Portugal deverá receber refugiados na próxima semana

Djordje Savic / EPA

Crianças sírias refugiadas num comboio em Presevo, na Sérvia

Crianças sírias refugiadas num comboio em Presevo, na Sérvia

Portugal deverá receber os primeiros refugiados, provenientes de Itália, na próxima semana, na sequência do compromisso assumido pelos 28 estados-membros a 23 de setembro, segundo a Comissão Europeia.

Fontes do executivo comunitário divulgaram esta quarta-feira que os próximos voos de recolocação deverão decorrer na próxima semana, envolvendo um total de 100 pessoas, e que os destinos serão Portugal, Espanha, Finlândia, Alemanha e França.

As mesmas fontes lembraram a obrigação legal, decorrente da última cimeira de chefes de Estado e de Governo, de que todos os países terão de receber refugiados, mas acrescentaram que cinco estados-membros mostraram já interesse e afirmaram-se prontos para o processo.

No final de setembro, o ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional Poiares Maduro tinha anunciado que Portugal iria receber 30 refugiados oriundos de Itália durante a primeira quinzena de outubro, depois de ter sido convidado pela Comissão Europeia para integrar um projeto-piloto, juntamente com um número reduzido de países.

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, reforçou hoje que Portugal está “praticamente” pronto para acolher 4.500 refugiados e apelou aos parceiros sociais para que apresentem medidas que ajudem à integração “em termos económicos” dessas pessoas no nosso país.

“Estamos praticamente prontos para receber esse acolhimento. Damos um contributo muito significativo ao receber 4.500 refugiados, é um esforço que está proporcionado aquilo que é a dimensão do país, as suas condições económicas e portanto compara muitíssimo bem com o esforço que outros países europeus estão a fazer”, afirmou Passos Coelho.

“Concordamos que é muito importante ter a oportunidade de envolver também, não apenas as Instituições de Solidariedade Social (IPSS) em Portugal, mas também os próprios parceiros sociais, na medida em que queremos acolher estes refugiados em condições de segurança e é muito importante ver em que medida os próprios parceiros sociais nos podem transmitir mecanismos que possam ajudar à efetiva integração em termos económicos destas pessoas que serão acolhidas por Portugal nos próximos meses”, acrescentou o primeiro-ministro.

Passos Coelho reuniu-se esta quarta-feira com os parceiros sociais, no Conselho Económico e Social (CES), no âmbito do Conselho Europeu de quinta-feira, em Bruxelas, onde será discutida a questão dos refugiados, bem como a União Económica e Monetária (UEM).

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …

Braço de ferro entre Costistas e Nunistas novamente adiado

O PS voltou a adiar, agora de 31 de Outubro para 7 de Novembro, a reunião da Comissão Nacional que decidirá a orientação do partido face às eleições presidenciais. Fica assim adiado o braço-de-ferro entre …

Cercas sanitárias e recolher obrigatório. Governo avalia novas medidas na próxima semana

O Ministério da Saúde, liderado por Marta Temido, vai voltar a reunir na próxima semana com o Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP), num encontro em que serão discutidas novas medidas para travar a propagação …

Presidenciais EUA. Biden promete vacina gratuita para todos, Trump apela ao voto latino

Joe Biden e Donald Trump continuam em campanha eleitoral para a corrida à Casa Branca, numas eleições que estão agendadas para 3 de novembro. O candidato presidencial democrata Joe Biden prometeu esta sexta-feira que a vacina …

Há 72 concelhos com risco "muito elevado" de contágio. Governo esconde mapas de perigo

O Governo insiste em não divulgar os mapas de perigo com o risco de contágio por coronavírus que foram feitos por peritos da Direcção Geral de Saíde (DGS). Isto numa altura em que o Expresso …

Nuno Melo estuda candidatura à liderança do CDS

O eurodeputado Nuno Melo não excluiu uma candidatura à liderança do CDS, avança este sábado o semanário Expresso. Confrontado pelo jornal, o eurodeputado não excluiu uma eventual candidatura à liderança dos centristas, dizendo apenas que "não …

Testes de diagnóstico já podem ser requisitados através do SNS24

O modelo de requisição de testes de diagnóstico à covid-19 através da linha de saúde 24 começou esta sexta-feira a funcionar, à semelhança dos meses mais complexos de março e abril, avançou a ministra da …