Menina “subornou” primeira-ministra por uma investigação sobre dragões

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, devolveu um “suborno” de uma menina de 11 anos que lhe escreveu a pedir que o seu Governo fizesse investigação sobre dragões.

Victoria queria receber poderes telecinéticos para se poder tornar uma treinadora de dragões, tendo incluído na carta cinco dólares neozelandeses (menos de três euros) como um suborno.

O gabinete da primeira-ministra confirmou à BBC a autenticidade da carta de resposta, enviada a 30 de abril. Na missiva, Ardern agradece a Victoria por ter entrado em contacto. “Ouvimos com muito interesse as tuas sugestões sobre videntes e dragões, mas infelizmente não estamos a desenvolver qualquer trabalho em nenhuma dessas áreas. Por isso, devolvo o teu dinheiro de suborno e desejo-te tudo de melhor na tua busca por telecinética, telepatia e dragões”, juntou.

Na resposta, enviada em papel timbrado oficial, Ardern terminou a carta com uma nota manuscrita: “P.S. Vou ficar atenta a esses dragões. Eles usam fatos?”.

Esta não é a primeira vez que a primeira-ministra neozelandesa responde à carta de uma jovem rapariga. Em março, uma utilizadora do Twitter publicou uma carta enviada por Ardern à sua filha, uma menina de oito anos que tinha escrito à chefe de Governo para dizer que era “uma boa ideia proibir armas perigosas”.

“Consigo perceber pela tua carta que és uma menina amável e solidária, Lucy. Gostaria de te encorajar a continuares a espalhar essa gentileza ao longo da tua vida”, escreveu a primeira-ministra.

Em abril, a governadora-geral da Nova Zelândia assinou formalmente a lei que proíbe o uso e compra de armas do tipo militar, como a que foi usada em março pelo homem que matou 50 pessoas em duas mesquitas. Qualquer pessoa que mantiver este tipo de armas enfrenta agora uma pena até um máximo de cinco anos de prisão.

O parlamento já aprovou a lei que proíbe armas automáticas e semi-automáticas e também as componentes que modificam outras armas, tendo sido aprovada por 119 votos contra um na Câmara dos Representantes, na sequência de um processo acelerado de debate e consulta pública.

A primeira-ministra, Jacinda Ardern, defendeu a aprovação da lei, lembrando os momentos dramáticos vividos pelas vítimas dos tiroteios de 15 de março. Nesse dia, 50 pessoas perderam a vida e outras tantas ficaram feridas num ataque indiscriminado contra muçulmanos que se encontravam em duas mesquitas em Christchurch, antes da oração do meio-dia. O alegado autor dos ataques, o australiano Brenton Tarrant, foi preso no mesmo dia, tendo sido acusado pela polícia por 50 homicídios e 39 tentativas de homicídio.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …

Polícia antimotim dispersa manifestantes em Hong Kong com gás lacrimogéneo

A polícia antimotim de Hong Kong carregou hoje com gás lacrimogéneo sobre manifestantes que tinham erigido uma barricada no bairro de Kwun Tong, no Este da antiga colónia britânica. Embora os protestos tenham decorrido de forma …

Eleições. CDU vai manter campanha clássica, mas dispensa o "lombo assado"

O chefe do maior partido da Coligação Democrática Unitária (CDU), que junta comunistas e ecologistas, assumiu enfado com carne assada nas jornadas e ações de esclarecimento pelo país, mas garante uma campanha eleitoral nos cânones …

BE diz que "é o partido que quer e pode impedir uma maioria absoluta" nas eleições

O BE afirma, no programa eleitoral disponibilizado hoje na íntegra, que "é o partido que quer e pode impedir uma maioria absoluta", um resultado nas eleições legislativas que faria Portugal "voltar ao passado da arrogância …

Balas com defeito que encravam armas. PSP confirma, mas diz que não é um problema

A Polícia de Segurança Pública (PSP) confirma que estão a ser utilizadas algumas balas com defeito que até encravam as armas, nos treinos dos candidatos a agentes na Escola Prática de Polícia. Mas garante que …

Espírito Santo escondeu 30 milhões de euros na Suíça com 'barriga de aluguer'

O Banque Privée Espírito Santo (BPES), banco do Grupo Espírito Santo (GES) na Suíça que está em fase de liquidação, terá ocultado 30 milhões de euros das autoridades através de uma 'barriga de aluguer'. Esse dinheiro …

G7 começa hoje. Amazónia, Brexit e Irão discutidos por lideres mundiais

As divergências em relação ao Irão, ao Brexit, aos fogos na Amazónia e ao comércio mundial deverão marcar a cimeira das grandes potências industriais (G7) que se inicia hoje em Biarritz, França. O presidente de França, …

Fernando Pimenta conquista medalha de bronze nos Mundiais de canoagem

O canoísta português ficou em terceiro lugar na final de K1 1000 metros, conquistando a medalha de bronze nos mundiais de canoagem. A proeza concede-lhe apuramento direto para os Jogos Olímpicos. Fernando Pimenta entrava como favorito …

Executivo norte-americano demite-se após admitir romance com espia russa

Patrick Byrne, CEO da Overstock, anunciou esta quinta-feira o seu pedido de demissão do cargo ao admitir que teve um romance com uma russa condenada por "conspiração". A confissão do envolvimento com Maria Butina — agente …

Há cada vez mais animais abandonados (e "há gatos que se suicidam")

O número de animais abandonados continua a aumentar, segundo associações de protecção que estão preocupadas com esta tendência. A responsável de uma destas entidades alerta que "o abandono mata mesmo" e que há gatos que …