Presidente da Câmara de Barcelos não pode falar com funcionários (mas não vê problemas nisso)

Município de Barcelos & Facebook

O presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes

O presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, é arguido no âmbito da “Operação Teia” e, por isso, não pode contactar com os funcionários da autarquia. Apesar disso, continua a exercer as suas funções sem problemas, como diz.

“Limito-me a dar bom dia ou boa tarde porque penso que a Justiça não proíbe o acto de boa educação”, refere Miguel Costa Gomes em declarações à TSF. O autarca que é suspeito de crimes de corrupção passiva e de prevaricação voltou às suas funções na Câmara a 14 de Outubro de 2019, após ter chegado a estar em prisão domiciliária e ter exercido o cargo a partir de casa.

De volta ao activo, Costa Gomes refere que as suas funções têm decorrido sem problemas. “Tem sido tudo normal, tem-se decidido tudo, faço as minhas reuniões normais com os vereadores à segunda-feira, o executivo está a funcionar normalmente. Não tem havido ou não se sente qualquer tipo de impedimento, nem qualquer tipo de perturbação ao nível do funcionamento. A única perturbação é pessoal, por não poder falar com eles”, aponta o autarca.

Convém notar que o presidente da Câmara não está impedido de falar com os seus colaboradores mais próximos. “Todos aqueles que são nomeados, nomeadamente adjuntos, secretários, vereadores, deputados, presidentes de junta não estão abrangidos”, explica na TSF, frisando que está “inibido de contactar com os funcionários do quadro do município”.

Para que as coisas funcionem, o autarca refere que “é feita uma ponte” entre os seus “adjuntos e secretários” que recebem “instruções e que, por sua vez, transmitem aos directores de departamento ou chefes de divisão se for o caso”.

O autarca só lamenta que, neste tipo de casos, “um autarca é exposto e do ponto de vista público é quase condenado logo no primeiro acto“. “Isso é o mais desagradável e perturbante”, diz, defendendo que “se deve continuar a investigar e a controlar o bom rigor da gestão pública, mas ao mesmo tempo é preciso ter respeito por aquilo que é um direito constitucional, de que até prova em contrário todos somos inocentes”.

A “Operação Teia” implica também Joaquim Couto que renunciou ao cargo de presidente da Câmara de Santo Tirso, a sua mulher, e Laranja Pontes, ex-presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto. Estão em causa alegados favorecimentos às empresas da mulher de Joaquim Couto por parte da Câmara de Barcelos e do IPO/Porto.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Olha o artista que foi da mafia da ACIB para a Câmara de Barcelos, para dar continuidade às vigarices do seu antecessor!…
    Este teve menos sorte…

  2. No dia em que dedidirem investigar a sério as nossas autarquias tenham pelo menos o bom senso de lançar em simultâneo um concurso de carácter urgente relativo à construção de 40 ou 50 novos estabelecimentos prisionais um pouco por todo o país.
    É melhor continuar a fazer vista grossa. É assobiar e olhar para o lado. É o melhor.

RESPONDER

Netanyahu terá visitado Arábia Saudita (e reunido com Mike Pompeo e o príncipe herdeiro em segredo)

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, terá viajado no domingo em segredo à Arábia Saudita para se encontrar com o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, divulgaram esta segunda-feira vários meios de comunicação de Israel. De acordo …

Arguidos no processo da queda da árvore na Madeira vão a julgamento

O Tribunal da Comarca da Madeira decidiu, esta segunda-feira, após a fase de instrução, levar a julgamento os dois arguidos no caso da queda da árvore no Funchal que, em agosto de 2017, provocou a …

Ausência de máscara na via pública dá multa a pelo menos 7 pessoas por dia

Entre 28 de outubro e 16 de novembro, a GNR e a PSP aplicaram 825 coimas por incumprimento relativo ao uso de máscara, sendo que mais de 130 foram por falta dela na via pública. De …

França cria "crime de ecocídio" para punir danos graves ao ambiente

A ministra da Transição Ecológica, Barbara Pompili, e o ministro da Justiça de França, Eric Dupont-Moretti, anunciaram a criação do "crime de ecocídio", que visa prevenir e punir os danos graves ao ambiente. Ao Journal du Dimanche, explicaram …

BCE reitera que retoma económica só em 2022 (e "enfraquecida")

Para Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu, a vacina traz uma perspetiva para o final do próximo ano e para 2022, mas não para os próximos seis meses. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), …

Ventura notificado para apresentar defesa em processo por discriminação

A Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial (CICDR) notificou André Ventura para apresentar a sua defesa na sequência de alegadas declarações de carácter discriminatório em relação à etnia cigana no Facebook. A comissão …

UNICEF prepara maior operação da história para administrar dois mil milhões de vacinas

A UNICEF anunciou hoje que está a analisar a logística de transporte de cerca de dois mil milhões de vacinas contra a covid-19 para 92 países e que esta será a maior operação internacional da …

China deteta surtos em três cidades e impõe bloqueios e milhões de testes

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades. À medida …

Joe Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado

O Presidente-eleito escolheu Antony Blinken - um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Joe Biden - para o cargo de secretário de Estado, decisão que ainda terá de ser validada pelo Senado …

Portugal regista mais 74 mortes e 4044 novos casos de covid-19

Portugal regista, esta segunda-feira, mais 74 mortes e 4044 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 4044 novos casos, 2258 …