Presidente da Câmara de Barcelos não pode falar com funcionários (mas não vê problemas nisso)

Município de Barcelos & Facebook

O presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes

O presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, é arguido no âmbito da “Operação Teia” e, por isso, não pode contactar com os funcionários da autarquia. Apesar disso, continua a exercer as suas funções sem problemas, como diz.

“Limito-me a dar bom dia ou boa tarde porque penso que a Justiça não proíbe o acto de boa educação”, refere Miguel Costa Gomes em declarações à TSF. O autarca que é suspeito de crimes de corrupção passiva e de prevaricação voltou às suas funções na Câmara a 14 de Outubro de 2019, após ter chegado a estar em prisão domiciliária e ter exercido o cargo a partir de casa.

De volta ao activo, Costa Gomes refere que as suas funções têm decorrido sem problemas. “Tem sido tudo normal, tem-se decidido tudo, faço as minhas reuniões normais com os vereadores à segunda-feira, o executivo está a funcionar normalmente. Não tem havido ou não se sente qualquer tipo de impedimento, nem qualquer tipo de perturbação ao nível do funcionamento. A única perturbação é pessoal, por não poder falar com eles”, aponta o autarca.

Convém notar que o presidente da Câmara não está impedido de falar com os seus colaboradores mais próximos. “Todos aqueles que são nomeados, nomeadamente adjuntos, secretários, vereadores, deputados, presidentes de junta não estão abrangidos”, explica na TSF, frisando que está “inibido de contactar com os funcionários do quadro do município”.

Para que as coisas funcionem, o autarca refere que “é feita uma ponte” entre os seus “adjuntos e secretários” que recebem “instruções e que, por sua vez, transmitem aos directores de departamento ou chefes de divisão se for o caso”.

O autarca só lamenta que, neste tipo de casos, “um autarca é exposto e do ponto de vista público é quase condenado logo no primeiro acto“. “Isso é o mais desagradável e perturbante”, diz, defendendo que “se deve continuar a investigar e a controlar o bom rigor da gestão pública, mas ao mesmo tempo é preciso ter respeito por aquilo que é um direito constitucional, de que até prova em contrário todos somos inocentes”.

A “Operação Teia” implica também Joaquim Couto que renunciou ao cargo de presidente da Câmara de Santo Tirso, a sua mulher, e Laranja Pontes, ex-presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto. Estão em causa alegados favorecimentos às empresas da mulher de Joaquim Couto por parte da Câmara de Barcelos e do IPO/Porto.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Olha o artista que foi da mafia da ACIB para a Câmara de Barcelos, para dar continuidade às vigarices do seu antecessor!…
    Este teve menos sorte…

  2. No dia em que dedidirem investigar a sério as nossas autarquias tenham pelo menos o bom senso de lançar em simultâneo um concurso de carácter urgente relativo à construção de 40 ou 50 novos estabelecimentos prisionais um pouco por todo o país.
    É melhor continuar a fazer vista grossa. É assobiar e olhar para o lado. É o melhor.

RESPONDER

Governo russo exige 1,8 mil milhões de euros a empresa mineira por poluição no Ártico

A agência russa de defesa do ambiente exigiu uma indemnização de 147,8 mil milhões de rublos (1,8 mil milhões de euros) ao conglomerado mineiro Norilsk Nickel, pela grave poluição do Ártico com hidrocarbonetos. Em comunicado, a …

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …