Presidente do Eurogrupo acusa países do sul de gastarem dinheiro em “álcool e mulheres”

EU Council Eurozone / Flickr

Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo

Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo

O Presidente do Eurogrupo está debaixo de fogo, depois de ter dito a um jornal alemão que, apesar de considerar a solidariedade um valor importante, “não se pode gastar dinheiro em álcool e mulheres e, a seguir, pedir ajuda”. Mas recusa pedir desculpas pelas palavras que “saíram da sua boca”.

“Durante a crise do euro, os países do Norte mostraram-se solidários com os países afetados pela crise. Como social-democrata considero a solidariedade extremamente importante. Mas quem a exige também tem obrigações. Não posso gastar todo o meu dinheiro em álcool e mulheres e, a seguir, pedir ajuda. Este princípio aplica-se a nível pessoal, local, nacional e também a nível europeu”, disse Jeroen Dijsselbloem ao Frankfurter Allgemeine Zeitung.

As declarações ao jornal alemão estão a colocar o presidente do Eurogrupo no centro da polémica, com vários deputados europeus a sugerir que se trata de um insulto aos países do sul da Europa e, por isso, há quem já peça a sua demissão, escreve o El País.

Esta nova controvérsia à volta de Dijsselbloem surge numa altura em que a sua posição como presidente do Eurogrupo está já fragilizada, após a derrota histórica do seu partido, o PvdA, que passou de 38 para nove deputados nas legislativas da semana passada na Holanda.

O holandês já explicou que não estava a referir-se em nenhum país em particular e recusa-se a pedir desculpa.

“Sou social-democrata e valorizo muito o princípio da solidariedade numa sociedade, na Europa. Mas a solidariedade deve estar acompanhada de compromissos e esforços”, disse no Parlamento Europeu, acrescentando que não quis “ofender quem quer que seja”.

Não fiquem ofendidos, não se trata apenas de um país mas de todos os países. A Holanda também falhou em cumprir aquilo que tinha acordado”, explicou.

Com os resultados nas eleições, o ainda ministro das Finanças holandês poderá vir a perder o cargo de liderança no Eurogrupo, sendo o espanhol Luis de Guindos o mais falado para o substituir.

Portugal exige demissão de Dijsselbloem

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, já pediu esta quarta-feira, em Washington, o afastamento do presidente do Eurogrupo.

“Hoje, no Parlamento Europeu, muita gente entende que Jeroen Djisselbloem não tem condições para permanecer à frente do Eurogrupo e o governo português partilha dessa opinião”, disse o ministro. Augusto Santos Silva considerou que as declarações “são muito infelizes e, do ponto de vista português, absolutamente inaceitáveis“.

“Há, por um lado, o aspecto de uma graçola que usa termos que hoje já não são concebíveis, essa ideia de gente que anda a gastar dinheiro com vinho e mulheres é uma forma de expressão que, com toda a certeza, não é própria de um ministro das Finanças europeu”, explicou.

O primeiro-ministro António Costa também já reagiu à infeliz tirada do presidente do Eurogrupo, considerando que foi um discurso “racista, xenófobo e sexista”. Costa vai mais longe e diz que a “Europa só será credível enquanto projeto comum no dia em que o sr. Dijsselbloem deixar de ser presidente do Eurogrupo”.

Ao Observador, o líder parlamentar e presidente do PS, Carlos César, também expressou o seu descontentamento, considerando que “este é o tipo de criatura que não faz falta na União Europeia”.

“As declarações que fez são absolutamente inaceitáveis pelo grau de preconceito que demonstram, de racismo, de xenofobia, de sexismo também”, afirmou também a bloquista Isabel Pires.

Os dois partidos já anunciaram que vão apresentar um voto de condenação na Assembleia da República contra o Presidente do Eurogrupo.

Também o grupo dos Socialistas Europeus, ao qual Dijsselbloem curiosamente pertence, já reagiu a estas declarações, que considerou “vergonhosas e chocantes”, e sustenta que o presidente do Eurogrupo “foi longe demais, ao utilizar argumentos discriminatórios contra os países do sul da Europa”.

