A polícia vai deixar de lhe pedir para soprar ao balão

A partir de 2022, a polícia vai deixar de pedir aos condutores para “soprar no balão”. A União Europeia prepara-se para implementar novos sistemas de segurança obrigatórios nos novos modelos de automóveis. 

Os veículos vão passar a ter um alcoolímetro incorporado com um imobilizador que impede que o carro arranque quando ultrapassados os limites legais estabelecidos para conduzir, avança o Dinheiro Vivo.

Esta é uma das medidas de segurança que a Comissão Europeia tem em vista e que serão obrigatórias de forma progressiva a partir de 2022. O objetivo é prevenir os acidentes rodoviários.

O calendário vai dividir-se em três fases durante seis anos. A primeira fase dos sistemas de segurança inicia-se em maio de 2022 para os novos modelos autorizados e em maio de 2024 para todos os carros matriculados.

Além do alcoolímetro, entre as medidas estão também o limitador de velocidade inteligente, que avisará os condutores quando ultrapassem a velocidade permitida; alertas de falta de atenção ao volante e detetor de sintomas de sonolência; sistema automático de manutenção das vias, para evitar deslocamentos involuntários na estrada; câmara traseira; dispositivo de paragem de emergência, que facilita a sinalização e imobilização do veículo na estrada sem ter de sair para o exterior; e sistemas de proteção traseira e lateral.

A segunda fase inicia-se a partir de maio de 2024 para os novos modelos autorizados e em 2026 para todos os carros matriculados. As medidas passam por um sistema autónomo de travagem de emergência capaz de detetar os utentes vulneráveis da estrada; expansão da área frontal de impacto para proteção de peões; e sistemas de assistência que permitem uma condução mais automática, capaz de ajudar o condutor em caso de distração.

A terceira (e última) fase refere-se exclusivamente a camiões e autocarros: em novembro de 2025 para novas autorizações e 2028 para todas as vendas.

A União Europeia prevê, nesta fase, um sistema de visão direta que melhora visibilidade e reduz os ângulos mortos, além de registar dados automáticos para esclarecer as causas de um possível acidente.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Cada vez vivem mais num mundo de fantasia!
    Atão na se soprará através de um simples filtro que já na acusa álcool! ?
    Isto se na pedir a outro!

  2. Tanta electrónica ao fim de 2 anos alguma avaria. Na marca só trocam módulos completos e não reparam placas electrónicas. Para reparar o carro vai ser preciso meio salário ou mais. São os grandes interesses económicos a influenciar as decisões na UE.

  3. isto esta a virar um circo ,ate com um balao se engana o aparelho ,logo vao aparecer dispositivos made in asia ,para os aldrabar ,como esta gente com pensamento infantil vao parar a cargos de poder

RESPONDER

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …