Simulação da NASA revela como seria o pôr-do-sol noutros planetas

Durante um pôr-do-sol, será que o céu é mais avermelhado em Marte e apresenta tonalidades diferentes em Júpiter? Um grupo de cientistas da NASA criou várias simulações para ver como seria este evento em diferentes planetas do nosso Sistema Solar.

O pôr-do-sol é o resultado da interação da luz projetada pela nossa estrela, incluindo todas as cores do arco-íris, com os gases e a poeira da atmosfera. Por esse motivo, quanto menor for a atmosfera do planeta em questão, menos impressionante será o evento.

O grupo de cientistas, liderado pelo argentino Gerónimo Villanueva, astrónomo do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA, criou simulações do pôr-do-sol em Vénus, Marte, Urano, Titã (uma das luas de Saturno) e no exoplaneta TRAPPIST-1e.

O projeto integra os preparativos para uma possível missão de pesquisa em Urano. O planeta gasoso possui muitos mistérios e qualquer leitura da sua atmosfera precisaria de avaliar os níveis de luz que chegam aos sensores da nave espacial. Com os dados da simulação, a sonda poderia avaliar a composição da atmosfera do planeta à medida que absorve a luz, analisando que comprimentos de onda se dispersam e por que motivo.

Segundo o New Atlas, os novos modelos fazem parte do gerador de espectro planetário, construído por Villanueva e pelos seus colegas, e são utilizados para interpretar a luz que chega aos telescópios e descodificá-la para tentar compreender a atmosfera de outros mundos.

Em Vénus, o amarelo brilhante torna-se laranja, castanho e, por fim, preto, à medida que o Sol desaparece. Devido à rotação muito lenta do planeta sobre o seu eixo, seria preciso esperar cerca de 116 vezes o tempo que esperamos na Terra para ver um pôr-do-sol neste planeta.

Já em Marte, o pôr-do-sol é digno de uma tela de cinema: a mistura das cores amarelo e castanho pinta o céu quando o Sol desaparece por trás do horizonte.

A sonda Curiosity já revelou imagens que mostram como são as tardes no Planeta Vermelho: os dias podem terminar com um tom azulado, uma vez que que a poeira dispersa os comprimentos de onda vermelhos, revelando os comprimentos de onda azuis.

Um pôr-do-sol em Urano começa com um azul forte que desbota para um turquesa, que surge da interação da luz solar com a atmosfera do planeta.

Quando a luz solar atinge a atmosfera, hidrogénio, hélio e metano absorvem a porção vermelha da luz, que tem o maior comprimento de onda. As luzes azul e verde, com comprimentos de onda mais curtos, dispersam à medida que os fotões refletem as moléculas de gás e outras partículas na atmosfera.

Em Titã, a maior lua de Saturno e uma das maiores do Sistema Solar, o pôr-do-sol é menos entusiasmante devido à névoa muito espessa que cobre a lua.

Já no exoplaneta TRAPPIST-1e – que orbita em torno da estrela anã TRAPPIST-1, na constelação Aquário, a 40 anos-luz da Terra – o pôr-do-sol começa com tons amarelados, que evoluem para tons mais fortes e brilhantes, terminando com um final laranja e acastanhado.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mayflower 2.0: um navio autónomo pilotado por IA está a refazer a viagem do original

Quatro séculos e uma pandemia depois de o Mayflower original ter zarpado do porto de Southampton, numa jornada histórica para a América, outro veículo pioneiro com o mesmo nome partiu para refazer a mesma viagem. O …

Halterofilista neozelandesa será a primeira atleta transgénero a competir nos Jogos Olímpicos

A neozelandesa Laurel Hubbard, de 43 anos, classificou-se para os Jogos Olímpicos de Tóquio na categoria acima de 87kg feminina (super pesadas) do levantamento de peso, tornando-se a primeira atleta transgénero a participar na competição. "Estou …

República Checa 0-1 Inglaterra | Serviços mínimos valem topo

A Inglaterra, que tinha assegurado o apuramento na segunda-feira, garantiu o primeiro lugar do Grupo D do Euro 2020, ao vencer a República Checa por 1-0, com um golo madrugador, no mítico estádio de Wembley. Num …

Croácia 3-1 Escócia | Croatas de trivela rumo aos oitavos

A Croácia, liderada pelos ‘craques’ Luka Modric e Ivan Perisic, qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer por 3-1 a Escócia, que eliminou, num Grupo D conquistado pela Inglaterra. Os …

Asteroide tem nome de astrofísico português Nuno Peixinho

O astrofísico português Nuno Peixinho dá nome a um asteroide, descoberto em 1998 e que tem pouco mais de 10 quilómetros de diâmetro, anunciou esta segunda-feira o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), …

"É inaceitável". Ana Mendes Godinho critica situações de trabalho temporário que "duram décadas"

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, insistiu esta terça-feira na relevância do combate à precariedade, sinalizando a intenção de restringir o trabalho temporário. "Tem de haver mecanismos mais fortes para combater a segmentação do mercado …

Hitler expulsou os soldados judeus há oito décadas. Agora, um rabino junta-se ao exército alemão

No início da Segunda Guerra Mundial, Hitler expulsou os judeus das Forças Armadas na década de 1930. Agora, Zsolt Balla irá assumir o cargo de rabino-chefe do exército alemão. Mais de 80 anos depois, aquilo que …

Rio critica Governo após "justa indignação" de Merkel

O presidente do PSD acusou esta terça-feira o Governo de estar a fazer Portugal passar “por uma vergonha desnecessária”, considerando que depois da “vexatória desconsideração” do Reino Unido, os portugueses têm que “ouvir a justa …

Amazon acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos

A Amazon foi acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos, segundo uma investigação da Newsweek, publicada na segunda-feira. "Uma investigação da ITV News num dos centros de distribuição da Amazon no Reino …

Enquanto o mundo lutava contra uma pandemia, a Guiné declarava o fim do segundo surto do Ébola

No passado sábado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o fim do segundo surto de Ébola na Guiné-Conacri, que vitimou mortalmente 12 pessoas. "Tenho a honra de declarar o fim do Ébola na Guiné", disse …