O “Portão do Inferno” da Sibéria não pára de crescer (e pode fazer o solo colapsar)

O “Portão do Inferno” da Sibéria continua a crescer à medida que a área é cada vez mais atingida pelas alterações climáticas e pelos incêndios florestais.

Oficialmente conhecida como a cratera Batajaika, a fenda de um quilómetro de comprimento pode ser encontrada na República Sakha, na Sibéria, nas profundezas orientais da Rússia.

Antes da década de 1960, a fenda em forma de girino era pouco mais do que uma pequena fossa, mas continuou a abrir-se a um ritmo alarmante nas últimas décadas, numa altura em que o aumento das temperaturas estão a derreter o permafrost na região.

Se o degelo do permafrost ocorrer numa encosta que é cortada por um riacho, isso pode causar o colapso do solo e resultar numa “queda do degelo”, uma espécie de deslizamento do Ártico. Isso ocorre em todo o Ártico siberiano, mas nenhum é mais imponente que a cratera Batagaika.

Devido à sua aparência sobrenatural, os locais apelidaram-na de “Portão do Inferno”.

A fenda rasgou muitas terras nos últimos 60 anos, incluindo alguns locais sagrados do povo indígena da Sibéria, mas também forneceu aos cientistas uma série de informações sem precedentes. Um estudo realizado em 2017 constatou que a fenda em expansão está a agitar o solo e florestas enterradas e congeladas há 200 mil anos, permitindo que os cientistas estudem o clima da Terra no registo dos sedimentos.

De acordo com a NASA, a cratera Batagaika revelou vários animais antigos, incluindo um cavalo pleistoceno, um bisão de estepe pré-histórico, leões das cavernas e lobos.

Com as temperaturas a continuar a subir na região, o derretimento de gelo leva consigo os sedimentos, ampliando a fenda. A situação tornou-se ainda mais grave este verão. As temperaturas médias na Sibéria foram 10° acima do normal em junho. Uma estação meteorológica na cidade de Verkhoyansk, no extremo norte, atingiu 38ºC.

De acordo com a revista Science, os cientistas querem saber como é que este verão poderá afetar a cratera Batagaika. Nas últimas décadas, a fenda avançou 10 metros por ano, mas essa taxa aumentou para 12 a 14 metros por ano em 2016, o ano mais quente já registado.

Além disso, enormes áreas da Sibéria Oriental foram recentemente atingidas com alguns dos piores incêndios florestais da memória recente. “A vasta região da Sibéria na Rússia tornou-se um ponto quente do clima, aquecendo muito mais rápido do que o resto do planeta”, disse Grigory Kuksin, chefe da unidade de incêndios florestais do Greenpeace na Rússia, em comunicado.

“Este verão já trouxe ondas de calor extremas, derramamentos de óleo causados ​​pelo degelo do permafrost e incêndios florestais violentos – o que vem a seguir antes de finalmente agirmos?”, questionou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Carlos Carreiras anuncia "vacina portuguesa" e causa mal-estar no Governo

O presidente da Câmara de Cascais afirmou que, "em completa articulação com o Governo", garantiu a compra e inclusive a cedência da patente de uma vacina para produzir na Área Metropolitana de Lisboa. Esta quarta-feira, num …

Pela primeira vez, Japão admite cancelar Jogos Olímpicos

O Japão admitiu pela primeira vez esta quinta-feira que o cancelamento dos Jogos Olímpicos, adiados desde o verão passado e com arranque marcado para 23 de julho, continua a ser uma hipótese em cima da …

Ataque de Sócrates ao PS é uma "tremenda injustiça". Costa não é um "traidor", diz Ana Catarina Mendes

A líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, criticou as declarações de José Sócrates que, em resposta a Fernando Medina, atacou a direção do partido. Em entrevista à TVI, na noite desta quarta-feira, José Sócrates respondeu …

Guardiola iguala recorde de Mourinho na Liga dos Campeões

Pep Guardiola igualou o recorde de presenças nas meias-finais da Liga dos Campeões. O espanhol tem agora as mesmas oito presenças de José Mourinho. Há muito tempo que Pep Guardiola enfrentava dificuldades nos quartos de final …

Responsável pela acusação da Operação Marquês fica fora da lista de promoções do MP

O procurador Rosário Teixeira, responsável pela acusação da Operação Marquês, não figura entre os candidatos da lista de promoções do Ministério Público — e já recorreu da decisão. O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) aprovou …

Investigação a ligações entre PJ e Doyen só ouviu 2 testemunhas antes de ser arquivada

A investigação a alegadas ligações entre um inspetor da PJ e representantes da Doyen, foi arquivada após apenas terem sido ouvidas duas testemunhas. A denúncia sobre estas alegadas ligações chegou da então eurodeputada Ana Gomes. Foi …

Depois de Benfica e Sporting, Beto também interessa ao FC Porto

Depois do interesse de Benfica e Sporting, o FC Porto também está atento a Beto, o avançado do Portimonense que tem dado cartas esta temporada. Se pensava que esta ia ser uma corrida de dois cavalos …

Depois de uma emergência a contragosto, decidem-se as medidas para a 3.ª fase do desconfinamento

Esta quinta-feira, o Conselho de Ministros decide se o desconfinamento avança na próxima segunda-feira. Em causa está o avanço da terceira fase como previsto, a estagnação dos concelhos de maior risco na segunda fase ou …

"O culpado sou eu". Abel Ferreira perde Supertaça sul-americana nos penáltis

O Palmeiras, de Abel Ferreira, falhou na quarta-feira a conquista da Supertaça sul-americana de futebol, ao perder com o Defensa y Justicia no desempate por grandes penalidades (3-4), depois do desaire por 2-1 nos 120 …

Podem ter sido encontradas as pegadas de Neandertal mais antigas da Europa

Há cerca de 100 mil anos, uma grande família de Neandertais caminhou ao longo de uma praia naquilo que hoje é o sul de Espanha. Tal como qualquer criança que se preze, os mais novos …