Cientistas descobrem potencial tratamento antiviral a partir de planta tóxica

peganum / Flickr

A planta tóxica, Thapsia garganica, da qual deriva o antiviral

Uma nova propriedade antiviral de um medicamento, a tapsigargina, que é “altamente eficaz” contra o novo coronavírus, foi descoberta por uma equipa internacional de investigadores, anunciou esta quarta-feira a Universidade de Nottingham, no Reino Unido.

O estudo que levou à descoberta, publicado no boletim científico Viruses, mostra que a tapsigargina é um promissor antiviral de amplo espetro e considerado “altamente eficaz” contra o coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença covid-19, mas também contra o vírus da gripe comum, o vírus sincicial respiratório (VSR) e o vírus influenza A.

Os investigadores defendem que a descoberta pode ter enormes implicações na forma como vão ser geridas as futuras epidemias e pandemias, incluindo a pandemia de covid-19.



“Uma vez que as infeções respiratórias agudas causadas por vírus diferentes são clinicamente indistinguíveis na apresentação, um amplo espetro de eficácia (dos medicamentos), que possa atingir diferentes tipos de vírus ao mesmo tempo, pode melhorar significativamente a gestão clínica”, referem os investigadores, citados num comunicado da Universidade de Nottingham, sublinhando que um antiviral deste tipo pode ser disponibilizado para uso comunitário de forma a controlar uma infeção ativa e a sua disseminação.

O projeto de investigação foi liderado por Kin-Chow Chang, que contou com outros especialistas da Universidade de Nottingham (Escolas de Medicina Veterinária e Ciências, Biociências, Farmácia, Medicina e Química), e com a colaboração de peritos da Agência de Saúde Vegetal e Animal (APHA) do Reino Unido, da Universidade Agrícola da China e do instituto britânico Pirbright, especializado em virologia.

A equipa multidisciplinar de cientistas descobriu que o antiviral derivado de uma planta tóxica, a Thapsia garganica (comum em zonas de mato no interior centro e no sul de Portugal), desencadeia uma resposta imune inata antiviral de amplo espetro centrada no hospedeiro. O composto revelou-se eficaz contra três tipos principais de vírus respiratórios nos humanos, incluindo o novo coronavírus.

De acordo com o comunicado da universidade de Nottingham, experiências realizadas em células e em animais demonstram que a tapsigargina é um antiviral promissor, sendo eficaz contra a infeção quando usada antes ou durante uma infeção ativa.

Também é capaz de impedir que o vírus reproduza cópias de si mesmo nas células durante pelo menos 48 horas após uma única exposição de 30 minutos.

Como a substância é estável em ph ácido, como o que se encontra no estômago, pode ser tomada por via oral, evitando as injeções ou o internamento hospitalar.

Outra característica descrita pelos autores é que a tapsigargina não é sensível à resistência do vírus, sendo, “pelo menos, centenas de vezes mais eficaz do que as atuais opções antivirais”.

Também foi concluído que é tão eficaz no bloqueio de uma infeção combinada de coronavírus e vírus influenza A, quanto de uma infeção por vírus único, e que é “segura” como antiviral, tendo os investigadores realçado que um derivado da tapsigargina já foi testado em tratamentos contra o cancro da próstata.

“Embora ainda estejamos nos estágios iniciais da pesquisa sobre este antiviral e a sua ação sobre os vírus como o que provoca a covid-19, estas descobertas são extremamente significativas”, destacou Kin-Chow Chang.

O académico acrescentou que “a atual pandemia destaca a necessidade de antivirais eficazes para tratar infeções ativas, bem como vacinas, para prevenir a infeção”, vincando que “as futuras pandemias serão, provavelmente, de origem animal”.

“Uma nova geração de antivirais, como a tapsigargina, poderia desempenhar um papel fundamental no controlo e tratamento de infeções virais importantes em humanos e animais”, assinalou Kin-Chow Chang.

