Portugueses querem a mesma hora o ano inteiro

O resultado de uma sondagem recente revela que a maioria dos portugueses prefere ter a mesma hora durante o ano inteiro, um resultado que vai ao encontro dos resultados do inquérito da Comissão Europeia.

O resultado de um estudo de opinião, publicado pelo Correio da Manhã e realizado pela Aximage, revela que 60,7% dos 601 inquiridos preferem manter a mesma hora durante o ano inteiro – dados que vão no mesmo sentido dos resultados da consulta pública da Comissão Europeia.

Assim, de acordo com o resultado da sondagem, apenas cerca de um terço dos portugueses está a favor de manter os horários de verão e de inverno. A Área Metropolitana do Porto (68,4%) e o Litoral Norte (68%) são as regiões com uma maior percentagem contra a mudança de hora. Já na região Sul e nas ilhas, só 50,3% é contra.

O diário revela ainda que, no meio rural, 40,1% quer manter a situação atual, face aos 56,5% que querem acabar com a mudança da hora. No meio urbano, 59,7% é a favor da hora única.

Além disso, o inquérito mostra ainda que há mais homens do que mulheres a optar pela situação atual, 38,6% contra 27,7%. Apesar de António Costa ter afirmado que irá manter o regime atual, a decisão é europeia. Até abril de 2019, a Comissão Europeia e Parlamento Europeu decidirão, e cabe ao Conselho Europeu homologar a decisão.

No inquérito europeu, que abrangeu 4,6 milhões de pessoas, 84% responderam que preferem manter a mesma hora.

O assunto tem sido muito polémico nos últimos tempos, principalmente entre a comunidade científica, que alerta para as desvantagens de manter o mesmo horário todo o ano.

O Observatório Astronómico de Lisboa, por exemplo, frisou os riscos para a saúde desta decisão, nomeadamente para as crianças, que passariam a entrar na escola ainda de noite, destaca o Diário de Notícias.

ZAP //

PARTILHAR

32 COMENTÁRIOS

  1. Vamos lá falar com seriedade: “60,7% dos 601 inquiridos preferem manter a mesma hora durante o ano inteiro”. “O resultado de uma sondagem recente revela que a maioria dos portugueses prefere ter a mesma hora durante o ano inteiro”. Serão estes números a “maioria” dos portugueses???

    • Quer o quê, que seja como os censos e vão bater porta a porta aos 10 milhões de portugueses?!É claro que isso não reflete TODOS os portugueses, por isso é que se chama “amostra”…
      Curiosamente, pessoas com quem falo e pelo que leio nos comentários de certas notícias, uma grande parte dessas pessoas é a favor da mesma hora todo o ano.

      • Caro Jo, segundo os seus 10 milhões acha que uma amostra de 0.601% da população é suficiente? foram aproximadamente 10 pessoas em lisboa, 10 no porto e 1 nos outros concelhos? Cerca de possivelmente meio dia de trabalho a ligar e outro meio dia a tratar os dados.

        • Meus amigos, Estatística é mesmo assim, seja 30, sejam 1000, são sempre uma “amostra representativa da população” . Por isso é que convém ler a ficha técnica e tentar tirar daí mais conclusões.
          Mas já percebi o porquê do alarido. O problema está ali na “maioria dos portugueses”, estou a ver.
          Vão ralhar com quem escreveu essa alarvidade, deviam ter escrito “maioria dos inquiridos” e não portugueses. Mas aquela é sempre uma amostra da população, quer queiram quer não.

          • “seja 30, sejam 1000, são sempre uma “amostra representativa da população” .” Você chumbou a estatística. Vá estudar outra vez.
            Aproveite para estudar física e geografia e pode ser que perceba a mudança de hora.

            • Pois, vai explicar porque o Jo reprovou a estatística, ou fica-se apenas pelo ataque pessoal?
              Uma amostra é representativa quando da população quando apresenta os mesmos valores da população para a característica em estudo (média, moda, mediana…), independentemente do tamanho da amostra.
              Uma amostra pode ser bastante mais pequena que a população e ainda assim reflectir o que ocorre na população, tal como o Jo indicou.

        • Jo, uma mostra representativa não é nada disso. Além do nº ter que ser realmente representativo, as caracteristicas também têm que o ser. Ser uma amostra aleatória não diz rigorosamente nada.

          • O que define se uma amostra é ou não representativa é a margem de erro da mesma e se as suas características estão “alinhadas” com a população que se pretende analisar. O número de elementos da amostra não determina de modo algum a sua representatividade.
            Não vi mencionado em lado nenhum da notícia de que era uma amostra aleatória, mas mesmo este tipo de amostra pode dar resultados significativos. Depende apenas do que se pretende analisar, da natureza da população, etc.

          • Diz muito, já ouviu falar em distribuições normais? Não? então estude estatistica! Conselho: Para compreender estatistica convem ter uma mente matematicamente abstrata. Depois pode vir fazer comentários sobre a fiabilidade ou representavidade da amostra, etc.

    • Estatistica, meu caro, existe e funciona? Neste caso de tendência de opinião uma amostra representativa, como é o caso, tem uma fiabilidade bastante elevada, a rondar os 99%. Não será suficiente?

  2. “O Observatório Astronómico de Lisboa, por exemplo, frisou os riscos para a saúde desta decisão, nomeadamente para as crianças, que passariam a entrar na escola ainda de noite, destaca o Diário de Notícias.”

    Eu não intendo o porque do OAL continuar com este argumento das criancinhas!!!
    Se mantivermos o horário de inverno, ou seja a nossa hora sem o DST, no inverno as crianças entram a mesma hora, nada muda, no verão entram uma hora mais tarde, logo a conversa das criancinhas é para ingles ver.
    O que vai sofrer é os churrascos de verão uma vez que fica escuro uma hora mais cedo la por volta das 20:30

    O que OAL se esquece é que a alteração da hora duas vezes por ano pode gerar stress em algumas pessoas devido a quebra dos padrões de sono (uma especie de mini Jet-Lag)

    A discussão com os cientistas deveria de ser os benefícios entre os 2 horários para decidir se ficamos em horário de verão ou inverno. Pessoalmente acho que devíamos ficar em UTC (horário de inverno) para evitar o período nocturno na manha, se ficarmos com o horário de verão então acontece o que o OAL anda a afirmar.
    Alem de isso o transito em hora de ponta no inverno passa a ser feito durante a noite o que pode gerar mais acidentes.

    • Até posso concordar com a remoção do DST. Mas o que as pessoas querem é a permanência exclusiva do DST (se for ler os resultados do inquérito da UE e outras sondagens). O que é ridículo.
      Logo a interpretação do OAL está correcta. E a sua está ao contrário.

      • Não sei de onde tirou essas conclusões mas o inquérito europeu não falava em manter ou retirar o DST, apena em retirar a alteração de hora.
        Na realidade em uma interpretação mais cuidada seria entendido como manter a hora de inverno, porque a alteração de hora é o acrescento DST o nosso horário é o UTC com alteração de hora no verão UTC + DST

        De qualquer das formas não foi o meu entendimento do inquérito e Juncker disse que dependia de cada país para decidir que hora manter.

        Se houve algum inquérito sobre manter a hora de verão ou inverno não tenho conhecimento.

    • Entrar na escola ainda de noite nem tem nada de científico, nem tem nenhum risco para a saúde! Fiz todo o antigo liceu (os 7 anos a seguir aos 4 da instrução primária) sempre a entrar de noite e julgo que isso não afectou minimamente a minha saúde!!! E que eu saiba também não afectou as centenas de colegas que frequentaram a mesma escola e o mesmo horário.
      O facto dum senhor com muitos diplomas emitir uma opinião pessoal está longe de se poder considerar uma “conclusão científica” como o nosso primeiro-ministro chegou a dizer!
      E era bom saber quem é essa “comunidade científica” que alerta para as “desvantagens de manter o mesmo horário todo o ano”!!!

    • Não sei onde viu isso. O questionário da UE diz precisamente o contrário.
      É obvio que não se põe, porque ao remover a mudança de hora faria sentido remover o horário de verão. Mas o que as pessoas querem é remover o “horário de inverno”, que nem existe (mas sim o horário padrão).

  3. Pois, como mudar o horário não altera as horas de luz que temos disponíveis, é tudo uma questão de saber o que a maioria prefere, e adequar o horário praticado à vontade dessa maioria, uma vez que é impossível agradar a todos.
    Os inquéritos e sondagens realizados, pelos menos os que tiverem mais divulgação e foram mais abrangentes, indicam claramente que a maioria prefere manter o horário de verão todo o ano. Já agora, esta é também a minha opinião e a de todas as pessoas com quem falei saber este assunto (algumas dezenas de pessoas), e acho que este é o horário mais lógico e o que traz mais benefícios.
    Quanto ao argumento das criancinhas é uma palermice e só demonstra a pouca seriedade e estupidez de que o utiliza ou de quem se deixa levar por ele. Eu era criancinha quando no inverno tínhamos o horário de verão e adorei. Adorei acordar e sair de casa ainda de noite. Adorei ainda mais não ser noite às 5 da tarde e ter mais uma hora de luz antes de escurecer.
    Porque será que o palerma do costa não percebe a maioria dos que expressaram a sua opinião e não faz o que lhe compete?

  4. Pois, o horário de verão é o que faz mais sentido.
    Os animais diurnos acordam e iniciam a sua atividade ainda antes do sol nascer. Basta ouvir o coro de cantos de diferentes aves antes do sol nascer para se perceber isso mesmo. Qualquer pessoa que viva ou que tenha acordado no campo percebe isso muito bem.
    O que não é normal nos animais diurnos é prolongarem a sua atividade por largas horas após o por-do-sol. No atual horário chega a ser praticamente noite ainda antes das 5 da tarde, bastando para tal haver nevoeiro cerrado, o que é bastante comum em muitos locais no nosso país durante o inverno.
    Há muita gente que só se levanta por volta das 9 horas ou pouco antes disso, pelo que amanhecer mais tarde não tem qualquer efeito negativo. Essas mesmas pessoas perdem preciosas horas de luz com o atual horário de inverno.
    Praticamente toda a gente está acordada às 5 da tarde e irá manter-se acordada por várias horas, pelo que a luz ao final da tarde é de facto a luz que é aproveitada por mais pessoas (praticamente todas). Assim, é precisamente aqui que devemos “alargar” o dia e as horas de luz, mesmo que para tal se tenha de cortar horas de luz pela manhã (onde nem toda a gente aproveita essa luz). Não esquecer que existe muitíssima gente a trabalhar até bem perto da meia-noite (basta pensar na quantidade de gente que trabalha nos shoppings, bares, restaurantes, etc). É normal que toda essa gente acorde mais tarde, pelo que amanhecer mais tarde não terá qualquer aspecto negativo, principalmente se tal estiver associado ao facto de escurecer também mais tarde.
    Muitíssima gente fica deprimida de inverno por escurecer muito cedo. Acordar ainda de noite dá a ideia de se aproveitar melhor o dia. Ter luz até mais tarde mantém as pessoas mais animadas. Essa é a minha opinião e a de muitíssima gente, crianças e jovens incluídos.
    Porque é que é tão difícil ouvir a opinião das pessoas? A CE já o fez, esperemos que o palerma do Costa faça o mesmo…

  5. Classificar como “os cientistas” as afirmações descabidas dum senhor do OAL não faz sentido nenhum, até porque essas afirmações não têm nada de científico!
    Também mencionada a “comunidade científica” carecia de melhor explicação de quem é essa comunidade, que afirmações proferiu e com base em quê!
    Tal como um molho de livros não faz dum burro um doutor, também muitos diplomas não garantem que não se digam disparates.
    Mudar ou não mudar a hora não tem nada de científico! É apenas um incómodo ter de a mudar, e este sim é um incómodo para a maioria das pessoas. Já pode merecer uma análise das vantagens e desvantagens de ficar a hora de verão ou de inverno. No que me diz respeito… é-me indiferente a hora que fica! Importante é que não se mude!

  6. Os Portugueses querem é estar caladinhos e deixar as decisões de coisas destas para quem percebe da poda. Sempre aprendi que para se ter espeaço de decisão, em primeiro lugar tem de se ter conhecimento. Deixar decidir só porque é bonito andar a fazer sondagens e referendos dá borrada certa.

    A mudança da hora foi feita para tirar mais partido da luz solar e assim poupar energia. O que é que mudou?.. A energia passou a ser de graça? Os dias passaram a ter todos a mesma duração? Ou isto é propaganda da EDP, que deve ser a única que tem a ganhar com isto.

    • Os portugueses têm voto na matéria e mais de 60% quer a cabar com a mudança de hora. Qual é a duvida?
      Estatistica existe, funciona e todos os dias somos confrontados com ela. Só não vê quem é cego na matéria.

  7. As pessoas no geral gostam mais do horário de Verão, porque aproveitam mais a luz solar.
    Os países que têm mais exposição solar são mais alegres e menos depressivos.
    Pode não ser o horário base convencionado pelo homem, mas é o que mais se adapta ao ser humano, dando-lhe uma maior qualidade de vida.

  8. Se a maioria NÃO QUER, não tem nhém, nhém, nhém, é acabar com a palhaçada da mudança de hora e acabou e a minoria que se cale, democracia é isso, não é só uma palavra bonita.

    • Então cala-te! Não se muda e acabou. Que eu saiba não se faz referendo para se saber se as repartições de finanças devem abrir às 08:00 ou às 09:00. Assim, todos votámos (ou deveríamos ter votado) e elegemos alguns macacos para governar os restantes. Os macacos dizem que se muda a hora e a restante macacada aceita. Isso sim é democracia. E portanto, cala-te!

  9. A Espanha tem uma hora mais do que Portugal e a Galiza tem o mesmo problema que Portugal teria… Também lá as crianças vão de noite para a escola no inverno e o trânsito tem o maior fluxo ainda de noite.
    Mantenham a hora de verão e as empresas, escolas etc. começam a sua actividade uma hora mais tarde durante o inverno. Melhor ainda, uns começam mais cedo e outros mais tarde, e assim diminui a barafunda das horas de ponta.

RESPONDER

Banco BiG: EUA e China vão chegar a acordo, mas não será duradouro

No "Outlook" para 2020, os analistas do banco BiG defendem que será improvável que Estados Unidos e China cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas. De acordo com os analistas do banco …

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …

Juiz Rui Rangel justificou ganhos com direitos de autor de programa televisivo

O juiz afirmou, perante o plenário do Conselho Superior da Magistratura, que os ganhos fora da magistratura correspondiam a direitos de autor de um programa na televisão. O juiz Rui Rangel, que foi demitido da magistratura esta …

Governo faz ultimato: empresas têm 30 dias para regularizar fundos europeus parados (ou devolver dinheiro)

O Governo vai dar 30 dias para que as empresas que têm fundos comunitários parados regularizem a situação. Findo esse período, terão de devolver o dinheiro. José Mendes, secretário de Estado do Planeamento, garantiu, em entrevista …