Não há desculpa ou razão para recorrer a tal linguagem, especialmente de alguém que é suposto ser um progressista. Questiono verdadeiramente se uma pessoa com estas crenças ainda pode ser considerada adequada para o cargo de presidente do Eurogrupo”, comentou o líder da bancada dos Socialistas Europeus no Parlamento, Gianni Pittella.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

31 COMENTÁRIOS

    • Mas ele só disse “não posso gastar todo o meu dinheiro em mulheres e aguardente e depois vir pedir ajuda”. Onde é que está o mal? Mas parece que alguém se picou com a conversa. Imagine a bronca que seria se dissesse: gastam o dinheiro todo em consumo de “felicidade” e depois vão pedir ajuda. Imagine o que aconteceria.

  1. Gajas e vinho é tudo quanto os países do sul anseiam.
    Também por isso no verão temos muitas senhoras do norte, com particular acuidade as holandesas que rumam ao sul para usufruírem do nosso sol e aproveitarem-se da nossa fraqueza que tem a ver com o nosso gosto em gajas e vinho.
    Talvez por isso se compreenda o ódio patológico que este senhor tem aos países do sul. Para apaziguar a consciência pesada que este Sr. manifesta, deveria o nosso governo convidar este senhor a visitar o nosso país, por forma a que ele possa vir a conhecer o seu progenitor.
    Quem sabe se ele conhecendo o seu paizinho passa a gostar um pouco mais dos paízes do sul

  2. Este fuinha teve esta “tirada”, que é duma gigantesca idiotice!
    Primeiro, porque este parvo se esqueceu que o país dele (Holanda) é precisamente o país da prostituição legal, das drogas legais, etc, isto é, do regabofe completo, bem convidativo “ao copo” e “ás gajas”. Em segundo porque, no meio disto tudo já arranjou a antipatia de, pelo menos os países do mediterraneo, aos quais se juntam mais alguns de Leste e do centro da europa, que não o gramam. Em suma, para quem quer conservar o tacho na UE, é má politica ter o discurso que teve e acho que já se lixou.

  3. Ao menos os holandeses tiram proveito c/ as gajas não é como os povos do sul que até parece que são ricos que não tiram proveito da profissão mais velha do mundo. Deviam pagar impostos, em vez de andarem sempre a fazerem-se de coitadinhas(os).
    Há gente que não gosta de ler/ouvir as verdades, porque o que este Sr. disse foi e continua a ser a realidade, infelizmente p/ os povos que são quem padecem sempre c/ a fatura negativa…

  4. TSDM não posso concordar consigo. Bastará olhar para o Sr. Dijsselbloem para ver quem tem pinta de “manager”. Aqueles caracóis a escorrerem brilhantina não enganam ninguém.
    Felizmente para nós Sulistas não elitistas deixamos o proxenetismo e a agiotagem para quem percebe mesmo disso e gosta de enriquecer sem causa e viver à custa dos outros.

    Eu sentir-me-ia incomodado, se ao utilizar um qualquer serviço público, tivesse consciência de que esse serviço pudesse estar a ser financiado com um cêntimo que fosse, proveniente da exploração de mulheres como acontece com o país desse senhor.

  5. O que está errado aqui?“Durante a crise do euro, os países do Norte mostraram-se solidários com os países afetados pela crise. Como social-democrata considero a solidariedade extremamente importante. Mas quem a exige também tem obrigações. Não posso gastar todo o meu dinheiro em álcool e mulheres e, a seguir, pedir ajuda. Este princípio aplica-se a nível pessoal, local, nacional e também a nível europeu”, disse Jeroen Dijsselbloem ao Frankfurter Allgemeine Zeitung.
    Quem pronunciou estas palavras ou quem as lê por falta de humildade para reconhecer que o que diz está certo em termos gerais?

