Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no Campo Grande

PJ / Facebook

Os três suspeitos da morte de um jovem no Campo Grande, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, esta terça-feira, depois de terem sido presentes a primeiro interrogatório judicial perante um juiz de instrução criminal.

De acordo com uma fonte judicial, a prisão preventiva foi aplicada pelo Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, onde os arguidos foram ouvidos durante a tarde de ontem.

Os três suspeitos foram formalmente detidos, na segunda-feira, e indiciados pela prática do crime de homicídio.

Em comunicado emitido nesse dia, a Polícia Judiciária (PJ) tinha anunciado que “localizou, identificou e deteve três homens, de 16, 17 e 20 anos de idade, fortemente indiciados pela prática, em coautoria, de crimes de homicídio qualificado e de roubo”.

O jovem, de 24 anos, foi assassinado no dia 28 de dezembro e era filho de um antigo inspetor-chefe da PJ. Foi morto com arma branca pelo grupo de assaltantes quando regressava de um restaurante de fast food junto à Faculdade de Ciências, no Campo Grande, admitindo-se que tenha oferecido resistência aos agressores, que o esfaquearam, provocando-lhe a morte no local.

Segundo a polícia, o jovem foi atingido “com dois golpes de uma arma branca de elevadas dimensões” e “veio a falecer no local”.

Os detidos são também suspeitos de um crime de roubo, cometido no mesmo dia, na mesma zona sobre um estudante que passava no local, lê-se no comunicado.

A PJ indicou ainda que apreendeu a arma usada no crime, bem como mais de 50 doses individuais de cocaína.

Em declarações aos jornalistas, à margem da cerimónia de abertura do Ano Judicial, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, o diretor nacional da PJ, Luís Neves, sublinhou que foram “recolhidos elementos de prova muito relevantes sobre o caso” e que “a resposta da Polícia Judiciária foi tão pronta e rápida quanto possível”. “Preocupa-nos a prática de crimes violentos e, sobretudo, cometidos por gente bastante jovem”, disse ainda.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …

Coreia do Norte adverte Sul para não procurar nas suas águas oficial assassinado

A Coreia do Norte pediu hoje à Marinha sul-coreana que deixe de entrar nas suas águas territoriais, numa altura em que Seul procura recuperar o corpo de um oficial sul-coreano morto a tiro no mar …

"Um abandonar dos utentes". Centros de saúde atiram pacientes para farmácias e privados

Sem resposta nos centros de saúde, vários utentes vêm-se obrigados a recorrer ao setor privado e a farmácias. A Entidade Reguladora de Saúde já recebeu várias reclamações. Face à pandemia de covid-19, os centros de saúde …

Polícia treinou uma cadela para farejar provas eletrónicas

No Minnesota, Estados Unidos, a polícia treinou uma cadela para farejar dispositivos eletrónicos. Sota já ajudou a encontrar provas em dez crimes. A polícia estatal do Minnesota treinou uma cadela labrador britânica para farejar dispositivos eletrónicos, …

Trabalhistas lideram primeira sondagem desde que Boris chegou ao poder

O partido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, situa-se hoje, pela primeira vez desde que chegou ao poder, atrás da oposição trabalhista nas intensões de voto, o que estará relacionado com a gestão da crise pandémica, …