Polícia indiana deteve pombos acusados de serem espiões

PTI

Um pombo capturado na Índia trazia uma mensagem ameaçadora e está sob custódia da polícia por suspeita de espionagem

Um pombo capturado na Índia trazia uma mensagem ameaçadora e está sob custódia da polícia por suspeita de espionagem

Um pombo-correio foi preso e acusado de espionagem na Índia por carregar uma mensagem que ameaçava o primeiro-ministro, Narendra Modi.

A polícia indiana anunciou na semana passada ter capturado um pombo que transportava uma mensagem com ameaças dirigidas ao primeiro-ministro indiano, Narendra Modi.

A ave, com uma mensagem em urdu – a língua oficial do Paquistão – atada a uma pata, foi encontrada no início de outubro pela força de segurança de fronteiras (BSF), perto da localidade de Pathankot, no estado indiano de Pendjab, na fronteira com o Paquistão.

Em janeiro, neste mesmo local, um ataque de rebeldes contra uma base militar indiana fez sete mortos.

“O pombo foi apreendido no domingo à noite. A BSF encontrou a ave com uma nota em urdu, que dizia qualquer coisa como: ‘Modi, já não somos os mesmos que em 1971. Agora cada criança está pronta a combater a Índia‘”, declarou Rakesh Kumar, inspetor da polícia de Pathankot, contactado por telefone pela agência noticiosa France Presse (AFP).

A data indicada na mensagem, 1971, é a da última guerra declarada entre a Índia e o Paquistão, na sequência da secessão do Paquistão oriental, o atual Bangladesh.

A mensagem foi aparentemente assinada pelo grupo extremista Lashkar-e-Taiba, autor dos atentados de Bombaim em 2009, “o que levou as autoridades a investigar seriamente o caso”, acrescentou Kumar.

O pombo vai ficar retido até ao fim do inquérito e foi descrito nos registos como “suspeito de espionagem”. Esta não é a primeira vez que estas aves estão envolvidas nas disputas entre os dois países, que possuem armas nucleares.

Espionagem

Este incidente surge num contexto de agravamento das tensões entre a Índia e o Paquistão, em relação à região de Caxemira. A região onde a pomba foi capturada fica entre Jammu e a Caxemira, território reivindicado por Índia e Paquistão e cenário de deslocamentos militares frequentes provocados pela tensão entre os países.

Há duas semanas, uma base do exército indiano em Caxemira foi alvo de um ataque, que Nova Deli atribuiu ao mesmo grupo, considerado responsável pelo ataque em janeiro.

No final de setembro, as forças indianas atacaram militantes do outro lado da fronteira que divide Caxemira.

Dois balões foram recentemente encontrados no Punjab, com mensagens semelhantes, em urdu, também dirigidas a Modi.

No ano passado, a polícia indiana capturou um pombo sob suspeita de que estava a ser usado em operações de espionagem pelo Paquistão.

Em 2013, as forças de segurança indianas encontraram um falcão morto, equipado com uma pequena câmara e, em 2010, um outro pombo foi capturado por suspeita de espionagem.

Outra pomba já tinha sido descoberta recentemente por uma criança de 14 anos na aldeia de Manwal, a cerca de três quilómetros da fronteira.

Sátira

“É importante esclarecer que não havia apenas uma, mas duas pombas, o que significa que estão atacando em ondas. Eles estão se infiltrando profundamente”, satirizou o autor e humorista indiano Shovon Chowdhury numa crónica para a BBC.

“O seu método é sofisticado. As suas tentativas iniciais de enviar mensagens ofensivas envolviam apenas balões. Hoje, são pombas que são capturadas com mensagens escritas nas suas penas”, diz o humorista.

“A polícia indiana tem muita experiência com a vida selvagem”, diz, irónico, Chowdhury, voltando ao mistério atual dos pombos “espiões” da fronteira entre Índia e Paquistão.

“Quando búfalos de um importante político de Uttar Pradesh – o Estado mais populoso da Índia – foram sequestrados por um casal de pessoas com deficiência, cerca de 100 polícias e dois superintendentes foram procurá-los”, conta.

“Portanto, temos razões para não perder a esperança de que a luta contra a pomba jihadista será bem sucedida”.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrado cadáver com 30 anos em mansão abandonada em Paris

As obras de reforma numa mansão abandonada em Paris tiveram de ser suspensas inesperadamente depois de trabalhadores terem descoberto um cadáver a decompor-se na cave há 30 anos. De acordo com o jornal britânico The Guardian, …

Quase cem mil crianças contraíram a covid-19 em apenas duas semanas nos Estados Unidos

Noventa e sete mil crianças norte-americanas foram identificadas como infetadas com o novo coronavírus (covid-19) nas últimas semanas de julho. Os números relativos a estas duas semanas são avançados pela empresa norte-americana, que cita um relatório …

A1 terá novo acesso em Grijó no sentido sul/norte em 2021

A autoestrada A1 terá em 2021 um novo acesso em Grijó, concelho de Vila Nova de Gaia, no sentido sul/norte, revelou esta segunda-feira o presidente da autarquia que acredita que, com este projeto, o nó …

Tiros em frente à Casa Branca levam à retirada de Trump de conferência de imprensa

Um agente do Serviço Secreto retirou, esta segunda-feira, o Presidente norte-americano da sala na Casa Banca na qual estava a começar uma conferência de imprensa. O período em que Donald Trump esteve fora da sala foi …

Nani candidato a melhor jogador nos Estados Unidos

Internacional português e o colega João Moutinho (este para melhor jovem) estão na corrida para os prémios e também para o onze. Os futebolistas portugueses Nani e João Moutinho, ambos do Orlando City, estão entre os …

102 dias depois, coronavírus regressa à Nova Zelândia

A Nova Zelândia anunciou a sua primeira infeção por coronavírus transmitida localmente em 102 dias esta terça-feira, o que levou a primeira-ministra do país a emitir uma ordem de confinamento em Auckland, a maior cidade …

Taiwan acusa China de querer fazer da ilha o "próximo Hong Kong"

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Taiwan, Joseph Wu, disse que há pressão da China sobre a ilha para aceitar condições políticas que farão de Taiwan o próximo Hong Kong. A Presidente de Taiwan recebeu esta …

Líderes do Líbano terão sido alertados sobre explosivos no porto de Beirute em julho

O Presidente do Líbano, Michel Aoun, e o primeiro-ministro, Hassan Diab, terão sido alertados em julho sobre a existência de 2.750 toneladas de nitrato de amónio armazenadas no porto de Beirute, avançou a agência Reuters. A …

OMS desiludida. Faltam pelo menos 90 mil milhões para investigação da vacina

O diretor da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou, esta segunda-feira,  estar desiludido com a resposta global no combate à pandemia de covid-19. O responsável disse que faltam pelo menos 90 mil milhões de dólares do …

Deputado do PCP arrasa críticas de Marques Mendes sobre festa do Avante

O deputado comunista António Filipe reagiu, esta segunda-feira, às críticas do ex-líder do PSD, Luís Marques Mendes, sobre a realização da festa do Avante!. Este domingo, no seu habitual espaço de comentário no "Jornal da Noite", …