Cientistas a um passo de clonar o potro siberiano extinto há mais de 42.000 anos

North East Federal University

No ano passado, uma equipa de cientistas encontrou um potro com 42.170 anos na gigante cratera siberiana de Batagaika, também conhecida como o “Portão do Inferno”. Os especialistas, que encontraram o animal congelado no permafrost, acreditam ser possível cloná-lo e dizem estar cada vez mais perto de o fazer.

De acordo com o The Siberian Times, os cientistas que estão a estudar um possível processo de clonagem estão “confiantes” e acreditam que o animal mumificado poderia ajudar a trazer à vida uma espécie pré-histórica de cavalo já extinta.

O pequeno potro ficou conservado em condições tão perfeitas que a equipa de cientistas russos e sul-coreano, liderada pelo especialista Hwang Woo-suk, acredita ser possível extrair células dos restos do animal, permitindo depois clonar a espécie.

Contudo, este não é o único projeto de clonagem em que estão envolvido: a equipa, que trabalha à meses na cidade russa de Yakutsk – a cidade mais fria do planeta – pretende também recuperar células de um mamute lanoso.

“As células são cultivadas num meio nutritivo especial. Inicialmente, o material é triturado e colocado numa incubadora de CO2 durante alguns dias”, explicou a especialista russa Elena Grigórieva. “Três a quatro dias depois, as células são verificadas e o meio nutriente é substituído”, acrescentou.

Só no último mês, o processo foi testado mais de vinte vezes. “Há sete cientistas do lado sul-coreano e todos estão otimistas com o resultado”, afirmou.

“O primeiro mês de trabalho em Yakutia não foi um sucesso”, admitiu a North-Eastern Federal University em comunicado, mas os cientistas “estão a fazer mais tentativas para desenvolver uma célula que será a chave para clonar o potro”, assegurou .

“Os cientistas estão confiantes no sucesso do projeto”, disse uma fonte da universidade russa onde o projeto está a ser desenvolvido.

Os cientistas discutem agora qual variedade equina será utilizada para clonar a espécie extinta. A chave para sucesso, segundo explicou Grigórieva, passará por selecionar uma espécie de cavalo na qual já se tenham implementado uma clonagem bem sucedida.

“O cavalo coreano servirá perfeitamente“, afirmou. “[Esta espécie] já foi utilizada num processo de clonagem e a tecnologia foi perfeita. Além disso, o cavalo coreano é também bastante antigo, é um sucessor do mongol”, rematou.

“Felizmente, o mundo vai encontrar em breve o clone de um potro antigo que viveu há 42.000 anos”, afirmou Michil Yakovlev, do departamento de comunicação da universidade.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Meus caros senhores: No terceiro parágrafo “a equipa, que trabalha à meses…” – Não seria melhor “há meses”??? – Vá lá, é verbo haver!…

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …

Governo quer licenças de trabalho parcial pagas para pais no primeiro ano dos filhos

O Governo quer implementar licenças de trabalho parcial remuneradas para pais e mães de crianças no seu primeiro ano de vida, no âmbito do programa para a conciliação entre vida profissional e vida familiar e …

Covid-19. Portugal "tem de preparar-se para o pior" e ter plano de contingência

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, defende que Portugal tem de se preparar para o pior e, por esta altura, já devia ser conhecido o plano de contingência em ação. "Convém …

Misteriosa mensagem esculpida numa rocha em França foi finalmente decifrada

A inscrição, gravada há 250 anos numa rocha na região francesa da Bretanha, foi finalmente decifrada graças a um concurso lançado pelo município. O mistério, que há muitos anos intrigava a comunidade científica e curiosos de …