Poluentes químicos ameaçam ursos polares

Os poluentes químicos são também uma ameaça para a vida dos ursos polares, além do aquecimento global, conclui um estudo divulgado esta sexta-feira, que sintetiza 40 anos de trabalho de investigação.

Segundo o estudo, publicado na revista científica Environmental Toxicology and Chemistry, estes poluentes representam um risco para a saúde dos ursos cem vezes superior ao limite considerado aceitável para os animais adultos.

Nas crias, sujeitas aos químicos através do leite materno, o risco é mil vezes superior.

Os cientistas sintetizaram 40 anos de trabalho sobre a exposição dos ursos polares a químicos, mas também das focas e do bacalhau, numa área entre as ilhas Svalbard (Noruega) e o estado do Alasca (Estados Unidos), ambos banhados pelo oceano Ártico.

“Trata-se do primeiro estudo que visa quantificar o risco que os poluentes orgânicos persistentes representam para ecossistema ártico”, disse a principal autora do estudo, Sara Villa, toxicóloga da Universidade de Milano-Bicocca, em Itália.

Usados na agricultura e na indústria, os poluentes orgânicos persistentes, como os pesticidas, mantêm-se durante décadas na natureza, contaminando a cadeia alimentar: passam, por exemplo, do plâncton (organismos microscópicos que flutuam no mar) aos peixes, depois às focas e, no fim, aos ursos.

Ao acumularem-se no organismo, até atingirem doses muito tóxicas, os químicos podem afetar os sistemas imunitário, reprodutivo e endócrino.

Vestígios de policlorobifenilos (PCB), um dos poluentes orgânicos persistentes, cujo uso está proibido desde a década de 70, foram detetados nos ursos polares, de acordo com a investigação.

Novas famílias de compostos químicos, como a do ácido perfluorooctanessulfónico (PFOS), considerado “muito tóxico para os mamíferos”, substituíram o PCB.

De acordo com o estudo, as concentrações de PFOS são elevadas nos ursos polares, dez vezes mais do que nas focas.

Estas substâncias químicas, autorizadas, são utilizadas para impermeabilizar papel, tecidos, mobiliário, evitar manchas de água ou gordura, e para produzir determinadas espumas de extintores.

As estimativas apontam para que, em 2050, a população de ursos polares, já ameaçada pelo degelo decorrente das alterações climáticas, diminua num terço.

No Ártico, o aquecimento global poderá gerar verões sem gelo dentro de 20 anos, vaticinam os cientistas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Protecção Civil pagou combustível para participar em novela da SIC

A SIC não pagou qualquer valor pelo empréstimo de meios da Protecção Civil para as filmagens de uma novela que está a ser produzida pelo canal. A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) …

Liderança do Montepio pode voltar a mudar

Uma nova reviravolta na administração do Banco Montepio pode estar prestes a acontecer. Carlos Tavares, atual presidente da administração com poderes não executivos, pode voltar a ser presidente executivo deste banco. Se isso acontecer, Dulce Mota …

Berardo era peça na "estratégia" de Sócrates para dominar a banca

Em entrevista ao Jornal Económico, o empresário Patrick Monteiro de Barros defende que Joe Berardo foi uma das pessoas de quem José Sócrates se serviu para dominar a banca. Patrick Monteiro de Barros disse, em entrevista …

BCE arrasa propostas de Centeno. Reforma coloca em risco independência do BdP

O Banco Central Europeu teceu duras criticas às propostas de Centeno para a reforma da supervisão financeira em Portugal. O BCE admite que a independência do Banco de Portugal poderia ficar em risco. Depois da Comissão …

#MeToo. Acordo de 40 milhões para evitar processo contra Harvey Weinstein

O antigo produtor de Hollywood Harvey Weinstein terá chegado a um acordo no valor de 44 milhões de dólares (cerca de 40 millhões de euros) em indemnização com dezenas das suas vítimas, de forma a …

Paulo Sande, cabeça de lista do Aliança, recebeu salário de Belém. Mas vai devolver

O cabeça de lista do Aliança decidiu devolver o vencimento que lhe foi pago este mês pela Presidência da República enquanto assessor político de Marcelo Rebelo de Sousa. Paulo Sande começou por gozar uma licença sem …

Trump quer vender armas à Arábia Saudita sem aprovação do Congresso

Uma grande venda de bombas à Arábia Saudita pode estar na mira da Administração Trump. O Presidente dos Estados Unidos quer fintar o Congresso norte-americano e desbloquear 6,3 mil milhões de euros em vendas.  O jornal …

Europeias: Com o PS a "malhar" no Bloco, Rangel fala em encenação eleitoral

Na véspera do último dia de campanha para as eleições europeias, António Costa e Augusto Santos Silva deram um empurrão ao candidato do PS com discursos apontados aos parceiros de esquerda. Enquanto isso Paulo Rangel …

ADSE: Hospitais privados faturaram 21 milhões a mais em 2017 e 2018

A ADSE fechou o ano passado com mais dinheiro em caixa do que no ano anterior, contrariando a tendência de queda registada nos últimos três anos, revela o Relatório de Atividades do instituto que gere …

Pré-reforma travada por serviços do Estado

Os serviços do Estado já receberam milhares de pedidos de pré-reforma, mas ainda não foi autorizado qualquer processo. Milhares de trabalhadores já pediram a pré-reforma, mas os serviços do Estado ainda não deram seguimento a qualquer …