Presidente do TC diz que texto contra “lobby gay” foi só para “provocar”

Mário Cruz / Lusa

O Presidente do Tribunal Constitucional, João Caupers

O novo presidente do Tribunal Constitucional esclareceu que o texto publicado, em 2010, no jornal de parede da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa era um “instrumento pedagógico” e não reflete “necessariamente” as suas ideias.

João Caupers, o novo presidente do Tribunal Constitucional (TC), escreveu a sua opinião sobre a homossexualidade em 2010, numa publicação que ainda se encontra online no site da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. Esta terça-feira, o texto contra o “lobby gay” foi recuperado pelo Diário de Notícias e já deu muito que falar.

Nas declarações de há 11 anos, o professor catedrático afirmou, entre outras coisas, que “os homossexuais não passam de uma inexpressiva minoria, cuja voz é enorme e despropositadamente ampliada pelos media”.

Agora, numa resposta enviada por escrito ao semanário Expresso, Caupers disse que os textos que publicou eram “um instrumento pedagógico, dirigido aos estudantes que, para melhor provocar o leitor, utilizava uma linguagem quase caricatural, usando e abusando de comparações mais ou menos absurdas”.

“Inexpressiva minoria”. Novo presidente do TC contra “lobby gay” e “promoção da homossexualidade”

O novo presidente do TC afirmou, assim, que essas declarações não refletiram “necessariamente” as suas ideias e argumentou ainda que “o pensamento jurídico utiliza como ferramenta essencial a analogia, o que supõe a capacidade de descobrir entre duas situações aquilo que é igual e aquilo que é diferente”. “É por isso que é crucial treinar os estudantes de direito nesta metodologia”, acrescentou.

Caupers disse ainda que o propósito que presidiu à criação do jornal de parede “foi o de provocar – este é o termo certo – a reação dos estudantes, utilizando intencionalmente um discurso polémico”.

O catedrático afirmou também que, quando foi trabalhar para o Tribunal Constitucional, deixou de escrever “aquele tipo de textos”, “não por qualquer mudança de convicções” que, segundo o próprio, “nunca estiveram em causa”, mas porque escrever textos polémicos “não é compatível com a discrição que se exige a um juiz”.

Em reação ao artigo do DN, a deputada bloquista Sandra Cunha escreveu na sua conta do Twitter que o texto do atual juiz presidente do TC “é ofensivo e discriminatório”.

“Não é digno de quem tem como função zelar pelo cumprimento da Constituição da República e do princípio da igualdade”, escreveu ainda a bloquista, ficando a aguardar “uma clara retratação pública”

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Desde que exista um grupo organizado com uma agenda declarada que exerça poder e influência na sociedade e no poder instituído, podemos dizer que estamos perante um lobby. Agora, resta saber se é este o contexto em que se enquadra este grupo de pessoas. É ou não é?

RESPONDER

Relatório secreto aponta o dedo à CMVM, auditoras e Angola na queda do BES

O Banco de Portugal não será o único culpado pela queda do BES. O Relatório Costa Pinto aponta o dedo à CMVM, à KPMG e PwC, e ao Banco Nacional de Angola. O Relatório Costa Pinto …

Ventura vai "atrás" de Costa (e espera um milhão de votos nas legislativas)

O Chega organizou, este domingo, uma manifestação contra a ilegalização do partido. André Ventura sublinhou que o partido não tem medo e que "só o povo" pode fazê-lo. O presidente do Chega afirmou, este domingo, que …

Juiz-Anti-Confinamento

"Pelos castelos de Portugal" em protestos ilegais, juiz anti-confinamento não pode ser detido

O juiz Rui Fonseca e Castro, que se tornou conhecido pela postura anti-confinamento tem reunido vários apoiantes em protestos sem máscaras e sem distanciamento social. Mas apesar da detenção de alguns desses apoiantes, o magistrado …

Navalny. Ministros europeus analisam situação de opositor russo

Os ministros dos Negócios Estrangeiros europeus vão analisar a situação de Alexei Navalny, opositor à Presidência russa cujo estado de saúde se agravou devido à greve de fome que iniciou na prisão, anunciou este domingo …

Espanha aprova lei para proteger as crianças contra a violência. Decisão é pioneira a nível mundial

Espanha está a pouco mais de um mês de dar um passo importante em prol da defesa dos direitos sociais dos cidadãos. O Congresso dos Deputados aprovou na passada quinta-feira o projeto de lei de …

Linhas do tempo da monarquia. Pela primeira vez, Portugal vai ter um Plano Ferroviário

Pela primeira vez, Portugal vai ter um Plano Ferroviário Nacional (PFN). Esta segunda-feira, é dado o pontapé de saída para o debate nacional sobre a ferrovia. Em declarações à TSF, o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno …

Sporting volta à carga por Yaremchuk, mas tem concorrência de Paulo Fonseca

Roman Yaremchuk volta a entrar na equação do Sporting. O avançado ucraniano leva 20 golos esta temporada e pode ser reforço para a próxima temporada. O Sporting CP não desiste de procurar opções para o ataque, …

Atraso de três meses do Governo terá facilitado venda de barragens da EDP

O Ministério do Ambiente demorou quase três meses a pedir uma avaliação do negócio das seis barragens da EDP à Engie, o que terá facilitado o processo de venda. Em 30 de julho de 2020, a …

Marques Mendes acredita que Sócrates tem ajudado a extrema-direita a crescer

Segundo Luís Marques Mendes, José Sócrates "tem dado um contributo enorme, enorme, enorme para o crescimento da extrema-direita em Portugal". No seu habitual espaço de comentário no Jornal da Noite da SIC, Luís Marques Mendes defendeu …

Rio impôs candidatos a Leiria e Castelo Branco (e causou desconforto no PSD)

Em Leiria e Castelo Branco as estruturas locais do PSD mostraram-se descontentes com as escolhas de Rui Rio para a corrida às autárquicas e imputam os resultados de outubro à direção nacional do partido. Ainda no …