    • 100% correcto e sem tirar de contexto ele não diz que nós andamos a querer vinho e mulheres, ele diz que ele não pode gastar o dinheiro dele em mulheres e vinho e depois pedir ajuda, será que o povo já nem ler sabe ou só lê os títulos? Vi pessoal a dizer que a Europa os explora ou roubam com taxas de juro altas, que pessoas ridiculas, devem de ter um crédito no banco e não se queixam dessa taxa, a verdade é que os trabalhadores desses países andam a pagar impostos a mais para enviarem dinheiro para ser esbanjado pelos NOSSOS governantes que NÓS votámos e NÓS elegemos.

      Se não viesse o dinheiro deles para cá já isto tinha afundado á muito, assim só afundou a PT, a CGD, o BES, Montepio, o Banif, é necessário continuar ou já apanharam a ideia?

      Cambada de ingratos, se não fossem os trabalhadores desses países NÓS não teríamos Politicos tão ricos, políticos esses que volto a frisar foram elegidos por NÓS e não por eles

    • Concordo plenamente consigo. Mas tudo serve neste momento para a nossa classe política dominante. Poderão ter sucesso em correr com o Carlos Costa, com a Sra. das contas públicas, outros empecilhos domésticos, mas este vai ser um osso duro de roer. Mas que vão tentar…. vão.

  6. Não sei porque estão escandalizados, se ao menos o gastassem em vinho e mulheres portuguesas ou em Portugal !!!!
    Roubam-nos à descarada e admiram-se destas afirmações. Será que o povo português, nunca mais abre a pestana ????
    O sentido do que este senhor afirma, é dos milhões que roubam e desviam estes políticos da treta, é só vigaristas no des(governo).
    O grande problema é esse, não é as mulheres e o vinho..
    Estes meninos que nos governam e desviam grande parte do dinheiro, para países fiscais e outra coisas mais, é só prestar um pouco de atenção, roubam,roubam,falsificam,vigarizam, enganam o zé povinho que nos fazem de parvos, e ainda estes Costas políticos ficam escandalizados. Deviam era ser todos presos estes governantes da treta, que só enchem os bolsos deles dos familiares e amigos e da seita que os rodeiam.
    Os tais antigamente , pelo menos em questão de seriedade, comparados com o após 25 de Abril, eram uns meninos de coro.
    Não se escandalizem, porque pelos vistos o homem até tem razão.

  7. Sinceramente não vos percebo, o que ele disse está totalmente fora do contexto, ouvi o que ele disse e não é o que ficou distorcido propositadamente, ele disse que ELE não poderia gastar o dinheiro em mulheres e vinho e depois não esperar cumprir com os compromissos, além disso penso sinceramente que ele deveria ter dito que os governantes dos países do sul gastam o dinheiro em mulheres e vinho, isso é totalmente verdade porque de outra maneira então esses países do sul estariam a ser governados ou por corruptos ou por incompetentes, o dinheiro tem que estar a ir para algum lado, porque a verdade é que o dinheiro pago pelos impostos dos trabalhadores daqueles países nos anda a sustentar, apesar de nós povo não andarmos com mulheres e bêbados os nossos políticos devem de andar pelo estado em que o país está e a outra verdade é que fomos NÓS que os metemos lá, por isso será justo pedir aos países do norte que continuem a sustentar os países do sul governados por políticos que NÓS elegemos?

    Portugal é um país de virtudes e virtuosos, tanto que temos ex-pm a serem julgados, cai empresas gigantescas tipo PT, EDP dão prémios/ordenados gigantes, bancos privados vão á falência, até o banco do estado anda pela rua da amargura, isto anda tão mal que quem está de fora a sustentar-nos acha que andamos bêbados…

  8. Se este aprendiz de político se abstivesse de comentários que não estão à altura do cargo que desempenha, faria melhor figura!
    Não é, de resto, a primeira, o que apenas prova que não tem dimensão para o cargo.
    Espero, sinceramente, que o ponham a andar de skate, ou de patins: Não faz lá falta nenhuma.
    E, em vez de se retratar e admitir que se excedeu – talvez por ter bebido uns copos a mais, ou ter saído, eufórico, de alguma das orgias que proliferam lá pelo país dele – ainda vem, arrogantemente, corroborar aquilo que disse. É preciso ser muito descarado e despudorado! A “políticos” deste calibre façam o favor de poupar toda a Europa, em particular aos ofendidos: Ponham-no a andar e depressa…

    • Amigo, já leu o texto todo? Ele nunca se retratará porque o que ele disse foi apenas isto: não posso gastar todo o meu dinheiro em mulheres e vinho e depois vir pedir ajuda. Apenas isto. Quem se sentiu picado lá saberá porquê.

