Presidente da Câmara de Barcelos não pode falar com funcionários (mas não vê problemas nisso)

Município de Barcelos & Facebook

O presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes

O presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, é arguido no âmbito da “Operação Teia” e, por isso, não pode contactar com os funcionários da autarquia. Apesar disso, continua a exercer as suas funções sem problemas, como diz.

“Limito-me a dar bom dia ou boa tarde porque penso que a Justiça não proíbe o acto de boa educação”, refere Miguel Costa Gomes em declarações à TSF. O autarca que é suspeito de crimes de corrupção passiva e de prevaricação voltou às suas funções na Câmara a 14 de Outubro de 2019, após ter chegado a estar em prisão domiciliária e ter exercido o cargo a partir de casa.

De volta ao activo, Costa Gomes refere que as suas funções têm decorrido sem problemas. “Tem sido tudo normal, tem-se decidido tudo, faço as minhas reuniões normais com os vereadores à segunda-feira, o executivo está a funcionar normalmente. Não tem havido ou não se sente qualquer tipo de impedimento, nem qualquer tipo de perturbação ao nível do funcionamento. A única perturbação é pessoal, por não poder falar com eles”, aponta o autarca.

Convém notar que o presidente da Câmara não está impedido de falar com os seus colaboradores mais próximos. “Todos aqueles que são nomeados, nomeadamente adjuntos, secretários, vereadores, deputados, presidentes de junta não estão abrangidos”, explica na TSF, frisando que está “inibido de contactar com os funcionários do quadro do município”.

Para que as coisas funcionem, o autarca refere que “é feita uma ponte” entre os seus “adjuntos e secretários” que recebem “instruções e que, por sua vez, transmitem aos directores de departamento ou chefes de divisão se for o caso”.

O autarca só lamenta que, neste tipo de casos, “um autarca é exposto e do ponto de vista público é quase condenado logo no primeiro acto“. “Isso é o mais desagradável e perturbante”, diz, defendendo que “se deve continuar a investigar e a controlar o bom rigor da gestão pública, mas ao mesmo tempo é preciso ter respeito por aquilo que é um direito constitucional, de que até prova em contrário todos somos inocentes”.

A “Operação Teia” implica também Joaquim Couto que renunciou ao cargo de presidente da Câmara de Santo Tirso, a sua mulher, e Laranja Pontes, ex-presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto. Estão em causa alegados favorecimentos às empresas da mulher de Joaquim Couto por parte da Câmara de Barcelos e do IPO/Porto.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Olha o artista que foi da mafia da ACIB para a Câmara de Barcelos, para dar continuidade às vigarices do seu antecessor!…
    Este teve menos sorte…

  2. No dia em que dedidirem investigar a sério as nossas autarquias tenham pelo menos o bom senso de lançar em simultâneo um concurso de carácter urgente relativo à construção de 40 ou 50 novos estabelecimentos prisionais um pouco por todo o país.
    É melhor continuar a fazer vista grossa. É assobiar e olhar para o lado. É o melhor.

RESPONDER

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …