Portugal proíbe caça à rola de forma temporária

A caça à rola está proibida de forma temporária na época de 2021/22 em Portugal, depois de se revelar um “decréscimo significativo” das populações daquela espécie protegida, divulgou esta sexta-feira o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

“Em linha com os países da União Europeia abrangidos pela rota migratória ocidental, Portugal proíbe transitoriamente a caça à rola-comum na época venatória de 2021-2022”, adiantou a entidade em comunicado.

De acordo com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Portugal, em articulação com as organizações do setor da caça (OSC) e organizações não governamentais do ambiente (ONGA), tem vindo, ao longo dos últimos anos, a implementar restrições à caça da ave, quer reduzindo os limites diários de abate, quer reduzindo drasticamente o número de dias de caça.

O ICNF explica que os estudos da União Europeia (UE) “conduziram ao desenvolvimento de um plano de ação internacional para a conservação da rola-comum, a implementar até 2028, bem como um modelo de gestão de caça adaptativa”.

“Os modelos subjacentes a estes estudos dão indicações relativas às populações de rola-comum da rota migratória ocidental, que abrange Portugal, que mesmo sem caça há uma probabilidade significativa de se manter o declínio da espécie, declínio esse que aumenta em qualquer cenário que envolva a pressão adicional originada pela caça”, é acrescentado.

Segundo o ICNF, as medidas restritivas foram defendidas junto das autoridades comunitárias e da UE, uma vez que se trata de uma espécie migratória.

“Verificou-se agora que, em linha com o que ICNF tinha vindo a defender […] para que uma eventual proibição temporária da caça à rola-brava tivesse algum grau de eficácia, os maiores países da UE abrangidos pela rota migratória ocidental proibiram a caça a esta espécie, estando assim cumprida a condição essencial para Portugal poder adotar também essa medida”, ressalvou.

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas lembrou ainda que se encontra em fase final o lançamento dos trabalhos relativos ao “Plano de Recuperação e Conservação da Rola Comum”, realizado em conjunto com as OSC, ONGA e a academia, tendo o apoio do Fundo Florestal Permanente, avaliado em 100 mil euros.

O plano de conservação da espécie tem como objetivo, segundo o ICNF, de aumentar o conhecimento da rola-comum e determinar quais as variáveis de gestão que atualmente impactam as suas populações, por forma a encontrar medidas que permitam inverter o seu declínio.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Sou amante da caça. Já o deveriam ter feito há mais tempo. Se tivessem proíbido a caça à rola há alguns anos atrás, eventualmente a espécie teria entretanto recuperado. Mas infelizmente em Portugal andamos sempre atrás do prejuízo… E quase sempre esse prejuízo tem a ver com interesses económicos e não com o interesse de todos…

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …