Presidenciais EUA. Biden promete vacina gratuita para todos, Trump apela ao voto latino

Jim Lo Scalzo / EPA

Último debate presidencial entre os candidatos à Casa Branca, Donald Trump e Joe Biden

Joe Biden e Donald Trump continuam em campanha eleitoral para a corrida à Casa Branca, numas eleições que estão agendadas para 3 de novembro.

O candidato presidencial democrata Joe Biden prometeu esta sexta-feira que a vacina contra o novo coronavirus vai ser “gratuita para todos”, no quadro do seu plano nacional de luta contra a pandemia, se for eleito presidente dos Estados Unidos.

“Quando tivermos uma vacina segura e eficaz, deve ser gratuita para todos, tenham ou não seguro” de saúde, afirmou, quando faltam 11 dias para a eleição presidencial.

Há muito que Biden acusa Trump de ter desistido de agir em relação à pandemia do novo coronavirus, mas aumentou as críticas, acusando-o de até estar a encorajar ativamente a sua disseminação. Procurando manter o foco da corrida presidencial na crise sanitária, que já provocou a morte a mais de 220 mil pessoas nos EUA, Biden acusou hoje Trump: “É como se tivesse decidido ir para a ofensiva em favor do vírus”.

O democrata salientou que o republicano promoveu comícios, à escala nacional, sem distância social nem máscaras, e de até ter “convidado o vírus para a Casa Branca”, ao manter uma abordagem descontraída em relação à mais básica das precauções.

Durante um discurso no Estado de Delaware, Biden prometeu, se for eleito, usar o seu período de transição para a Casa Branca para contactar todos os governadores, bem como os líderes locais, para apurar as suas necessidades em termos de luta contra a pandemia.

Disse também que pedirá aos governadores que determinem o uso obrigatório e generalizado da máscara e, se recusarem, ultrapassá-los-á.

Trump apela ao voto latino na Florida

Já o Presidente dos Estados Unidos e recandidato republicano apelou esta sexta-feira ao voto dos latinos do estado da Florida durante um comício no aeroporto de Pensacola.

Trump disse que Washington apoia a luta pela liberdade em “Cuba, Venezuela e Nicarágua”, numa altura em que o candidato republicano precisa do maior número de votos da Florida, um estado fundamental para a vitória nas eleições de 03 de novembro.

O voto hispânico tem vindo a crescer no estado devido ao aumento da emigração das últimas décadas, sobretudo cubanos, venezuelanos e nicaraguenses. “Pusemos este país no mundo e o melhor está para vir, vamos continuar a lutar e vamos continuar a ganhar. Com o povo da Florida pusemos o país a ganhar”, disse ainda o Presidente dos Estados Unidos que, durante todo o discurso, atacou os adversários do Partido Democrata.

“Se Joey [Joe Biden] e Kamala [Harris] forem eleitos vai haver um tsunami de imigração ilegal”, acusou Trump. O Presidente dos Estados Unidos discursou durante uma hora frente aos apoiantes republicanos concentrados na placa do aeroporto de Pensacola.

“Trump é querido no estado da Florida e no estado vizinho do Alabama”, disse, referindo-se a si próprio e frisando que estas são as eleições mais importantes de sempre no país.

Perante o comício a que assistiram sobretudo apoiantes do noroeste da Florida e do estado do Alabama, Trump disse que vai votar este sábado em Miami.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Supremo arrasa MP no e-toupeira. Espião do Benfica safa-se de quase todos os crimes

O Supremo Tribunal de Justiça deixou cair a maioria dos crimes no que se refere ao funcionário judicial do Tribunal de Guimarães Júlio Loureiro, conhecido como o espião do Benfica no caso e-toupeira, deixando reparos …

Espanha, França e Bélgica com descida de casos. Itália limita Natal e Madrid cancela festas de Ano Novo

Madrid, assim como Paris e Bruxelas, têm boas notícias - mas não o suficiente para suavizar medidas. Já em Itália há restrições adicionais e a cidade de Londres também considera também passar ao nível três, …

UE dá exemplo de Portugal para defender salário mínimo europeu

O comissário europeu do Emprego, Nicolas Schmit, diz esperar um acordo ou pelo menos "bastante progresso" sobre a proposta comunitária para garantir salários mínimos adequados em todos os Estados-membros da União Europeia (UE) e dá …

Na primeira fase, será possível administrar 400 mil doses de vacinas “numa semana a dez dias”. Segunda ronda pode ser crítica

Os especialistas já fazem previsões. Se por um lado a primeira fase da vacinação contra a covid-19 se adivinha rápida, a segunda será poderá ser muito complicada. Os representantes dos profissionais dos centros de saúde - …

Bruxelas conclui que Zona Franca da Madeira violou regras e quer devolução das "ajudas indevidas"

A Comissão Europeia (CE) conclui que o regime da Zona Franca da Madeira (ZFM) desrespeitou as regras de ajudas estatais, pois abrangeu empresas que não contribuíram para o desenvolvimento da região, pelo que Portugal deve …

Chuva de críticas ao plano nacional de vacinação: "É vasto em imprecisões e impreparações"

Francisco Rodrigues dos Santos considerou que "faltou planeamento" no plano de vacinação português e observou que "basta comparar" com aqueles anunciados "na Alemanha, no Reino Unido ou em Espanha para perceber que há diferenças abismais". O …

O corpo ideal? O mistério das enigmáticas figuras pré-históricas de Vénus pode ter sido resolvido

Um dos primeiros exemplos mundiais de arte, as enigmáticas estatuetas de "Vénus" esculpidas há cerca de 30 mil anos, intrigaram os cientistas durante quase dois séculos. Agora, o mistério das estranhas figuras pode ter sido …

Nova geringonça à vista? Rui Rio mostra-se disposto a governar mesmo sem vencer eleições

São muitos os sinais que tem dado. Rui Rio está disponível para liderar uma futura maioria de direita se esta vier a surgir no quadro de futuras eleições legislativas - mesmo que o PSD seja …

Cientistas encontram nova criatura gelatinosa no fundo do mar (mas podem nunca mais voltar a vê-la)

Uma equipa de investigadores da Administração Nacional de Pesca Oceânica e Atmosférica (NOAA) revelou que descobriu Duobrachium sparksae, uma nova espécie de ctenóforo - ou águas-vivas-de-pente. A descoberta foi feita remotamente usando imagens de vídeo de …

Costa anuncia hoje medidas que vão vigorar nos períodos de Natal e de passagem de ano

O primeiro-ministro anuncia hoje as medidas de combate à covid-19 enquadradas pelo decreto presidencial de estado de emergência, que indicativamente vigorará até 7 de janeiro, incluindo os períodos de Natal e de passagem de ano. Na …