  9. O Protocolo nº15 do Tratado de Maastricht estabelece que:
    Artigo 1.º
    Os ministros dos Estados-Membros cuja moeda seja o euro reúnem-se entre si de maneira informal. Estas reuniões têm lugar, na medida do necessário, para debater questões relacionadas com as responsabilidades específicas que partilham em matéria de moeda única. Nelas participa a Comissão. O Banco Central Europeu será convidado a participar nessas reuniões, que serão preparadas pelos representantes dos ministros das Finanças dos Estados-Membros cuja moeda seja o euro e da Comissão.

    Artigo 2.º
    Os ministros dos Estados-Membros cuja moeda seja o euro elegem um presidente por dois anos e meio, por maioria desses Estados-Membros.

    Ora, se o eurogrupo existe “para debater questões relacionadas com as responsabilidades específicas que partilham em matéria de moeda única”, como é que se tem arrogado o direito de pôr e dispor o que muito bem entende sobre o futuro dos povos dos estados-membro da UE? Quem lhe conferiu esse mandato? Alguém os elegeu e pode controlar o que fazem? Por que é que é preciso reclamar a demissão deste troglodita? Por que é que, em primeiro lugar, ele existe com o poder que tem tido? Ainda achamos que esta UE serve para diminuir as diferenças de progresso e de desenvolvimento entre os estados-membro? O que é que falta para toda a gente finalmente acordar e deitar esta gentalha mais os nacionalistas xenófobos pela borda fora?

  10. Políticos deste calibre !!!!!
    Amigo, cadê os nossos ?????
    Este ainda falou, resumindo, continuamos a falar do vinho e das mulheres, quando o contexto, na realidade não é esse !!!
    Onde estão os milhões e milhões que desaparecem, com o aval dos nossos políticos e banqueiros, onde anda esse dinheirinho ????
    Com isso é que nos devíamos preocupar, porque quem tem de pagar esses roubos e vigaríces, somos nós o povo, os trabalhadores reformados etc.
    E que acontece aos prevaricadores ????
    Não vejo nenhum preso.

    • Não vale a pena escrever, se tivéssemos um povo inteligente não estávamos como estamos, ninguém vai perceber o trocadilho, passam a vida a dizer mal dos políticos mas somos nós quem os lá mete…

      Muita gente não consegue ler além do titulo da noticia quanto mais interpretar as palavras directamente da boca de quem as disse, para isso servem os jornais para “interpretar” da maneira que cause mais impacto, aqui está uma música para todos os Portugueses que não conseguiram fazer algo tão simples como traduzir e perceber o que o homem disse:

      https://www.youtube.com/watch?v=bIHvjuhEnVk

      Ou para os que não sabem fazer um copy past procurem no youtube por : Mata Ratos – Uma Trilogia Portuguesa

  11. Quem terá dúvidas de que muitos subsídios vindos da Europa foram mal gastos neste país, dinheiros distribuídos por gente da administração e por muitos particulares que em vez de aplicarem o dinheiro no que deviam assim ficou distribuído e tudo ficou na mesma à parte de mais algum carro novo ou apartamento na praia e o país a continuar no mesmo rengo rengo do costume com pouco ou nada a avançar, depois quando levam algum puxão de orelhas são os outros que na prática nos estenderam a mão que são os maus da fita, no entanto quanto a males humanos também este senhor poderá olhar para o que se passa em casa e desde droga, prostituição a homossexualidade terá muito para nos contar.

