Presidente do TC diz que texto contra “lobby gay” foi só para “provocar”

Mário Cruz / Lusa

O Presidente do Tribunal Constitucional, João Caupers

O novo presidente do Tribunal Constitucional esclareceu que o texto publicado, em 2010, no jornal de parede da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa era um “instrumento pedagógico” e não reflete “necessariamente” as suas ideias.

João Caupers, o novo presidente do Tribunal Constitucional (TC), escreveu a sua opinião sobre a homossexualidade em 2010, numa publicação que ainda se encontra online no site da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. Esta terça-feira, o texto contra o “lobby gay” foi recuperado pelo Diário de Notícias e já deu muito que falar.

Nas declarações de há 11 anos, o professor catedrático afirmou, entre outras coisas, que “os homossexuais não passam de uma inexpressiva minoria, cuja voz é enorme e despropositadamente ampliada pelos media”.

Agora, numa resposta enviada por escrito ao semanário Expresso, Caupers disse que os textos que publicou eram “um instrumento pedagógico, dirigido aos estudantes que, para melhor provocar o leitor, utilizava uma linguagem quase caricatural, usando e abusando de comparações mais ou menos absurdas”.

“Inexpressiva minoria”. Novo presidente do TC contra “lobby gay” e “promoção da homossexualidade”

O novo presidente do TC afirmou, assim, que essas declarações não refletiram “necessariamente” as suas ideias e argumentou ainda que “o pensamento jurídico utiliza como ferramenta essencial a analogia, o que supõe a capacidade de descobrir entre duas situações aquilo que é igual e aquilo que é diferente”. “É por isso que é crucial treinar os estudantes de direito nesta metodologia”, acrescentou.

Caupers disse ainda que o propósito que presidiu à criação do jornal de parede “foi o de provocar – este é o termo certo – a reação dos estudantes, utilizando intencionalmente um discurso polémico”.

O catedrático afirmou também que, quando foi trabalhar para o Tribunal Constitucional, deixou de escrever “aquele tipo de textos”, “não por qualquer mudança de convicções” que, segundo o próprio, “nunca estiveram em causa”, mas porque escrever textos polémicos “não é compatível com a discrição que se exige a um juiz”.

Em reação ao artigo do DN, a deputada bloquista Sandra Cunha escreveu na sua conta do Twitter que o texto do atual juiz presidente do TC “é ofensivo e discriminatório”.

“Não é digno de quem tem como função zelar pelo cumprimento da Constituição da República e do princípio da igualdade”, escreveu ainda a bloquista, ficando a aguardar “uma clara retratação pública”

  ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Desde que exista um grupo organizado com uma agenda declarada que exerça poder e influência na sociedade e no poder instituído, podemos dizer que estamos perante um lobby. Agora, resta saber se é este o contexto em que se enquadra este grupo de pessoas. É ou não é?

RESPONDER

Entre "bomba atómica" e "cozinhado" de última hora, Marcelo recebeu Rangel (para irritação de Rio)

O Presidente da República recebeu Paulo Rangel numa altura em que tenta ainda "cozinhar" um entendimento de última hora para aprovação do Orçamento de Estado para 2022, de modo a evitar a "bomba atómica" da …

Sarabia (2E) do Sporting disputa a bola com Ricielli (2D) do Famalicão durante jogo da Taça da Liga

Sporting 2-1 Famalicão | Leões roubaram a bola e não deram hipóteses

O Sporting venceu o Famalicão 2-1, em jogo do grupo B da Taça da Liga, no qual, apesar da diferença mínima, não deu hipóteses ao adversário e controlou-o desde o primeiro ao último minuto. Finalmente Rúben …

Cidade australiana está a dar terrenos de graça para atrair novos moradores

Uma cidade em Queensland, na Austrália, está a doar terrenos numa tentativa de aumentar a sua população de apenas 800 pessoas. Em declarações ao site news.com.au, as autoridades da cidade australiana de Quilpie explicaram que estão …

Princesa Mako e o marido Komuro Kei

Entre escândalos na imprensa e stress pós-traumático, nada deteve o amor da Princesa Mako pelo plebeu Kei Komuro

A monarca japonesa vai abandonar a vida real e viver nos EUA com o marido, um advogado plebeu que conheceu em 2012 na Universidade. A imprensa tem escrutinado a vida de Komuro Kei, que consideram …

Depressão: o relato de Vanessa Fernandes

Escrava do seu sucesso, a vencedora de uma medalha nos Jogos Olímpicos confessa que teria ficado destruída, caso não tivesse pedido ajuda. A ideia era sempre "ganhar e ser a melhor" mas, nos bastidores, Vanessa Fernandes …

Squid Game. Coreia do Norte ataca Coreia do Sul com base no novo sucesso da Netflix

A série "Squid Game", que é a mais vista de sempre na Netflix, tornou-se tão popular que nem a Coreia do Norte ficou indiferente — mas por maus motivos. Enquanto a série sul-coreana tem conquistado espectadores …

O jogador do Santa Clara, Chindris, festeja um golo contra o FC Porto

Santa Clara 3-1 FC Porto | Eficácia atira dragões para fora da Taça da Liga

O Santa Clara recebeu e venceu hoje o FC Porto por 3-1, atirando os portistas para fora da Taça da Liga, num jogo em que a eficácia açoriana fez a diferença. Os golos do triunfo açoriano …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …