Preço da água vai aumentar no litoral e descer no interior

gotreadgo / Flickr

Em Portugal, entre 70 e 80 por cento da água é gasta com chuveiros e autoclismos.

Em Portugal, entre 70 e 80 por cento da água é gasta com chuveiros e autoclismos.

A reforma do sector da água, aprovada em Conselho de Ministros e visando a uniformização das tarifas em todo o país, está a despoletar uma maré de críticas. Há vários autarcas que ameaçam mesmo recorrer aos tribunais, perante os aumentos previstos na factura para as zonas mais a litoral, enquanto no interior vai haver uma descida.

“As tarifas vão convergir no prazo de cinco anos até chegarmos à tarifa única entre interior e litoral, os cidadãos do interior norte verão reduzida a sua tarifa mensal em três euros, de imediato, e os do litoral norte terão um agravamento gradual ao longo destes cinco anos de trinta cêntimos anuais”, revela o ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, em declarações divulgada pelo Diário de Notícias.

O Correio da Manhã já fez as contas ao que está em causa, notando que “preço da água vai subir no grande Porto, Coimbra e Costa do Estoril, e baixar em Trás-os-Montes e Alto Douro, Beira Interior e na região de Leiria”.

Este jornal salienta que em Trás-os-Montes e Alto Douro os municípios terão a tarifa média mensal reduzida em cerca de 3 euros, ainda este ano, enquanto no Grande Porto haverá um aumento de cerca de 30 cêntimos por ano durante os próximos cinco anos.

Em Leiria, Batalha, Marinha Grande, Ourém e Porto de Mós, a factura mensal deverá descer à roda de 1 euro, este ano, segundo aponta o Correio da Manhã, notando que em Coimbra haverá um acréscimo de 9 cêntimos por ano, nos próximos cinco anos.

A Beira Interior deverá ver a factura da água descer em cerca de 3 euros em 2015 e na Costa do Estoril deverá verificar-se um aumento de “57 cêntimos por ano em cinco anos”, aponta o Correio da Manhã.

O ministro do Ambiente justifica que a medida visa a igualdade territorial e social, salientando que a reforma vai levar a “um fortíssimo emagrecimento” do grupo Águas de Portugal, por via da junção das 19 empresas regionais de gestão da água em apenas cinco entidades. Uma poupança de 2,7 mil milhões de euros, de acordo com Moreira da Silva.

Todavia, a reforma não está a ser vista com bons olhos pelos autarcas mais afectados pelos aumentos na tarifa da água que ameaçam recorrer aos tribunais para impedir a reforma pretendida pelo Governo.

“Em qualquer modelo, a não ser que se faça por decreto-lei contra a opinião de todos os municípios, para se fazer uma fusão é preciso ter uma maioria qualificada de dois terços”, aponta o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, em declarações ao Jornal de Notícias.

O autarca fala de “um acto do mais profundo centralismo” e diz que “há um princípio de equidade que não foi garantido”.

Em Gaia o autarca Eduardo Vítor Rodrigues calcula, também no Jornal de Notícias, que vai gastar “mais 7,1 milhões de euros”, por causa da reforma, notando que os consumidores vão necessariamente ser prejudicados.

O presidente da Câmara de Gaia lamenta também, no mesmo jornal, que a medida vai “prejudicar claramente o Norte do País” e considera que só serve para “capitalizar uma empresa que foi descapitalizada, ao longo dos anos, por uma gestão muito questionável”.

Os autarcas de Gondomar, Marco Martins, e de Castelo Branco, Luís Correia, também já se pronunciaram contra a reforma.

A sul surgem também críticas, nomeadamente do presidente da Câmara de Loures, Bernardino Soares, que fala de uma reforma “inaceitável”, conforme declarações divulgadas pelo Diário de Notícias. “O que o Governo pretende é abrir o caminho para a privatização”, acusa este autarca.

Ideia esta já refutada por Moreira da Silva, segundo repara o mesmo Diário de Notícias, que salienta que “o Governo sempre disse que não admitia privatização das águas, mas também não admitia que nada se fizesse”.

Entretanto, o PS já garantiu que vai opor-se recorrendo a todos os meios “parlamentares e judiciais” que tem ao seu dispor para travar a reforma. O vice-presidente da bancada socialista, Marcos Perestrello, diz à Lusa que a medida acarreta “um grave prejuízo para as pessoas e para as câmaras municipais do distrito de Lisboa”.

Em sentido contrário, as Câmaras de Vila Real (PS) e da Guarda (PSD), abrangidas pela descida dos preços, já aplaudiram a reforma.

SV, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Tudo bem . Vou passar a beber vinho e a tomar banho com aguardente.
    Fico “grosso” para esquecer e desinfectado por causa dos contágios.

RESPONDER

Tem dores nas articulações quando está de chuva? É mito

A relação entre o tempo de frio e chuva e as dores nas articulações é um mito que persiste desde a antiguidade, mas não há qualquer relação, garante um estudo feito nos Estados Unidos e …

Vieira da Silva "absolutamente tranquilo"

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social reafirma estar "absolutamente tranquilo" relativamente à sua implicação no caso relativo a suspeitas de gestão danosa na associação Raríssimas. "Uma equipa técnica do Instituto de Segurança …

China constrói campos de refugiados na fronteira com a Coreia do Norte

A China, que sempre defendeu uma solução pacífica para a crise da Coreia do Norte, pode estar a preparar-se para um eventual conflito militar ou para a queda do regime de Kim Jong-un. Isto numa …

Ministério abre processo disciplinar por fuga de informação no exame de Português

O inquérito à fuga de informação no exame nacional de Português deste ano determinou a abertura de um processo disciplinar a uma professora "para apuramento de responsabilidade", adiantou o Ministério da Educação. O processo disciplinar é …

"Super-homem chinês" cai de um edifício e filma a própria morte

O "super-homem" Wu Yongning, uma estrela na rede social chinesa Weibo, morreu ao cair do 62º andar de um edifício em Changsha, na China. Wu Yongning, de 26 anos, morreu numa queda ocorrida quando tentava subir …

Governo concede tolerância de ponto no dia 26 de dezembro na função pública

O Governo vai conceder tolerância de ponto em 26 de dezembro "aos trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado, sejam eles centrais ou desconcentrados, e institutos públicos", de acordo com …

Juncker envolvido em processo judicial por escutas ilegais

Jean-Claude Juncker pode ser envolvido num processo judicial por escutas ilegais e adulteração de conversas. A investigação é relativa a uma altura em que o Presidente da Comissão Europeia era primeiro-ministro do Luxemburgo. Jean-Claude Juncker, presidente …

ONU prepara projeto contra reconhecimento pelos EUA de Jerusalém como capital de Israel16

Um projeto de resolução contra o reconhecimento pelos Estados Unidos de Jerusalém como capital de Israel está a ser preparado na ONU para demonstrar o isolamento dos norte-americanos no Conselho de Segurança. Os Estados Unidos da …

Senador John McCain hospitalizado devido a tumor

O senador e ex-candidato republicano à Casa Branca foi hospitalizado, esta quarta-feira, nos arredores de Washington. John McCain foi diagnosticado em julho com um tumor cerebral. "O senador McCain está a receber tratamento no Centro Médico …

Último aviso da Cassini: se for a Saturno, leve guarda-chuva

Se está a pensar fazer uma viagem até Saturno deixamos um conselho: não se esqueça do guarda-chuva. Cientistas norte-americanos descobriram recentemente que os anéis de Saturno podem produzir uma espécie de chuva. A sonda Cassini viveu …