Polícia que matou negro desarmado nos EUA acusada de homicídio involuntário

(dr) Tulsa Police Department

Betty Jo Shelby, a agente da polícia de Tulsa que matou um afro-americano desarmado

Betty Jo Shelby, a agente da polícia de Tulsa que matou um afro-americano desarmado

A agente da polícia que, na semana passada, matou um afro-americano desarmado que estava no meio da estrada com o carro avariado, foi acusada de homicídio involuntário.

Segundo o The New York Times, a polícia Betty Jo Shelby, que abateu um afro-americano desarmado na semana passada, foi acusada de homicídio involuntário.

De acordo com os documentos judiciais, a agente de Tulsa, Oklahoma, foi “dominada pelo medo” que o homem, que estava no meio da estrada com o carro avariado, a fosse matar.

A polícia alega que Terence Crutcher, de 40 anos, não estava a responder às suas ordens e que continuava a afastar-se em direção ao carro com os braços ao alto.

Um investigador da procuradoria de Tulsa afirma no mesmo relatório que a agente ficou “emocionalmente envolvida ao ponto de ter exagerado a sua reação”, disparando contra Crutcher, apesar de “não conseguir ver qualquer arma ou indicações de que o homem estivesse armado”.

A procuradoria acusa a polícia de 42 anos de ter cometido um homicídio involuntário por causa “do calor das emoções”, escreve o jornal norte-americano.

De acordo com a lei do estado de Oklahoma, fortes emoções, como o medo e a raiva, podem afetar “a capacidade de se ser racional e incapacitam a mente de agir a sangue frio”.

Shelby, que está em casa com uma licença paga desde o incidente, poderá enfrentar uma pena de prisão não inferior a quatro anos se for declarada culpada.

Segundo as autoridades, já foi emitido um mandado de captura contra a agente em questão e já foram coordenados vários esforços para que esta se entregue.

O caso, que foi divulgado na Internet através de um vídeo, reacendeu novamente o debate sobre a violência policial contra a comunidade afro-americana nos EUA.

Dias depois, um novo caso motivou violentos protestos em Charlotte, uma cidade na Carolina do Norte, que levou o seu governador a declarar o estado de emergência.

Na terça-feira, um polícia abateu Keith Lamont Scott que, segundo as autoridades, estava armado, apesar de não ter sido esclarecido se apontou a arma contra os agentes.

Por sua vez, os familiares do homem de 43 anos asseguram que este estava à espera que um dos seus filhos regressasse da escola e negaram que tivesse uma arma mas sim um livro.

Os protestos continuaram na noite desta quinta-feira, com centenas de pessoas a desafiar o recolher obrigatório, a partir da meia-noite, solicitado pela autarquia.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Entretanto morrem brancos e asiáticos em iguais situações e ninguém faz caso.

    Este ano já são 700 mortos mas “apenas” 180 são africanos. e com os outros ninguém se revolta?

    • A questão não é se os 700 que morreram eram brancos, pretos ou às bolinhas vedes. Nem se morreram mais pretos, brancos, chineses ou hispânicos… A questão é quando morre um gajo (seja de que tonalidade for), com os braços no ar a andar devagar, ou na paragem de autocarro com um livro na mão.

      Quer dizer, coitadinha da polícia com um canhão na mão, que sentiu a sua vida ameaçada por um gajo com os braços no ar a andar em camara lenta. O que faria se fosse a correr, com as mão nos bolsos… Aí então tinha direito de o regar com querosene, imagino… Homicídio involuntário uma bela porra!.. Se ela estava desorientada porque temia pela vida, então o homem é que havia de dizer… Com uma arma apontada às trombas. Devía estar calmíssimo a saber friamente o que fazer. Só porque continuou a andar lentamente, toma lá uma no bucho.

      Então caramba, não se vê perfeitamente, que o homem deve ter ficado em panico por ver uma arma apontada e instintivamente se dirigiu ao carro pra meter as mão sobre o tejadilho?!.. Ele é que já não sabia a quantas andava com uma gaja histérica de arma na mão. Bem se viu o perigo que a instabilidade dela representava! Razão tinha ele pra estar nervoso, como se viu!.. Isto é lindo!.. Anda 50 metros com um canhão em direcção ao gajo, quando ele pára sem fazer nada, aponta e dá-lhe um balásio…

      Se isto é a definição de “involuntário” vou ali abaixo largar uma e volto já.

      • A solução é muito clara.
        Se a policia diz para.. tu paras,

        Nada pode ser mais claro

        se te ensinarem a olhar esquerda e direita antes de atravessar a rua, olhas, senão arriscas-te a levar com um carro

        Certamente viste que o “rapaz” desse incidente tem um longo cadastro criminal, incluindo resistir à autoridade.

        Se vamos começar a dar razão aos bandidos , daqui a pouco policias não podem parar criminosos.

        O problema começa na desobediência à autoridade e acaba com um clima anti policia. pelo meio está o ser-se humano com uma arma na mão

        • Não faço ideia se o assassinado tinha cadastro ou se a polícia tinha conhecimento de tal cadastro. Pessoalmente, se um polícia branco tem uma arma apontada a um negro, e tendo em conta que alguns polícias brancos andam doidos para dar cabo dos negros nos EUA, eu acho muito provável que dito negro não confiasse muito no agente da autoridade e fizesse o que ele lhe mandasse. Acho muito justo que ela seja acusada de homicídio, porque é isso que ela é. Mas o que se pode esperar de um polícia de um país que permite pena de morte? Gente sem moral! Polícias que se armam em juízes e júris! Pela estupidez terão de pagar.

        • Concordo com o seu ponto de vista.
          As lamentaveis mortes que têm vindo a ocorrer, abragem todas as raças, como aqui já foi dito, importando referir que algumas destas mortes de afro-americanos foram cometidas por policias igualmente afro-americanos, portanto, nestes casos, nem se coloca a questão de racismo.
          Estive a ver o video. Não é perceptivel, porque está tapado por 4 polícias (entre eles a “assassina”), o que faz a vitima quando chega ao carro. Não consigo perceber se tem alguma atitude gestual mais repentina que tenha desencadeado os disparos. O que para mim me parece estranho é, porque razão continua a vitima a caminhar ao invés de parar com os braços no ar. Acho que não faz sentido.

  2. A América é racista , começa a ser claro que brancos e negros não podem coabitar , quem fica ? Não sei mas que assim não vai ficar por muitos anos ; não vai . Também em relação às policias do Mundo , estão a pouco e pouco , tornando – se em forças opressoras ao serviço de interesses e governos pouco interessadas na defesa e protecção dos cidadãos , que por sua vez não querem recorrer às mesmas com o receio de que um problema se transforme em dois , que somando a uma justiça lenta e nem sempre justa , leva a que muitos optem , pela justiça pelas próprias mãos e assim vamos por enquanto vivendo

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …