Presidente do TC diz que texto contra “lobby gay” foi só para “provocar”

Mário Cruz / Lusa

O Presidente do Tribunal Constitucional, João Caupers

O novo presidente do Tribunal Constitucional esclareceu que o texto publicado, em 2010, no jornal de parede da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa era um “instrumento pedagógico” e não reflete “necessariamente” as suas ideias.

João Caupers, o novo presidente do Tribunal Constitucional (TC), escreveu a sua opinião sobre a homossexualidade em 2010, numa publicação que ainda se encontra online no site da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. Esta terça-feira, o texto contra o “lobby gay” foi recuperado pelo Diário de Notícias e já deu muito que falar.

Nas declarações de há 11 anos, o professor catedrático afirmou, entre outras coisas, que “os homossexuais não passam de uma inexpressiva minoria, cuja voz é enorme e despropositadamente ampliada pelos media”.

Agora, numa resposta enviada por escrito ao semanário Expresso, Caupers disse que os textos que publicou eram “um instrumento pedagógico, dirigido aos estudantes que, para melhor provocar o leitor, utilizava uma linguagem quase caricatural, usando e abusando de comparações mais ou menos absurdas”.

“Inexpressiva minoria”. Novo presidente do TC contra “lobby gay” e “promoção da homossexualidade”

O novo presidente do TC afirmou, assim, que essas declarações não refletiram “necessariamente” as suas ideias e argumentou ainda que “o pensamento jurídico utiliza como ferramenta essencial a analogia, o que supõe a capacidade de descobrir entre duas situações aquilo que é igual e aquilo que é diferente”. “É por isso que é crucial treinar os estudantes de direito nesta metodologia”, acrescentou.

Caupers disse ainda que o propósito que presidiu à criação do jornal de parede “foi o de provocar – este é o termo certo – a reação dos estudantes, utilizando intencionalmente um discurso polémico”.

O catedrático afirmou também que, quando foi trabalhar para o Tribunal Constitucional, deixou de escrever “aquele tipo de textos”, “não por qualquer mudança de convicções” que, segundo o próprio, “nunca estiveram em causa”, mas porque escrever textos polémicos “não é compatível com a discrição que se exige a um juiz”.

Em reação ao artigo do DN, a deputada bloquista Sandra Cunha escreveu na sua conta do Twitter que o texto do atual juiz presidente do TC “é ofensivo e discriminatório”.

“Não é digno de quem tem como função zelar pelo cumprimento da Constituição da República e do princípio da igualdade”, escreveu ainda a bloquista, ficando a aguardar “uma clara retratação pública”

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Desde que exista um grupo organizado com uma agenda declarada que exerça poder e influência na sociedade e no poder instituído, podemos dizer que estamos perante um lobby. Agora, resta saber se é este o contexto em que se enquadra este grupo de pessoas. É ou não é?

RESPONDER

Portugal com mais 3.794 casos de covid-19 e 16 mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 3.794 novos casos e 16 mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o …

Deputada expulsa do parlamento britânico por chamar “mentiroso” a Boris Johnson

A deputada do Partido Trabalhista, Dawn Butler, foi esta quinta-feira expulsa da Câmara dos Comuns, a câmara baixa do Parlamento britânico, por chamar "mentiroso" ao primeiro-ministro, Boris Johnson. Butler foi expulsa pela presidente adjunta temporária, Judith …

UGT dispara contra o Governo. "Exemplo vem sempre de quem está no topo"

Numa carta aberta ao primeiro-ministro, a UGT criticou a atitude de vários ministros, a destruição de milhares de postos de trabalho durante a pandemia e alertou para a suspeita de existir cartelização entre os grandes …

Greve de fome de 470 pessoas em Bruxelas termina 60 dias depois

Em Bruxelas, mais de 470 pessoas deram por terminada uma greve de fome que durou dois meses. O governo belga disse que não pode ceder a chantagens e saudou a boa decisão. Nos últimos dois meses …

Estados Unidos anunciam novas sanções a Cuba. “É apenas o início”

Sanções dos Estados Unidos a Cuba têm como objetivo castigar “os indivíduos responsáveis pela opressão da população cubana”. Ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, numa reação, fala em medidas "sem fundamento e caluniosas" e pede que …

Militantes do Chega acusados de agredir homossexual em Viseu

Militantes do Chega são acusados de terem agredido um homem homossexual no final da tarde de quarta-feira, na rua, em Viseu. Segundo informação avançada pelo Expresso, os agressores são afetos à candidatura do partido de …

Só Portugal e Lituânia é que ainda não têm 5G na União Europeia

Portugal e a Lituânia eram os dois países da União Europeia (UE) sem serviços de quinta geração (5G) no final de junho, de acordo com último relatório do Observatório Europeu para o 5G. "No final de …

Número três do Benfica suspeito de fraude fiscal

Os investigadores da Operação Saco Azul suspeitam que o Benfica desviou 1,4 milhões de euros, dos 1,8 milhões que pagou à empresa informática Questão Flexível. O semanário Expresso avança, na sua edição desta sexta-feira, que o …

OE2022: PCP já reuniu com o Governo, mas chuta discussões para pós-autárquicas. BE resgata propostas

O Governo já começa a apalpar terreno à esquerda para as negociações do Orçamento do Estado para 2022. O executivo reuniu com o PCP, mas o partido diz que só negoceia após as autárquicas. BE …

Harry Kane pode estar a caminho do Manchester City por 187 milhões de euros

A confirmar-se este valor, esta será a segunda maior transferência da história, superada apenas pela saída de Neymar do Barcelona para o PSG em 2017. Segundo avança o The Sun, Harry Kane está mesmo a caminho …