O vírus da gripe, o coronavírus SARS-CoV-2 e o RSV são patógenos globais de humanos e também de animais, e os cientistas consideram que a tapsigargina representa um composto líder no desenvolvimento de uma nova geração de poderosos antivirais centrados no hospedeiro (em oposição aos medicamentos antivirais convencionais que visam diretamente os vírus), podendo mesmo ser adotada numa abordagem holística de ‘saúde única’ para controlar vírus nos humanos e nos animais.

“Embora mais testes sejam claramente necessários, as descobertas atuais indicam fortemente que a tapsigargina e os seus derivados são tratamentos antivirais promissores contra a covid-19 e o vírus da gripe comum, e têm o potencial de nos defender contra uma próxima pandemia”, concluiu o professor Chang.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Barcelona quer convencer Messi a ficar (e Grimaldo pode ser um trunfo)

Para convencer Messi a ficar no clube, o Barcelona quer recuperar antigos jogadores. Álex Grimaldo e Thiago Alcântara são as escolhas de Joan Laporta. O presidente do Barcelona, Joan Laporta, está interessado em recuperar alguns dos …

"O maçon nasceu para não confessar que era maçon". Grão-mestre avisa que membros vão desobedecer à lei

Esta terça-feira, na Comissão de Transparência e Estatuto dos Deputados, o grão-mestre do Grande Oriente Lusitano avisou que nenhum maçon irá cumprir uma lei que os obrigue a declarar se são ou não elementos da …

“As vacinas não têm nacionalidade”. Costa pressiona avaliação da Sputnik V

O primeiro-ministro atacou as políticas de fecho de fronteiras para impedir a saída de vacinas e as "guerras nacionais" em função do país de origem dessas vacinas, defendendo em contrapartida mais prevenção e regulação global. Esta …

Já há dois clubes interessados em José Mourinho

Celtic e Valência estão a sondar a possível contratação de José Mourinho, que rescindiu contrato com o Tottenham esta segunda-feira. José Mourinho ainda há pouco tempo rescindiu contrato com o Tottenham, mas já há clubes interessados …

TAP vai ter de dispensar ainda mais trabalhadores, revela secretário de Estado Santos Mendes

A TAP não tem mais meios disponíveis para ajudar a Groundforce, pelo que existe a "possibilidade" de os trabalhadores ficarem sem os salários de maio. Em entrevista ao Tudo é Economia, da RTP3, Hugo Santos Mendes, …

PSD reúne-se com generais contra a lei do Governo para reforma das Forças Armadas

Os sociais-democratas vão receber os mais altos representantes dos oficiais generais na reserva que têm criticado publicamente a proposta de lei do governo para reformar o comando superior das Forças Armadas que visa reforçar o …

Duplicou percentagem de pessoas que recusam a vacina contra a covid-19

Entre 16 de março e 18 de abril, a percentagem de pessoas que respondeu "não" ao SMS da vacinação contra a covid-19 duplicou. Até domingo, dia 18 de abril, as autoridades de saúde enviaram quase 855 …

Esqueletos em jarros gigantes desenterrados em necrópole da Córsega

Uma equipa de arqueólogos desenterrou mais de 40 túmulos datados de meados do primeiro milénio d.C. Os trabalhos de escavação decorreram na comuna de Île-Rousse, na Córsega, em pleno Mar Mediterrâneo. A descoberta da necrópole da …

Oposição sobe salários dos técnicos de diagnóstico à revelia do Governo

Esta terça-feira, os deputados da oposição de um grupo de trabalho na Assembleia da República aprovaram mudanças na carreira dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica e aumentaram a tabela salarial contra o PS e …

Portugal vai usar vacina da Johnson em maiores de 70 anos. “Não há qualquer restrição", disse Temido

Depois de a Agência Europeia do Medicamento (EMA) ter concluído que os benefícios da vacina da Johnson & Johnson superam os riscos, Portugal deverá usá-la em maiores de 60 anos. Esta terça-feira, a Agência Europeia do …