Antigos povoadores da China já deformavam crânios de crianças há 12.000 anos

Os humanos que vivam a nordeste da atual China alongavam artificialmente os crânios dos seus filhos há, pelo menos, 12.000 anos, revelou uma nova investigação publicada recentemente.

Para chegar a esta conclusão, os cientistas analisaram 19 crânios escavados entre 2011 e 2015 em Houtaomuga, na província chinesa de Jilin. A equipa de antropólogos descobriu em 11 dos 19 crânios, com idades compreendidas entre os 12.000 e 5.000 anos, tinham sido deformados artificialmente.

A descoberta, frisa o estudo cujos resultados foram esta semana publicados no American Journal of Physical Anthropology, evidencia que os habitantes deste assentamento neolíticos foram dos primeiros a aplicar esta conhecida modificação craniana.

De acordo com os cientistas, a prática foi, provavelmente, iniciada ainda mais cedo do que na caverna de Shanidar, no Iraque, há muito considerada o local de origem entre os humanos do tipo moderno na Ásia.

“Até agora, pensava-se que as práticas intencionais de deformação do crânio no leste da Ásia se tinham originado nas estepes ocidentais [mas] parece mais provável que estas tenham tido origem no leste da Ásia”, acreditam os autores.

“O norte da China […] serviu como um centro a partir do qual as populações humanas se mudaram para o centro do país, a península coreana, o arquipélago japonês, a Sibéria oriental e, possivelmente, os continentes americanos. (…) Por isso, os novos materiais encontrados no sítio neolítico de Houtaomuga, no nordeste da China, podem conter segredos sobre a origem, difusão e significado da deformação intencional do crânio”.

Contudo, é necessário não precipitar conclusões. “É muito cedo para dizer se a deformação craniana intencional surgiu pela primeira vez no leste da Ásia e se espalhou para outros lugares ou se se originou de forma independente em lugares diferentes”, alertou o autor principal do estudo, Qian Wang, citado pelo Science News.

Outra peculiaridade encontrado em Houtaomuga é a continuidade genética e cultural registada nos restos encontrados, apontaram os cientistas. “Não só é o primeiro caso confirmado de deformação craniana intencional na parte mais oriental do Velho Mundo, (…) como também evidencia a maior duração dessa prática num único sítio pré-histórico”.

No futuro, a equipa pretende continuar a estuda o local como mais detalhe, visando comparar o seu desenvolvimento com o de outros locais neolíticos, especialmente aqueles onde se praticava a mesma deformação craniana.”A deformação intencional do crânio é um fenómeno interessante, mas não completamente compreendido, muitas questões permanecem sem resposta”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas porquê continuar a identificar o “crânio alongado” como sendo um “crânio deformado” (artificialmente)???
    Crânio alongado era o crânio natural e próprio dos extraterrestres que povoaram o Planeta Terra, no passado.
    Porque será que certos membros do Clero ainda usam MITRA em algumas cerimónias?? Com quem eles pretendem assemelhar-se??
    Estes cientistas que deformam continuamente a informação agem assim a mando de quem??
    Porquê continuarem a ocultar a VERDADE???
    Já estamos em 2019 e a Arqueologia Proibida já está ao alcance de todos !!!!!!!
    Assinado: Maria da Maia

RESPONDER

Psyche, o planeta fracassado, pode ser o único asteróide inteiramente feito de ferro e níquel

Um estudo da cientista planetária Tracy Becker, do Southwest Research Institute, analisou as primeiras observações ultravioleta do trilionário asteróide metálico Psyche. Com aproximadamente 200 quilómetros de diâmetro, Psyche é um dos objetos mais massivos do cinturão de …

Cientistas criam tinta ultra-branca que ajuda a arrefecer as superfícies

Cientistas criaram uma nova tinta ultra-branca que pode refletir 95,5% da luz solar que chega à sua superfície. De acordo com o site IFLScience, esta propriedade permite que algo revestido com esta tinta ultra-branca, como, por …

Morreu Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos

O empresário Sindika Dokolo faleceu, nesta quinta-feira, no Dubai, aos 48 anos de idade, durante a prática de mergulho. A morte do empresário de origem congolesa já foi confirmada à Lusa por uma fonte ligada à …

Lagostins autoclonados invadiram (e conquistaram) um cemitério na Bélgica

Um cemitério na Bélgica foi completamente invadido por lagostins marmoreado. De acordo com o Instituto Flamengo para Pesquisa da Natureza e da Floresta (INBO), a espécie representa uma grande ameaça para a biodiversidade local. Segundo o …

Benfica 3-0 Standard Liège | “Águia” voa de forma imperial

A noite foi de festa no Estádio da Luz para os cerca de 4875 espectadores – 7,5% por cento da lotação – que se deslocaram ao reduto dos “encarnados” esta quinta-feira. O Benfica venceu por 3-0 …

Urnas abertas no Minecraft. Servem para ensinar os jovens a votar nas eleições

A organização não partidária e sem fins lucrativos Rock the Vote e a empresa criativa Sid Lee uniram-se para criar um servidor de "casa de votação" no popular jogo Minecraft antes das eleições presidenciais de …

Zorya Luhansk 0-2 Braga | “Nota artística” em triunfo minhoto

Dois jogos, duas vitórias para o Sporting de Braga no Grupo G da Liga Europa. Uma entrada de rompante em jogo, com dois golos espectaculares nos primeiros 11 minutos, permitiram aos “arsenalistas” controlar e lidar …

Amostra de ADN desvenda homicídio cometido há quatro décadas

Uma amostra de ADN, colhida de um norte-americano da Carolina do Sul após este ser detido por apontar uma arma, permitiu às autoridades desvendar um caso antigo, identificando-o como principal suspeito do homicídio de uma …

Investigadores portugueses criam simuladores para treinar médicos à distância

Investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) desenvolveram, durante o confinamento, um método para os estudantes treinarem para cenários de emergência sem saírem de casa. Em declarações à Lusa, Carla Sá Couto, do …

Restam apenas dois rinocerontes brancos do norte (mas há uma esperança para salvar a espécie)

Com a morte do último macho em 2018, o rinoceronte branco do norte chegou ao ponto em que não pode ser salvo naturalmente. Com apenas duas fêmeas restantes, a subespécie é agora tida como oficialmente …