Porta-voz do PSD investigado pelo DIAP do Porto

PSD / Flickr

Marco António Costa, porta-voz do PSD

Marco António Costa, porta-voz do PSD

Marco António Costa, vice-presidente e porta-voz do PSD, está a ser investigado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto, na sequência de uma participação.

“Confirma-se a receção de participação, que deu origem a um inquérito, que corre termos no DIAP do Porto”, disse à Lusa uma fonte da Procuradoria-Geral da República.

O caso foi avançado este sábado pela RTP, de acordo com a qual Marco António Costa está a ser investigado na sequência da denúncia de alegados crimes de tráfico de influências durante os mandatos na Câmara de Gaia.

Segundo a televisão pública, a acusação partiu de Paulo Vieira da Silva, antigo dirigente do PSD-Porto, que enviou uma carta à Procuradoria a descrever uma rede de influências de Marco António Costa na autarquia e empresas municipais onde terá beneficiado amigos e pessoas da estrutura partidária.

Mais tarde, o canal televisivo acrescentava que o vice-presidente do PSD era acusado de “utilizar a distrital do partido em benefício político, pessoal e de negócios”.

Paulo Vieira da Silva tornou também públicas estas denúncias nas redes sociais.

Contactado pela RTP, Marco António Costa, que já apresentou uma queixa por difamação, não quis comentar o caso.

Marco António Costa disponível para esclarecimentos

Marco António Costa transmitiu este domingo a sua “imediata disponibilidade” para esclarecimentos na investigação de que é alvo pelo DIAP do Porto.

“Manifestei já à Procuradoria-Geral da República, no passado dia 11 de maio”, mesmo antes de ser conhecida a existência de qualquer inquérito, “a imediata disponibilidade para prestar declarações no âmbito de qualquer processo em que seja visado”, refere o porta-voz do PSD, numa nota de esclarecimento enviada à imprensa.

O político pede que seja analisado “com todo o rigor jurídico o texto em que se baseia a suposta ‘denúncia’, uma vez que em momento algum há qualquer acusação concreta de corrupção ou de tráfico de influências” ou de “qualquer crime”, mas “apenas lamentáveis insinuações maldosas”.

“Aceito, como princípio, que quem participa ativamente na vida pública está sujeito, e deve sujeitar-se, ao maior escrutínio mesmo quando estejam em causa insinuações infundadas”, salienta o vice-presidente do PSD, na nota.

“Não tenciono fazer qualquer comentário de natureza política, reservando para o meu advogado a resposta judicial à ‘denúncia’ apresentada”, acrescenta Marco António Costa, dizendo que o seu foco político “é trabalhar para uma vitória da coligação servindo o PSD com a determinação de sempre”.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Quatro ou cinco anos depois? Embora. Investigue-se o que o denunciante começou por fazer nas “redes sociais!” … E “arrinfa-le” com um processo por difamação!

  2. Basta olhar para o rosto e discurso deste senhor para perceber que se trata de mais um parasita e burlão bem falante que não teria qualquer futuro na iniciativa privada pois é totalmente mediocre e sem qualquer valor.

    A prisão do sócrates, este processo sobre este Sr. e outras iniciativas, avivam a esperança nos Portugueses que este país pode vir a ter futuro. Já chega de Valentins Loureiros, Narcisos Mirandas, Duartes Limas, Josés Sócrates, Dias Loureiros, Armandos Varas e outros pacóvios, provincianos e patos bravos que juntos destruiram o presente e comprometeram o futuro deste país.

    Temos que deixar de ser uma cambada de otários pacifistas. Esta gente devia levar uma tareia para perceberem que não os queremos perto do poder.

RESPONDER

Quim Torra acusa Governo espanhol de tentar "excluir um presidente no meio de uma pandemia"

Um recurso do presidente separatista catalão Quim Torra contra uma condenação por desobediência que pode afastá-lo do exercício de cargos públicos durante ano e meio foi analisado na quinta-feira pelo Supremo Tribunal de Espanha. Antes …

Cinco anos depois, Volkswagen nega reembolso a 125 mil portugueses lesados

A marca alemã Volkswagen respondeu à Deco Proteste, cinco anos após o caso "dieselgate", informando que não irá indemnizar mais consumidores, tendo em vista os processos judiciais em curso. Segundo noticiou esta sexta-feira a Madremedia, em …

Novo recorde em cinco meses. Mais 780 casos por covid-19 em Portugal

Portugal regista mais seis mortos e 780 casos de infeção por covid-19 esta sexta-feira, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Os números revelados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde …

"Podemos chegar a 1.000 novos casos por dia". Costa pede cautela

No final da reunião de emergência com o gabinete de crise para o acompanhamento da evolução da covid-19 em Portugal, Costa deixou conselhos e pediu cautela. A reunião, convocada na quinta-feira por António Costa, surgiu …

13 de Outubro em Fátima "sim, mas sem peregrinos". Delegada de Saúde espera que a Igreja se "porte bem"

A delegada de Saúde Pública do Médio Tejo defende que as cerimónias religiosas do 13 de Outubro no Santuário de Fátima decorram "sem peregrinos", esperando que a Igreja se porte "tão bem" como aquando do …

Espanha acusa hackers chineses de roubarem informações de vacina contra coronavírus

O Centro Nacional de Inteligência (CNI) espanhol argumenta que hackers chineses terão, alegadamente, acedido a informações confidenciais sobre o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus. A diretora do CNI, Paz Esteban, alerta para um aumento …

Tribunal de Loures. António Joaquim vai manter-se em liberdade

O Tribunal de Loures decidiu esta sexta-feira manter a medida de coação de termo de identidade e residência a António Joaquim, condenado pelo Tribunal da Relação pelo homicídio do triatleta Luís Grilo, após um pedido …

Mesmo com o aumento de infetados, diminuir a quarentena para 10 dias é uma hipótese

A DGS deverá decidir em breve se o período de quarentena pode ser reduzido de 14 dias para apenas 10 dias, mas não para todos os casos. Para ficar menos tempo isolado é necessário cumprir …

Porfírio Silva vê “papel positivo” na candidatura de Ana Gomes, mas critica farpas a Costa

O dirigente socialista Porfírio Silva considera que a candidatura presidencial de Ana Gomes pode ser positiva se não cair na "armadilha" de se centrar no ataque a António Costa e se não "atropelar" o Estado …

Operação Lex. Três juízes acusados de corrupção. Luís Filipe Vieira vai ser julgado por um crime

Os juízes Rui Rangel, Fátima Galante e Vaz das Neves e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, estão entre os 17 acusados da Operação Lex. Em causa estão crimes de corrupção, abuso de poder, …