  12. Não é necessário vir um “xuxialista” com cara de podofilo vir dizer um facto
    Em média, a cada 15 anos, Portugal pede ajuda externa…
    Só mesmo a gastar o dinheirinho do POVO dessa forma é que se justifica esta realidade

  13. Ei! Ei! Ei!

    Boa noite ou bom dia a todas as Senhoras e Senhores deste País “Maravilhoso”, e especialmente (do fundo do meu coração…) ao Senhor Jeroen Dijsselbloem (mas é possível registar o nome de um “filho”, depois de uma Noite de Álcool e Mulheres!?… Deve ser… e… dois ou três dias depois, percebemos que já não vale a pena pedir desculpas pelas palavras que saíram da nossa boca. Agora, filho, este será o teu nome…).

    Gastar dinheiro em Álcool e Mulheres!? E então?
    Há quem gaste o dinheiro; em Livros, Cromos, etc, etc, e em tudo o mais que o dinheiro pode comprar (desde que não utilize o meu cartão de “crédito”) é simples; Verde, Código, Verde!
    Venham gastar a “guita” no Portugal dos pequeninos, em álcool, em mulheres, ou…

    Ajuda a nossa economia a crescer, ajuda os Bancos a solicitar Insolvência, ajuda os Políticos a blá, blá, blá (“desvio” para obras públicas, quais?…), as grandes empresas a endividarem-se, PPP, etc, e siga a Banda!

    Não pressionem o Senhor JD!
    Senão, em vez de continuar a beber “Sagres” começa a beber “San Miguel” ou “Heineken”…

    Desculpem “recuso-me a pedir desculpa, a quem quer que seja, mas valorizo muito o princípio da solidariedade numa sociedade”.

    PS

  14. estou incrédulo pessoal preocupado em defender os nossos impolutos governantes, quero ver se eles vos defendem quando tiverem o vosso emprego, a vossa casa, a vossa sobrevivência em causa

RESPONDER

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …

Covid-19. México investiga mercado negro de atestados de óbito falsos

As autoridades da Cidade do México anunciaram que estão a investigar um suposto mercado negro de atestados de óbito relacionado com a covid-19, no dia em que o país registou 625 mortes nas últimas 24 …

Astrónomos descobrem "réplica" do Sol e da Terra a três mil anos-luz

O que diferencia esta descoberta de outros exoplanetas parecidos com a Terra é que a sua estrela tem uma semelhança impressionante com o nosso Sol. Entre os dados da missão Kepler, uma equipa de investigadores identificou …

Sem romarias e festas, milhares de famílias estão a entrar em falência

Milhares de famílias cujo rendimento depende das romarias e festas populares estão a atravessar sérias dificuldades económicas. Os prejuízos ultrapassam os 50 milhões de euros. A suspensão das festas populares e romarias religiosas em todo o …

Corpo de Maria Velho da Costa ficou 11 dias na morgue. Filho critica MP e fala em "massacre psicológico"

Os restos mortais da escritora Maria Velho da Costa, que faleceu a 23 de Maio, ficaram no Instituto de Medicina Legal, em Lisboa, durante 11 dias, sem que a família tivesse conhecimento de que já …

"Vocês são uns ingratos". Vieira arrasa equipa após empate com o Tondela

Luís Filipe Vieira foi ao balneário falar com os jogadores após o empate com o Tondela. O presidente benfiquista mostrou-se irritado e acusou os futebolistas de ingratidão. Depois do empate do SL Benfica com o CD …

Costa tirou o tapete ao seu "super-ministro" (que é cada vez mais candidato a líder do PS)

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, já foi um peso-pesado do Governo de António Costa, mas o primeiro-ministro desautorizou-o na discussão sobre o futuro da TAP, num claro sinal de que a "lua-de-mel" entre os …

Há dois candidatos na calha para suceder a Centeno. Siza Vieira fora da corrida

Pedro Siza Vieira era apontado como o favorito a suceder a Mário Centeno na pasta das Finanças, mas recusou essa possibilidade. Nelson de Souza e João Leão são agora os dois principais candidatos. Com a saída …

Ventura chega-se à "família Bolsonaro" e vai trabalhar com a extrema-direita europeia

O Chega de André Ventura tem mantido contactos internacionais, nomeadamente nos EUA e no Brasil, no sentido de estabelecer ligações que consolidem a sua força política. Terá mantido reuniões com elementos "próximos da família Bolsonaro" …