Portugal retoma voos com Moçambique. Viajantes sujeitos a cumprimento de isolamento profilático de 14 dias

Kim Ludbrook / EPA

Novo decreto vem alterar a decisão implementada a 23 de novembro. Passageiros deve, ainda assim, cumprir isolamento profilático à chegada a Portugal.

Desde a meia noite deste sábado que em Portugal já podem aterrar voos provenientes de Moçambique, cerca de três semanas após a imposição ter sido imposta devido à variante Ómicron, primeiramente identificada na África do Sul mas com casos confirmados em vários países da África Austral.

O despacho, publicado esta sexta-feira em Diário da República, determina o “levantando a suspensão de tráfego aéreo para Moçambique e determina o cumprimento de isolamento profiláctico de passageiros provenientes de alguns países da África Austral”.

Desta forma, passam a ser autorizadas as “viagens essenciais” de e para uma lista de países que inclui a África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Moçambique, Namíbia e Zimbabué.

O despacho refere ainda que os passageiros destes voos, assim como os passageiros que, independentemente da origem, apresentem passaporte com registo de saída nos 14 dias anteriores à chegada a Portugal continental nestes países têm cumprir, após a entrada em território continental, “um período de isolamento profiláctico de 14 dias, no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde”.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE