Portas descarta candidatura a Lisboa e diz que Marcelo “está do lado certo das coisas”

Manuel de Almeida / Lusa

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro e ex-líder do CDS.

Paulo Portas quebrou o tabu e descartou ser o candidato da direita contra Fernando Medina em 2021. Quanto ao Presidente da República, realçou que Marcelo Rebelo de Sousa “está do lado certo das coisas”.

Paulo Portas não será o candidato da direita à Câmara Municipal de Lisboa nas eleições autárquicas de 2021. Em entrevista ao jornal Público, o antigo líder do CDS recusou o desafio: “Não! Lisboa, não”, disse, justificando a sua indisponibilidade com compromissos profissionais que “não se coadunam com ideias de candidaturas em 2021”.

Aliás, na entrevista que concedeu a Maria João Avillez, Portas referiu que voltar a ocupar cargos políticos não está, neste momento, no seu horizonte. “Mudei completamente de vida em 2016. Tenho muitos compromissos profissionais, que obviamente cumprirei; não se coadunam com ideias de candidaturas em 2021, que podem sensibilizar-me, mas não mudam a minha direção”, disse.

“Tudo na vida tem o seu tempo: fui candidato a Lisboa uma vez, porque o partido precisava absolutamente que o fosse, mas não sinto essa vocação autárquica 20 anos depois”, acrescentou.

Ao Expresso, em setembro, Miguel Poiares Maduro tinha lançado o nome do antigo vice-primeiro-ministro para a Câmara de Lisboa e, dias depois, Rui Rio disse que nada estava decidido, adiantando que Portas “é hoje um dos políticos de referência e dos portugueses mais bem preparados para o exercício de qualquer cargo público”.

Agora, Paulo Portas vem desfazer o tabu e descartar Lisboa dos seus planos.

Marcelo “está do lado certo das coisas”

O CDS ainda não expressou o seu apoio à eventual recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa à Presidência da República. No entanto, o antigo líder centrista decidiu, na entrevista ao Público, aconselhar o centro-direita a unir-se em torno desta candidatura, que “é a única que parte da união e que está interessada em unir o país”.

Pelo contrário, as candidaturas de Ana Gomes ou de André Ventura “partem da divisão para construir a sua força”, referiu Paulo Portas.

Apesar de elogiar Marcelo, Portas não deixa de salientar alguns “reparos legítimos” à sua atuação: é o caso da “nomeação do novo presidente do Tribunal de Contas, que foi tudo menos linear e que deixou uma perceção desconfortável de controlo político sobre quem tem o dever de controlar a legalidade financeira”.

Além disso, apontou a “hiperatividade“, que às vezes faz com que se confunda “a forma e o fundo: a abundância da forma não permite frequentemente perceber com nitidez a relevância do fundo”, e o anúncio da Champions como prémio para os profissionais de saúde, ainda que com um reparo: “Quem se lembrou de dizer essa coisa tão insólita de que a Champions era um prémio para o pessoal de saúde foi o primeiro-ministro.”

Apesar das falhas apontadas, Paulo Portas não tem dúvidas de que Marcelo Rebelo de Sousa “está do lado certo das coisas“.

Na entrevista, o ex-líder centrista destacou o papel que o Presidente teve na mediação da solução governativa que saiu das legislativas de 2019, salientando que Marcelo fez bem em não ter repetido a exigência de Cavaco Silva por acordo sólido e escrito, uma vez que se o tivesse feito isso teria provavelmente conduzido a uma solução política mais “radical” com os parceiros de esquerda “sentados no Conselho de Ministros”.

Já em relação à pandemia de covid-19, a decisão de decretar atempadamente “estado de emergência” no início também merece o destaque de Portas. “Quem quis o estado de emergência foi essencialmente o Presidente da República. O Governo estava convencido de que as regras da Proteção Civil eram suficientes, mas não eram”, justificou.

Os vetos estratégicos do PR em assuntos delicados como a TAP ou a Lei de Bases da Saúde também foram importantes para definir Marcelo como chefe de Estado, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …

Cova da Piedade não joga: "Prefiro perder três pontos do que alguém perder a vida"

O jogo entre Estoril e Cova da Piedade, como se esperava, não vai ser realizado e deverão ser atribuídos três pontos ao Estoril. Diretor do Cova da Piedade não poupa nas críticas. Mais uma partida da …

Investigadores descobrem porque há pessoas infetadas sem sintomas de covid-19

Investigadores do hospital universitário de Aarhus, na Dinamarca, descobriram que algumas pessoas infetadas com o novo coronavírus não desenvolvem sintomas porque este poder ocultar o seu genoma para não ser reconhecido. Como noticiou esta sexta-feira o …

Luís Pina condenado a quatro anos de prisão pela morte de adepto italiano junto ao Estádio da Luz

O principal arguido no processo do atropelamento mortal do adepto italiano de futebol Marco Ficini, junto ao Estádio da Luz, em Lisboa, em 2017, foi hoje condenado a quatro anos de prisão efetiva, por homicídio …

Glenn Greenwald deixa Intercept e acusa editores de “censura”. Foi proibido de publicar texto sobre Biden

O cofundador do site de investigação The Intercept, Glenn Greenwald, anunciou a sua demissão e acusou os restantes editores de “censura” por terem impedido a publicação de um artigo seu sobre o candidato democrata à …