Políticos que empreguem familiares em França arriscam pena de prisão e multa

presidenciaperu / Flickr

O presidente da França, Emmanuel Macron

Em França, os políticos estão proibidos por lei de empregar familiares e quem o fizer arrisca uma pena de prisão até três anos e 45 mil euros de multa. A lei para a moralização da vida política foi aprovada por maioria absoluta no Parlamento em 2017.

Ministros, deputados e autarcas não podem empregar pessoas com os seguintes laços de parentescos: mulher/marido, quer por casamento ou por união de facto, pais ou sogros, filhos ou enteados, avançou na sexta-feira o semanário Sol.

A mesma lei define ainda que quando membros do Governo decidam contratar outros familiares de outros membros do Governo comuniquem publicamente essa contratação.

“Quando um membro do gabinete ministerial tem uma relação familiar com outro membro do Governo, ele ou ela deve informar, sem demora, o membro do Governo do qual é o colaborador e a Alta Autoridade para a Transparência da Vida Pública”, refere a lei, citada pelo jornal Público.

Recorde-se que em Portugal a lei que vigora quanto a este tema tem quase 20 anos. Depois de serem conhecidas várias relações familiares no atual Governo, o Presidente da República defendeu uma alteração legislativa de forma a limitar nomeações familiares de titulares de cargos políticos.

TP, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Acho bem, mas, o que os impede de fazer como fez na altura o gang do Cavaco?
      Uns Ministros e Secretários de Estado nomearam as mulheres dos outros e, assim nunca há nomeação directa!…
      “A mesma lei define ainda que quando membros do Governo decidam contratar outros familiares de outros membros do Governo comuniquem publicamente essa contratação.”
      Segundo esta lei francesa, apenas tem que informar…
      De qualquer modo, já seria um passo muito positivo!!
      Mas quando em 2019, se vê o PSD (e com a abstenção do PS) a alterar a lei para permitir que os bandidos, perdão, os políticos, possam ser, ao mesmo tempo, deputados e advogados, algo vai mesmo muito mal…

      • Meu Caro, no meu comentário não aludo a quaisquer cores. Aspiro, sim, que o meu País deixe os erros cometidos no passado e no presente e se projecte num futuro honesto, civilizado e meritocrático, olhando às competências para o desempenho e não para o partidarismo e/ou clientelismo.

RESPONDER

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …

Vieira continua em domiciliária. MP vai pedir reforço de garantias de caução

O Ministério Público (MP) vai pedir reforço de garantias de caução por entender que o uso das ações da SAD do Benfica não é a forma apropriada. O Correio da Manhã avança, esta manhã, que o …

Investigadores suecos pagam 23 dólares a quem se vacinar contra a covid-19

Recompensa surge no âmbito de uma pesquisa que pretende avaliar o nível de eficácia de diferentes incentivos à vacinação contra a Covid-19. O estudo conta com a participação de 8.200 voluntários com menos de 60 …

Costa diz que Estado se curva "perante a memória" de Otelo. Mas BE condena ausência de luto nacional

O primeiro ministro, António Costa, e o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, decidiram não declarar luto nacional pela morte de Otelo Saraiva de Carvalho, Capitão de Abril. A líder do BE e o …

Catarina Martins volta a bater o pé e Jerónimo sublinha: "Ainda não há Orçamento"

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta terça-feira, o Bloco de Esquerda, o PCP e o CDS, em mais uma ronda de reuniões com os partidos com assento parlamentar. Se o objetivo do Presidente da República era …

Simone Biles, Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Simone Biles. O ouro olímpico não é sinónimo de paz, muito menos interior

Na sequência do escândalo Nassar, a opinião pública dos EUA concordou que não valia tudo no caminho até ao ouro olímpico — principalmente quando está em causa a dignidade humana. Com a sua principal estrela …

"Sinto que desci ao inferno". Polícias recordam ataque ao Capitólio

"É assim que vou morrer", "sinto que desci ao inferno" e "corri o risco de ser morto" são alguns dos relatos de polícias que presenciaram a invasão ao Capitólio. Começaram as audiências na comissão da Câmara …

Pandemia aumentou o preço dos carros usados. Venda de veículos novos caiu a pique

A procura por usados aumentou com a pandemia. Com menos carros novos a saírem dos concessionários, também por causa da crise dos chips, a oferta de usados é escassa, levando os preços a subirem. Um choque …

Jogos Olímpicos: três polémicas de arbitragem em 24 horas

Depois da pontuação controversa no surf, uma decisão que quase ninguém entendeu, no basquetebol, e uma revisão discutível no judo. A arbitragem não é, ou não é suposto ser, o foco de qualquer edição dos Jogos …

Rui Vitória quer levar Manafá para o Spartak Moscovo

O Spartak Moscovo, treinado por Rui Vitória, desistiu da contratação de Gabriel e apresentou agora uma proposta por Wilson Manafá. Desde que chegou a Moscovo para treinar o Spartak, Rui Vitória tem sondado alguns jogadores que …