que, na altura, se pensava ter sido provocado pela cornada de uma outra vaca.

No entanto, dois cientistas franceses decidiram agora fazer uma análise mais detalhada e sugerem que esse buraco foi provocado por uma cirurgia. Esta será assim a primeira prova de experimentação cirúrgica num animal, avança o Público.

Como o sítio arqueológico de Champ-Durant era uma povoação fortificada de agricultores do final do Neolítico, entre 3400 a.C. e 3000 a.C., a experiência no animal terá acontecido entre há cerca de 5000 e 5400 anos.

“O principal objetivo deste sítio era proteger o gado de vários predadores. Este tipo de povoação era abundante nesta região e neste período”, conta Fernando Ramirez Rozzi, da Faculdade da Medicina Dentária de Montrouge, em França.

O autor do artigo científico, publicado esta quinta-feira na Scientific Reports, explica ao jornal que “esta sociedade se baseava na pecuária e os bovinos são os principais vestígios da fauna no sítio”.

Entre 1975 e 1985, foi então encontrado o crânio que apresentava um buraco na parte direita do ossos frontal. Na altura, análises ao buraco sugeriram que teria sido provocado por uma cornada de outra vaca.

Em 2012, o diretor dessas escavações pediu a Fernando Ramirez Rozzi e a Alain Froment, do Museu do Homem, em Paris, que examinassem de novo o buraco no crânio.

Os dois cientistas observaram-no através de microscópio eletrónico de varrimento e concluíram que o crânio da vaca tinha as mesmas marcas apresentadas por um crânio humano que tinha sido submetido a uma trepanação, uma cirurgia em que se faz uma perfuração no crânio.

Desde o Mesolítico que existem provas de trepanação em seres humanos, sendo a mais antiga num crânio com 9300 anos, o que prova que na pré-história já dominávamos esta técnica.

“O crânio humano mais antigo com provas de trepanação já revelava o uso das mesmas técnicas usadas tempos históricos com o mesmo grau de precisão”, lê-se no artigo. Motivos religiosos ou de saúde levavam a esta prática que, contudo, não se sabe como se treinava e praticava: se em crânios de pessoas já mortas ou em animais.

Ainda assim, é raro encontrar crânios completos de animais em sítios arqueológicos, mais um motivo que levou os cientistas a considerar este crânio como a prova mais antiga de uma trepanação num animal.

“Se a cirurgia ao crânio observada na vaca foi feita para salvar o animal, então Champ-Durant dá-nos a primeira prova de uma cirurgia veterinária. Por outro lado, se a trepanação era usada para praticar técnicas, a vaca de Champ-Durant poderá dar-nos a primeira prova de uma experimentação cirúrgica num animal, indicando que esta prática já existia em 4000 a.C.”, concluem os cientistas.

Além disso, os especialistas verificaram que o osso da vaca não cicatrizou. “Ou a trepanação foi feita quando a vaca já estava morta ou ela não sobreviveu à cirurgia”, sugere Fernando Ramirez Rozzi.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Luís Filipe Vieira reeleito com 62,59% dos votos

Luís Filipe Vieira foi reeleito para um sexto mandato como presidente do SL Benfica, com 62,59% dos votos dos sócios. Vieira está à frente do emblema da Luz desde 2003. Nem a pandemia travou os sócios …

Sporting 3-1 Gil Vicente | “Pote” de ouro na recta final

Sofrimento e alívio. O Sporting esteve a perder em casa por 1-0 com o Gil Vicente até aos 82 minutos, mas deu a volta ao marcador num curto espaço de tempo, acabando por fixar o …

Descoberto na Austrália recife de coral mais alto do que o Empire State Building

Um novo recife "maciço" de 500 metros foi descoberto na Grande Barreira de Corais da Austrália, tornando-o mais alto do que alguns dos arranha-céus mais altos do mundo. Os cientistas encontraram o recife separado - o …

Encontrados restos de ossos e madeira em pregos que terão sido usados na crucificação de Jesus

Um geólogo israelita analisou pregos supostamente associados à crucificação de Jesus Cristo e descobriu que os objetos contêm traços de osso e madeira. Em 1990, durante a escavação em Jerusalém do túmulo de Caifás, o sumo …

Oreo construiu um "Cofre do Apocalipse" para proteger as suas famosas bolachas

Depois do Svalbard Global Seed Vault, que guarda mais de um milhão de amostras de sementes num bunker, e o Arctic World Archive, que preserva os dados do mundo de hoje, a Oreo criou um "Cofre do …

"O Palmeiras sabe quem é o Abel?" - as dúvidas no Brasil, parte II

Abel Ferreira deverá ser confirmado como novo treinador do Palmeiras nesta sexta-feira. No Brasil voltam a surgir questões sobre as contratações de técnicos estrangeiros. Lembra-se de Marco de Vargas, o jornalista da FOX Brasil que não …

Guru de seita de escravas sexuais condenado a 120 anos de prisão

O guru de uma seita de escravas sexuais, conhecida como NXIVM, foi condenado a 120 anos de prisão. Foi considerado culpado de obrigar mulheres a fazer sexo com ele. Keith Raniere, guru da seita de escravas …

Jogadores do Atlético de Madrid "apanhados" a falar sobre João Félix

Saúl e Oblak elogiaram o jovem português, durante o intervalo da receção ao Salzburgo. Tom diferente teve uma conversa entre jogadores do Real Madrid. João Félix voltou às grandes noites nas competições europeias. Depois de já …

Creches "verdes" na Finlândia mudaram o sistema imunitário das crianças

Um pequeno experimento mostra que brincar numa "pequena floresta" durante apenas um mês pode ser o suficiente para mudar o sistema imunitário de uma criança. De acordo com o site Science Alert, várias creches na Finlândia …

Museus holandeses apertam a segurança após assaltos a objetos nazis

Uniformes da SS, armas de fogo e paraquedas estão entre os objetos nazis que estão a ser roubados de museus de guerra holandeses. De acordo com o jornal The Guardian, museus de guerra por todos os …