Porto vs V. Setúbal | Vislumbre de liderança tolda “dragão”

goalpoint-porto-setubal-liga-nos-201617-1068x522

O Porto foi claramente dominador, chegou a sufocar o V. Setúbal, mas a ânsia de chegar ao primeiro lugar tirou clarividência ao “dragão”.

O FC Porto não aproveitou o deslize do Benfica na Mata Real, no sábado, e também empatou, 1-1 em casa, ante o V. Setúbal. Os portistas dominaram por completo, empurraram os sadinos para a sua pequena área em vários momentos da partida, mas a ânsia de marcar e chegar à liderança acabou por afectar a eficácia ofensiva, em especial no segundo tempo – 11 remates, apenas dois enquadrados nesta fase.

O Jogo explicado em Números

  • Números curiosos no arranque. Mais Porto, com um “onze” ofensivo, 69% de posse nos primeiros dez minutos, mas nenhum remate. Ao invés, V. Setúbal com dois (ambos de fora da área), um deles enquadrado.
  • Aos 19 minutos Vasco Fernandes evitou o golo portista quase em cima da linha de golo, após remate de Brahimi. E por volta dos 25 os “dragões” já tinham dado a volta à estatística dos remates, com cinco, três deles enquadrados, com a curiosidade de três deles terem sido realizados pelo central Felipe (um apenas à baliza).
  • Aos 27 minutos, Marcano cabeceou à barra e, na confusão, Soares rematou e acertou em Bruno Varela, quando tinha tudo para marcar. Aos 32 foi André Silva a cabecear ao lado, sozinho, na pequena área sadina. O Porto apertava a malha aos visitantes e registava dez remates, cinco enquadrados, 72% de posse, e Bruno Varela tinha já realizadas três defesas.
  • Felipe já tinha, à sua conta, quatro disparos, um drible eficaz, 39 toques na bola (o máximo do jogo) e ainda quatro alívios.
  • Até que, já em período de compensação do primeiro tempo, Óliver encontrou Corona na direita, cruzou e o mexicano, de primeira, rematou para um grande golo.
  • Porto avassalador, por vezes a dar a ideia de precipitação no momento de finalizar, mas que Corona acabou por acalmar, já nos descontos do primeiro tempo. Os “dragões” remataram 12 vezes na etapa inicial, sete enquadradas, e dez de dentro da grande área contrária, o que mostra as fragilidades sadinas a defender.
  • Corona foi o melhor nesta fase, com um GoalPoint Rating de 6.8, fruto essencialmente do golo e de um passe para ocasião. Uma palavra para Felipe, com 6.2, pelos quatro remates, dois enquadrados, cinco de seis duelos ganhos e sete alívios.
  • O domínio do Porto intensificava-se no arranque do segundo tempo, com 74% de posse nos primeiros dez minutos. Porém, foi precisamente em cima do minuto 55 que o V. Setúbal empatou, com João Carvalho a isolar-se e a desviar a bola de Iker Casillas, no primeiro disparo sadino na etapa complementar.
  • Por volta dos 65 minutos o Porto registava três remates no segundo tempo, para um dos visitantes, para além de 66% de posse, e logo a seguir voltou a acertar no ferro, por André Silva. Por esta altura Bruno Varela somava cinco defesas, Brahimi nove recuperações de bola e quatro de sete dribles eficazes, mas uma ocasião flagrante desperdiçada penalizava o argelino.
  • A pressão portista aumentou, embora cada vez com menos clarividência. Pelos 80 minutos o Porto tinha nove remates no segundo tempo, apenas menos três que no primeiro, mas só um enquadrado, contra os sete da etapa inicial. O V. Setúbal era inofensivo nesta fase, mas apesar de muito recuado, foi aguentando graças ao pragmatismo dos centrais Venâncio e Cardoso, que juntos somavam 23 alívios – terminaram com 33 (!).

O Homem do Jogo

O jogo teve muito Porto e pouco V. Setúbal, o que permitiu aos laterais portistas integrarem-se bastante no ataque. É habitual ver Alex Telles nestas funções, e mais uma vez o lateral-esquerdo brasileiro esteve em destaque. Foi o melhor em campo nesta partida, com um GoalPoint Rating de 7.1.

Para além de um remate, fez três passes para ocasião, um para oportunidade flagrante, colocou a bola 18 vezes na grande área e tocou no esférico 108 vezes, o máximo na partida. Registou ainda cinco intercepções e três desarmes.

Jogadores em foco

  • Corona 6.9 – Fez um grande golo, de primeira, no seu único remate na partida. Fez ainda dois passes para ocasião, acertou um de dois dribles, um deles dentro da grande áreas (o único jogador a consegui-lo nesta zona do terreno).
  • Bruno Varela 6.8 – O guarda-redes foi o melhor dos sadinos. A pressão do Porto foi intensa, apesar de menos eficaz no remate na segunda parte, mas quando foi chamado a intervir esteve muito bem, com seis defesas, o máximo da jornada – cinco delas a remates na grande área.
  • Soares 5.8 – A nossa referência ao avançado brasileiro é mesmo para assinalar um facto impressionante. Foi o primeiro jogo com a camisola do Porto em que o brasileiro não marcou. Foi um dos mais rematadores, com quatro, três deles enquadrados (só André Silva teve mais, cinco), mas desperdiçou uma ocasião flagrante para marcar e perdeu 15 de 23 duelos disputados.
  • Marcano 6.7 – Esteve mais discreto do que o seu parceiro no centro da defesa, Felipe, que fez quatro remates, todos na primeira parte. Mas a defender esteve muito forte. Recuperou 11 vezes a posse de bola (máximo no jogo), ganhou nove de 13 duelos, realizou cinco alívios e três intercepções.
  • Brahimi 5.5 – Não se pode dizer que tenha estado discreto, mas foi pouco objectivo. Fez três remates, um enquadrado, e todos de dentro da área, e falhou uma ocasião flagrante. Teve sucesso em cinco de oito dribles, é certo, mas depois não registou qualquer passe para ocasião. Vale as 11 recuperações de posse, as mesmas de Marcano, e os quatro desarmes.

Resumo

goalpoint-porto-setubal-liga-nos-201617-ratings

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. realmente é de lamentar isto. nem a dar tempo a mais o FCP consegui dar a volta
    depois dizem que o Benfica é ajudado.
    quero ver o que diz o Bruno de Cravalho sobre isto. com certeza fica calado, mas se fosse o benfica, ja estava a criticar e a fazer queixas à arbitragem

RESPONDER

PRR. Nome de Vítor Caldeira na mesa para presidir à Comissão de Auditoria e Controlo

O inspetor-geral de Finanças vai presidir à Comissão de Auditoria e Controlo (CAC) que acompanhará a implementação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e que deverá, também, integrar o ex-presidente do Tribunal de Contas …

Altice Portugal avança "nas próximas semanas" com despedimento coletivo

A Altice Portugal confirmou esta terça-feira à Lusa que vai dar início, "nas próximas semanas", a um processo de rescisões de contratos de trabalho através de despedimento coletivo, no âmbito do Plano Integrado de Reorganização, …

BE e PAN criticam "falta de liberdade de expressão" no Porto

As deputadas do Bloco de Esquerda e do PAN na Assembleia Municipal do Porto criticaram a “falta de liberdade de expressão” na cidade, depois de dois grafitis terem sido “apagados pelos serviços da autarquia”. “Soubemos que …

Marcelo pede aos jovens que facilitem vacinação em "corrida contrarrelógio"

O Presidente da República fez esta terça-feira um apelo aos jovens para que não deixem de se vacinar e adequem a habitual mobilidade no período do verão para facilitar um processo de vacinação em "corrida …

“Nenhum país está preparado para um evento da magnitude de Pedrógão Grande", diz Comissão Técnica Independente

O engenheiro António Salgueiro, da Comissão Técnica Independente (CTI) que avaliou os incêndios na Região Centro em junho de 2017, afirmou esta terça-feira que nenhum país está preparado para a magnitude do fogo de Pedrógão …

Escócia também adia desconfinamento para julho

A Escócia também decidiu adiar o desconfinamento por várias semanas, tal como Inglaterra, devido ao agravamento da pandemia no Reino Unido, que registou 27 mortes e 11.625 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Inicialmente …

Países do Golfo continuarão dependentes do petróleo por mais uma década

Um estudo da agência de notação financeira Moody's revelou que os países exportadores de petróleo do Golfo vão continuar dependentes da produção de hidrocarbonetos pelo menos na próxima década. Segundo o estudo, citado pela agência Reuters, …

PSP do Porto reforça policiamento no São João e apela ao cumprimento das regras

A PSP do Porto garantiu, esta terça-feira, que vai reforçar o policiamento na noite de São João, de quarta para quinta-feira, e apela ao cumprimento das regras atendendo ao contexto atual da pandemia de covid-19. “Solicita-se …

UE garante compra de mais 150 milhões de doses da vacina da Moderna

A Comissão Europeia aprovou esta terça-feira a alteração ao segundo contrato com a farmacêutica Moderna para a ativação, em nome de todos os Estados-membros da União Europeia (UE), de 150 milhões de doses adicionais em …

Lisboa sobe mais de 20 lugares no ranking. É a 83.ª cidade mais cara do mundo

Lisboa é a 83.ª cidade mais cara do mundo em termos de custo de vida, subindo 23 posições no ranking em relação ao ano passado, num estudo da Mercer divulgado esta terça-feira, que é liderado …