Preços das casas e das rendas descem com o impacto da pandemia

Simon Collison / Flickr

A pandemia chegou a Portugal há quase um ano e os seus efeitos estão a tornar-se cada vez mais visíveis no mercado da habitação. Atualmente, os imóveis foram alvo de uma descidas dos preços tanto no mercado de arrendamento como na compra e venda.

Quer no arrendamento como na compra e venda, os contratos relativos à habitação sofreram quebras nos últimos meses de 2020, segundo os índices apurados pela Confidencial Imobiliário. Contudo, a cidade do Porto ainda mantém uma variação positiva.

De acordo com os dados da Confidencial Imobiliário, que são relativos ao último trimestre de 2020, houve uma queda tanto no mercado de arrendamento (que caiu 4,8% em termos trimestrais), como no mercado de compra e venda (que recuou de 0,8%).

Ainda assim, na cidade Invicta as variações do preço de venda ainda se fazem em terreno positivo (1,2%), mas já tinham estado negativas no trimestre anterior (-0,4%).

Apesar da descida de 0,8% em Lisboa ser ainda residual, é relevante por ser a primeira variação negativa em cadeia desde o início de 2015, altura em que arrancou o ciclo de valorização intensa que durou cinco anos consecutivos.

O Índice de Preços Residenciais da Confidencial Imobiliário para o concelho de Lisboa iniciou o ano de 2020 com uma subida em cadeia de 3%, registou uma variação trimestral nula no segundo trimestre, seguida de uma subida de 0,8% no terceiro, atingindo terreno negativo nos últimos três meses do ano.

No caso das rendas habitacionais, os novos contratos de arrendamento registaram uma evolução descendente pelo quarto trimestre consecutivo: -4,8% em termos trimestrais e -16,8% em termos homólogos.

Esta travagem fez o nível das rendas praticadas no mercado regressar a patamares de meados de 2017.

No Porto, a Confidencial Imobiliário também apurou uma ligeira descida, mas refere que na cidade a amostra foi muito reduzida e ainda que se celebraram muito poucos novos contratos.

“Há uma descida nas rendas, mas a descida nos rendimentos é ainda maior”

Ricardo Guimarães, diretor da Confidencial Imobiliário (CI), alerta que “a notícia de que as rendas estão a baixar parece positiva, mas é uma notícia armadilhada. Porque elas baixam em resposta, e na sequência, da redução de rendimento e da produção de riqueza que é gerada. Há uma descida nas rendas, mas a descida nos rendimentos das famílias é ainda maior”.

Em declarações ao Público o responsável sublinha, antes, a tónica de estabilidade que encontrou nesta variação de preços, que vão mantendo a mesma trajetória, com variações mais ou menos positivas. “O que encontramos é uma quebra muito grande no ritmo de valorização. Foi isso que trouxe a pandemia. No Porto, ainda há um comportamento positivo dos preços, mas muito abaixo daquilo que era há um ano. O que fez foi travar a valorização”, explica.

Para Ricardo Guimarães, estes indicadores não demonstram uma desvalorização, apenas anulam as expectativas de uma trajetória em termos de valorização.

De acordo com o especialista, a pressão para a desvalorização acontece sobretudo nos centros históricos das duas principais cidades do país, porque são mercados que estavam muito expostos à procura turística.

“Temos agora este mercado muito condicionado, ou praticamente inativo. O que não quer dizer que não seja também o segmento de mercado que pode recuperar mais rapidamente”, comentou Ricardo Guimarães, que diz acreditar que “enquanto houver condições para os proprietários segurarem os preços, essa vai ser a opção que vão tomar”.

A existência de moratórias para pagamentos dos empréstimos é, assim, determinante para esse propósito de manter os preços estabilizados.

“O que já é seguro dizer é que o mercado não vai ter nenhuma valorização em 2021. Isso parece-me claro. Tudo o resto é uma grande incerteza”, termina Ricardo Guimarães.

Ana Moura, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Elvis Presley terá morrido de doenças genéticas (e não por overdose de medicamentos)

Segundo um novo livro de Sally Hoedel, a morte de Elvis Presley estará, afinal, relacionada com o tratamento para doenças congénitas das quais sofria. O cantor norte-americano, que morreu há quase 44 anos, estava fortemente medicado …

A cidade mais populosa de África está a viver em contra-relógio

Os habitantes da Nigéria, o país mais populoso de África, já estão habituados a contornar as inundações anuais que invadem o país. No entanto, este ano a situação saiu fora do controlo, com o principal …

"Pensávamos que a Casa Branca mandava". Biden sob fogo devido ao fim da proibição dos despejos

A inacção de Joe Biden perante o fim das moratórias que proíbem os despejos durante a pandemia está a ser criticada até dentro do próprio Partido Democrata. A moratória federal aos despejos acabou este sábado, para …

Na ausência de Biles, Sunisa Lee coroou-se rainha da ginástica. É a primeira hmong a ganhar ouro

Sunisa Lee chegou a Tóquio com a missão de ajudar os Estados Unidos a garantir o ouro e de garantir a presença em finais individuais de aparelhos. Com o abandono de Biles, tornou-se a estrela …

Presidente afegão culpa retirada “abrupta” dos EUA pelo rápido avanço dos talibãs

O chefe de Estado afegão prometeu vencer o conflito com as milícias talibãs e os Estados Unidos dizem-se prontos a receber mais milhares de refugiados. O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, prometeu esta segunda-feira vencer o …

42% das pessoas em enfermaria no Hospital de são João têm vacinação completa

No Centro Hospitalar de São João (CHSJ), 42% das pessoas internadas em enfermaria e 15% das internadas em unidades de cuidados intensivos tinham a vacinação completa. Segundo os últimos dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), apenas …

António Oliveira e uma arbitragem "conveniente"

Athletico Paranaense perdeu novamente no Brasileirão e a equipa de arbitragem ajudou os vencedores, queixou-se o treinador português. O Athletico Paranaense, líder do Brasileirão nas primeiras jornadas, está numa fase negativa: apenas uma vitória nas últimas …

André Ventura - Chega

Autárquicas. Chega concorre sozinho a 220 municípios para avaliar o seu "impacto"

André Ventura anunciou esta segunda-feira que o Chega irá concorrer nas eleições autárquicas a “cerca de 220 municípios” do país, sublinhando que o partido vai a votos sozinho para avaliar o seu “impacto”, mas sem …

Ex-guarda nazi julgado aos 100 anos por cumplicidade em assassinatos

Um homem de 100 anos que supostamente serviu como guarda num campo de concentração nazi será julgado em outubro por cumplicidade no assassinato de mais de 3.500 pessoas durante a Segunda Guerra Mundial, informou a …

OE2021. Financiamento do Estado até meio do ano em linha com o previsto

O financiamento das Administrações Públicas (AP) até meio do ano está em linha com o projetado no Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), de acordo com um relatório da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO). "Face …