Portas descarta candidatura a Lisboa e diz que Marcelo “está do lado certo das coisas”

Manuel de Almeida / Lusa

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro e ex-líder do CDS.

Paulo Portas quebrou o tabu e descartou ser o candidato da direita contra Fernando Medina em 2021. Quanto ao Presidente da República, realçou que Marcelo Rebelo de Sousa “está do lado certo das coisas”.

Paulo Portas não será o candidato da direita à Câmara Municipal de Lisboa nas eleições autárquicas de 2021. Em entrevista ao jornal Público, o antigo líder do CDS recusou o desafio: “Não! Lisboa, não”, disse, justificando a sua indisponibilidade com compromissos profissionais que “não se coadunam com ideias de candidaturas em 2021”.

Aliás, na entrevista que concedeu a Maria João Avillez, Portas referiu que voltar a ocupar cargos políticos não está, neste momento, no seu horizonte. “Mudei completamente de vida em 2016. Tenho muitos compromissos profissionais, que obviamente cumprirei; não se coadunam com ideias de candidaturas em 2021, que podem sensibilizar-me, mas não mudam a minha direção”, disse.

“Tudo na vida tem o seu tempo: fui candidato a Lisboa uma vez, porque o partido precisava absolutamente que o fosse, mas não sinto essa vocação autárquica 20 anos depois”, acrescentou.

Ao Expresso, em setembro, Miguel Poiares Maduro tinha lançado o nome do antigo vice-primeiro-ministro para a Câmara de Lisboa e, dias depois, Rui Rio disse que nada estava decidido, adiantando que Portas “é hoje um dos políticos de referência e dos portugueses mais bem preparados para o exercício de qualquer cargo público”.

Agora, Paulo Portas vem desfazer o tabu e descartar Lisboa dos seus planos.

Marcelo “está do lado certo das coisas”

O CDS ainda não expressou o seu apoio à eventual recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa à Presidência da República. No entanto, o antigo líder centrista decidiu, na entrevista ao Público, aconselhar o centro-direita a unir-se em torno desta candidatura, que “é a única que parte da união e que está interessada em unir o país”.

Pelo contrário, as candidaturas de Ana Gomes ou de André Ventura “partem da divisão para construir a sua força”, referiu Paulo Portas.

Apesar de elogiar Marcelo, Portas não deixa de salientar alguns “reparos legítimos” à sua atuação: é o caso da “nomeação do novo presidente do Tribunal de Contas, que foi tudo menos linear e que deixou uma perceção desconfortável de controlo político sobre quem tem o dever de controlar a legalidade financeira”.

Além disso, apontou a “hiperatividade“, que às vezes faz com que se confunda “a forma e o fundo: a abundância da forma não permite frequentemente perceber com nitidez a relevância do fundo”, e o anúncio da Champions como prémio para os profissionais de saúde, ainda que com um reparo: “Quem se lembrou de dizer essa coisa tão insólita de que a Champions era um prémio para o pessoal de saúde foi o primeiro-ministro.”

Apesar das falhas apontadas, Paulo Portas não tem dúvidas de que Marcelo Rebelo de Sousa “está do lado certo das coisas“.

Na entrevista, o ex-líder centrista destacou o papel que o Presidente teve na mediação da solução governativa que saiu das legislativas de 2019, salientando que Marcelo fez bem em não ter repetido a exigência de Cavaco Silva por acordo sólido e escrito, uma vez que se o tivesse feito isso teria provavelmente conduzido a uma solução política mais “radical” com os parceiros de esquerda “sentados no Conselho de Ministros”.

Já em relação à pandemia de covid-19, a decisão de decretar atempadamente “estado de emergência” no início também merece o destaque de Portas. “Quem quis o estado de emergência foi essencialmente o Presidente da República. O Governo estava convencido de que as regras da Proteção Civil eram suficientes, mas não eram”, justificou.

Os vetos estratégicos do PR em assuntos delicados como a TAP ou a Lei de Bases da Saúde também foram importantes para definir Marcelo como chefe de Estado, rematou.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …

Mais rapidez e menos ruído. E-bikes permitem que militares em ação passem despercebidos

Os soldados do Regimento de Cavalaria da Infantaria Montada de Queensland, na Austrália, estão a testar e-bikes para perceber se o veículo poderá ser uma opção válida para operações no terreno. Passar despercebido no terreno é …

Oposição critica Governo de El Salvador por usar a covid-19 para limitar manifestações

Na quarta-feira, a Assembleia Legislativa de El Salvador aprovou um decreto que proíbe reuniões públicas e privadas que não estejam relacionadas com as artes, cultura ou desporto até 8 de dezembro. Segundo a Vice, apesar de …

Portugal com mais 883 casos confirmados e quatro mortes

Portugal regista hoje mais 883 casos confirmados de covid-19 e quatro óbitos pela doença, assim como 729 pessoas recuperadas e menos internamentos em enfermaria e unidades de cuidados intensivos, de acordo com o boletim diário. Segundo …