/

Portugal poderá acolher mais do que os 50 refugiados afegãos previstos

eu2017ee / Flickr

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva

Inicialmente, Portugal deverá acolher 50 refugiados afegãos, embora o ministro dos Negócios Estrangeiros já tenha dito que esse número pode ser “substancialmente superior”.

Em declarações à Antena 1, Augusto Santos Silva, abriu a porta a um maior acolhimento de refugiados vindos do Afeganistão. Os afegãos devem começar a chegar a Portugal ainda durante o mês de agosto.

“Neste momento contamos receber mais do que as cinquenta pessoas que disponibilizámos de imediato há uma semana. O trabalho está em curso: Portugal participa no quadro da NATO, no quadro da União Europeia, também no quadro das Nações Unidas e em contactos bilaterais com os nossos aliados”, disse o governante.

Sem precisar quantos refugiados estão em causa, Santos Silva disse que “o que hoje sabemos é que o número será substancialmente superior” aos 50 inicialmente previstos.

O ministro afirmou também que todos os 20 cidadãos de nacionalidade portuguesa que estavam no Afeganistão já deixaram o país.

“Concluiu-se, deste modo, a evacuação dos cidadãos portugueses que se encontravam, por razões de trabalho, no Afeganistão”, anunciou o ministério em comunicado.

A operação “contou com a colaboração da Direção-Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas do Ministério dos Negócios Estrangeiros, em articulação com as Embaixadas de Portugal em Doha, Abu Dhabi e Islamabad e com o Consulado Geral em Londres”.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE