Portugueses podem voltar à “vida normal” em setembro (ou até já no próximo mês)

Luís Forra / Lusa

Especialistas sugerem que em setembro — ou até já em agosto — os portugueses poderão voltar a ter uma vida mais próxima do “normal”.

Os peritos acreditam que as restrições e condicionantes impostas pela pandemia de covid-19 podem deixar de se fazer sentir já no próximo mês.

As previsões apontam que a curva dos contágios, dos internamentos e dos óbitos vai começar a descer já no início do próximo mês, escreve o jornal Público.

Henrique Oliveira, matemático e professor do Instituto Superior Técnico, argumenta que será “absolutamente crucial” o controlo das fronteiras para manter a eficácia das vacinas com o eventual surgimento de novas variantes.

“Já podíamos estar com uma vida muito mais normal e próxima da que tínhamos antes”, considera Milton Severo, do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP). À parte de usar máscara, higienizar as mãos e evitar aglomerações, “as restantes restrições já não fazem sentido”.

Milton Severo entende que “a vacinação em função da idade conseguiu proteger os que correm risco de ter doença grave” e já não há risco de sobrecarregar o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

“O Governo vai ter de rever os protocolos de isolamento e de testagem para as pessoas vacinadas”, diz Tiago Correia, do Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, em declarações ao Público.

O especialista defende que é necessário relaxar as medidas para quem está vacinado. Se assim não acontecer, o Governo estará a passar uma mensagem contraditória relativamente à vacinação.

As previsões apontam para uma subida de casos, mortes e internamentos até ao final do mês de julho. Ainda assim, a capacidade de resposta do SNS não estará ameaçada, sugerem os especialistas ouvidos pelo matutino.

Tiago Correia reforça que as fronteiras podem ser cruciais para manter a pandemia sob controlo.

“Sabemos que é a mobilidade internacional de pessoas que provoca este movimento de variantes mais transmissíveis. E é possível que surja uma variante que diminua a eficácia das vacinas atuais e que estas possam ter que voltar ao laboratório para serem atualizadas e nós todos revacinados”, disse o sociólogo.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. “Sabemos que é a mobilidade internacional de pessoas que provoca este movimento de variantes mais transmissíveis. E é possível que surja uma variante que diminua a eficácia das vacinas atuais e que estas possam ter que voltar ao laboratório para serem atualizadas e nós todos revacinados”, disse o sociólogo…
    Já existem algumas (P5, Delta+…), mas OK… esta malta fala de boca cheia porque estamos a falar do Covid… la terei de levar com o ‘chip’ para poder entrar no supermercado, se o indivíduo da frente estiver com febre estou entalado na mm… haja paciência!!!!!!!!!

  2. Seria a primeira vez na história que uma pandemia seria eficazmente vencida em cerca de ano e meio de existência, mesmo com o desenvolvivento de vacinas em tempo record! Há apenas um pequeno detalhe que todos os responsáveis políticos e de saúde pública parecem ter esquecido de informar de forma clara e sem qualquer espécie de dúvida:
    VACINAÇÃO SIM MAS SÓ continuando A USAR máscara, cumprir o distanciamento social e desinfectar permanente as mãos. Sem esta CONDIÇÃO NECESSÁRIA (Vacinação SÓ com as restantes medidas), a vacinação não resulta eficazmente, como se tem visto, mesmo em países com elevada taxa da população vacinada (Inglaterra, Israel e outros), OU NOS LARES DESTE PAÍS, onde praticamente 100% das pessoas (utentes e cuidadores) estarão vacinados (a acreditar na informação da task force), mas onde já há diversos surtos com pessoas infectadas, apesar de vacinadas.

    Quem quiser continuar a acreditar que com 70 ou 80% da população vacinada em Portugal, a pandemia está ganha e que podemos tirar a máscara e voltar à vida “normal” , que acreditem!

    Pela minha parte, tenciono continuar a cumprir escrupulosamente as medidas de protecção recomendadas (máscara mesmo nos restaurantes quando NÃO SE ESTÁ A COMER, afastamento social e desinfecção regular das mãos) que para além de pouco dispendiosas são altamente eficazes.

    Nem a pandemia se vence em tempo record nem as vacinas eficazes e altamente seguras se desenvolvem em tempo record!

    • Com tanto zelo,
      Permita-me inquirir, (responda para si) e as vezes que se esqueceu de usar preservativo com parceiros de risco?
      Ou as inúmeras vezes que conduz a olhar para o telefone? (pondo em risco a vida dos outros).
      Abortos chegou a fazer? e a considerar?
      e os doces que come e que estão a alimentar o provável (40%) cancro dentro de si ou provável (30%) obstrução arterial.
      Só agora acordou para os riscos da vida?

    • Deixe de ser arauta da desgraça e fique-se com o seu masoquismo que pelos visto a satisfaz, pela sua opinião iriamos ter mascaras para toda a vida.

  3. Mas alguém, quer acabar com a pandemia??
    Muitos dizem ,que sim , querem acabar
    mas pouco ou nada contribuem para isso !!! Começando por quem devia fiscalizar , e também não respeita.
    Ainda ontem, onde moro , estavam 5 agentes a tomar o pequeno almoço, é
    legítimo que seja .
    Na mesa ao lado , sem a distância aconselhada estava um casal, sem estarem a consumir e sem máscara, noutra mesa proxima , estava um racional , sem máscara e sem consumir a falar ao telemóvel com o cão ao lado e não era um cão guia ,
    a comer a ração numa tijela de inox e não conteceu nada !!!
    Afinal , os agentes estariam ao serviço,
    o veiculo de 9 lugares estava no parque de estacionamento em frente !!
    Palavras para quê???
    Cuidem-se

RESPONDER

Pandemia aumentou o preço dos carros usados. Vendas de veículos novos caiu a pique

A procura por usados aumentou com a pandemia. Com menos carros novos a saírem dos concessionários, também por causa da crise dos chips, a oferta de usados é escassa, levando os preços a subirem. Um choque …

Jogos Olímpicos: três polémicas de arbitragem em 24 horas

Depois da pontuação controversa no surf, uma decisão que quase ninguém entendeu, no basquetebol e no judo. A arbitragem não é, ou não é suposto ser, o foco de qualquer edição dos Jogos Olímpicos. E não …

Rui Vitória quer levar Manafá para o Spartak Moscovo

O Spartak Moscovo, treinado por Rui Vitória, desistiu da contratação de Gabriel e apresentou agora uma proposta por Wilson Manafá. Desde que chegou a Moscovo para treinar o Spartak, Rui Vitória tem sondado alguns jogadores que …

Centro de Migrantes de Caxias seria pago pelo SEF com carros apreendidos e obras eram feitas por presos

As obras feitas para a construção de um Centro de Migrantes no complexo prisional de Caxias terão sido pagas pelo SEF com carros apreendidos. O Centro de Instalação Temporária de migrantes no complexo prisional de Caxias …

Afinal, declaração de pertença à maçonaria ou Opus Dei não será obrigatória

A obrigatoriedade de os políticos e altos cargos públicos declararem a sua pertença e funções em associações como as desportivas, políticas e de carácter secreto foi aprovada no Parlamento este mês. Jorge Lacão esclareceu que a …

Futebol: Alemanha já está fora dos Jogos Olímpicos

Alemães chegaram à final em 2016 mas, desta vez, nem passaram da fase de grupos. Campeão Brasil continua no torneio masculino. Brasil e Alemanha foram as seleções finalistas da edição anterior dos Jogos Olímpicos, em 2016. …

Portugal perto de surpresa no andebol e Ana Catarina Monteiro faz história na natação

No andebol, a equipa olímpica portuguesa esteve muito perto de surpreender a vice-campeã mundial Suécia. Na natação, Ana Catarina Monteiro teve um resultado histórico. A seleção portuguesa de andebol perdeu por 29-28 frente à vice-campeã mundial …

Portugal nunca teve tantos migrantes a obter nacionalidade portuguesa. Maioria são do Brasil e Israel

Em 2020, mais de 149 mil migrantes passaram a ter o cartão cidadão nacional. Só este ano já há registo de 56 mil. O aumento do número de pessoas a pedir nacionalidade portuguesa deve-se à …

Patrões, UGT e Governo assinam acordo de Concertação, num "sinal de desagravamento" das tensões

Esta quarta-feira, será assinado o acordo de formação profissional, denominado Um Desígnio Estratégico para as Pessoas, para as Empresas e para o País, alcançado na concertação social. Carlos Silva, secretário geral da UGT, encara a assinatura …

Navio e cemitério egípcios encontrados em cidade submersa há mais de 1.000 anos

Uma equipa de arqueólogos descobriu os destroços de um antigo navio egípcio que naufragou após ser atingido por blocos gigantes do famoso templo de Amon. Também foi encontrado um cemitério. O naufrágio ocorreu há cerca de …